Moda & Beleza

Minas Trend tecendo futuro para mais uma chancela: maior feira têxtil e plataforma de lançamento da indústria mineira

Promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais, a 25ª edição da semana de moda e maior Salão de Negócios de moda da América Latina movimentou o Expominas, em Belo Horizonte, alinhavando reflexões sobre a inovação, a democratização, a responsabilidade e a diversidade. Pela primeira vez, seis indústrias mineiras do segmento têxtil tiveram o algodão como protagonista em um desfile e o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, ressaltou: "O Minas Trend reúne, em um só espaço, a indústria, as marcas e o público consumidor, criando essa sinergia única de toda a cadeia e atraindo cada vez mais novos negócios”

Publicado em 30/10/2019 | Por Heloisa Tolipan

O tecer o futuro de toda a cadeia da moda hoje e amanhã (Foto: Agência Fotosite)

Com o tema “Tecendo Futuros“, a 25ª edição do Minas Trend, semana de moda e maior Salão de Negócios da América Latina, promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), foi marcada pelo dinamismo e concretização de ações prospectadas na edição passada, em abril. O que conferimos foi uma grande reflexão a partir da união de todas as artes e forças de profissionais de uma ponta a outra da cadeia da moda; um olhar sobre o setor têxtil em sinergia com toda a plataforma criativa mineira e de Norte a Sul do país; a simbiose entre a indústria e a geração de negócios pensando o presente e o futuro e um horizonte de criações no qual a sustentabilidade é a grande aliada. E mais: o Salão de Negócios teve uma edição histórica com um aumento de até 60% nas vendas. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Flávio Roscoe, revelou que, diante dos expressivos resultados, a intenção é que o Minas Trend caminhe para conquistar mais uma chancela: a de maior feira do setor têxtil e plataforma de lançamento da indústria mineira. “Entendemos que é dessa maneira que o evento ficará a cada edição mais e mais forte. As inovações que são criadas aqui merecem ser destacadas. Queremos apresentar o DNA da indústria mineira e pretendemos que a plataforma para isso seja nosso evento”, afirmou Roscoe.

Leia também: Minas Trend: com o tema “Tecendo futuros”, o protagonismo e a força do setor têxtil para a moda ‘made in Brasil’

O algodão permeou toda a construção da temática da 25ª edição do Minas Trend (Foto: Sebastião Jacinto Junior)

Leia também: Minas Trend – Diretor criativo, Rogério Lima mostra o seu olhar sobre o tema “Tecendo futuros”

Leia também – Minas Trend: Público participará gratuitamente de palestras como parte atuante do “Tecer o futuro da moda”

Na edição passada, dedicada às tendências de Primavera/Verão 2020 e realizada em abril, o presidente da Fiemg havia indicado que pretendia unir a cadeia produtiva da moda a fim de fomentar negócios e contribuir efetivamente para o fortalecimento do setor: “O Minas Trend reúne, em um só espaço, a indústria, as marcas e o público consumidor, criando essa sinergia única de toda a cadeia e atraindo novos negócios. Com o evento, conectamos de maneira muito especial o setor produtivo à sociedade”. Já naquela edição, o setor têxtil e indústria de máquinas e equipamentos para confecções participaram do Salão de Negócios pela primeira vez e, agora, vimos uma maior atuação e o ineditismo pulsando em um desfile coletivo destacando o setor têxtil.

Leia também – Minas Trend: Norteada por tema ‘Tecendo futuros’, 25ª edição brinda público com projeto ‘Os clássicos estão na moda’

Leia também – Minas Trend: primeira edição da Feira Gastrô, aberta ao público, será uma viagem sensorial à mineiridade

Seis indústrias mineiras do segmento tiveram o algodão como protagonista no fashion show batizado ‘Passarela Têxtil‘. O desfile coletivo contou com as indústrias Cedro TêxtilTear Têxtil, SantanenseCataguases, Fabril Mascarenhas e São Joanense em parceria com o Senai Modatec. As empresas também participaram com um espaço coletivo no Salão de Negócios e proporcionaram ao público uma exposição com os modelos apresentados na passarela. Em tempo: o cenário incluía enormes blocos com o nosso algodão.

Leia também: Minas Trend: desfile de abertura tem o algodão como fio condutor das histórias da cadeia produtiva da moda

Leia também: Minas Trend: vem conferir o Preview das marcas que irão ‘tecer futuros da moda na passarela

Este slideshow necessita de JavaScript.

E foi o algodão, principal insumo da indústria têxtil, o grande protagonista desta edição e funcionou como um fio condutor conectando todas as atividades do Minas Trend. Segundo a Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), a matéria-prima responde por uma parcela significativa do PIB brasileiro, empregando mais de 8 milhões de brasileiros, atualmente. O Brasil é o maior fornecedor de algodão sustentável do mundo. E para vocês terem uma ideia da potência mineira, no estado, atualmente, existem 9.750 empresas na cadeia produtiva da indústria da moda, que empregam mais de 125.971 pessoas e todas elas foram representadas no Salão de Negócios, incluindo vestuário, têxtil, bolsas e calçados, joias e bijuterias, representando hoje 13,5% do segmento em todo o país.

Segundo dados da Fiemg, entre os 853 municípios não há um em que não haja empresário produzindo moda, gerando emprego e distribuindo renda. É o segundo setor que mais emprega na região e, em 2018, o saldo comercial foi positivo em US$ 88 milhões, sendo os Estados Unidos e a Argentina nossos principais destinos de exportações.

Leia também: Minas Trend: Coletivo Alagoas mergulha nas belezas da Ilha de Ferro para o Outono/Inverno 2020

Leia também: Minas Trend Day 1: Das fadas de Lethicia Bronstein ao inédito desfile do setor têxtil em parceria com o Senai Modatec

O algodão foi o fio condutor da edição de 2019 do Minas Trend com o tema ‘Tecendo Futuros’ (Foto: Pedro Coelho)

Leia também: Minas Trend: “Precisamos entender a pluralidade e democratizar mais mercado e indústria da moda”. diz Dudu Bertholini

O conceito de tecer futuros é repleto de significados. Com uma visão multidisciplinar, se vale das ideias de inovação e identidade para nortear as atividades do setor, deixando sempre em primeiro plano que a sinergia é o ponto chave para o fortalecimento da moda nacional. “A escolha de se lançar luz sobre o segmento têxtil passa por sua importância dentro da indústria mineira. A cadeia produtiva da moda é nossa segunda maior empregadora e queremos que esses números sigam em crescimento”, observou Flávio Roscoe.

A edição foi permeada por múltiplos olhares integrando moda, arte e cultura (Foto: Sebastião Jacinto Junior)

Leia também: Minas Trend: Projeto ‘Os clássicos estão na moda’ é plataforma de acesso aos mais variados tipos de expressão artística

Leia também: Minas Trend: “Espetáculo ‘Trama’ e o transcendente e contagiante caminho para a alegria neste país”, diz Rui Moreira

Leia também: Minas Trend: “Música e moda são pura inovação e mesclam alegria e conhecimento”, diz Flávio Venturini

Minas Trend em números

Ao longo dos quatro dias de evento mais de 20 mil pessoas passaram pelo pavilhão do Expominas para conferir as novidades do maior Salão de Negócios da América Latina –, que reuniu marcas de vestuário, bolsas, calçados, acessórios e têxtil das cinco regiões do Brasil. O volume de vendas, em alguns casos, superou a casa dos 70% e contribuirá de maneira significativa para a sustentação dos negócios até a próxima edição, prevista para abril de 2020. A edição Outono-Inverno 2020 do evento reuniu 227 marcas (97 de vestuário, 78 de joias e bijuterias e 48 de bolsas e calçados) em uma área de aproximadamente 20 mil metros quadrados. De marcas novas, foram 36 de vestuário, 24 de joias e bijuterias e 14 de bolsas e calçados. Ao todo, grifes tradicionais e mais recentes ocuparam 272 estandes (123 para vestuário, 97 para joias e bijuterias e 52 para bolsas e calçados).

Leia também: Minas Trend Day 2: Balde Runner, O Quinto Elemento e Matriz inspiram o voo intergalático sci-fi de Victordzenk

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: Minas Trend: “Sustentabilidade em várias frente é caminho para menos impacto no meio ambiente”, diz André Carvalhal 

Leiam também: Minas Trend: Raquell Guimarães, da Doisélles, fala sobre o trabalho dos detentos que criam peças em tricô

Na presença do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais afirmou que o tema escolhido, “Tecendo Futuros”, já é realidade: “Vamos aproveitar a visibilidade que já temos para impulsionar a economia do estado”. O governador Romeu Zema acrescentou que enxerga boas perspectivas à frente: “Com essa dinâmica, a economia vai começar a se recuperar gradativamente. Todas as decisões para 2020 têm sido tomadas no sentido de upgrade, o que indica que teremos boas notícias”. O Minas Trend foi palco ainda da assinatura de parceria da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais com programas com Mori Energia, Cemig e a Alsol/Grupo Energisa de soluções energéticas renováveis que pretendem reduzir custos, ampliar a competitividade das empresas e tornar o processo produtivo das indústrias ainda mais responsável e com o programa Mais Previdência. Inicialmente direcionado para os funcionários da Federação, agora o programa ganha novos contornos e gradativamente será aberto à toda a indústria.

Leia também: Minas Trend: Salão de Negócios, plataforma reconhecida internacionalmente, tem excelentes resultados

AngloGold Ashanti

Outra novidade anunciada por Flávio Roscoe foi o lançamento da plataforma de negócios da AngloGold Ashanti, mineradora com 185 anos de história que produz 10% do ouro extraído no mundo e ocupa a terceira posição entre as empresas do setor. Uma mostra apresentou sua história e o seu processo de produção de ouro, a partir dos pilares de segurança, sustentabilidade e transparência, e as joias do Auditions Brasil. Foi a oportunidade para demostrar como antes de virar joia, o ouro passa por uma
mineração responsável. A empresa patrocinadora do Minas Trend celebrou a parceria histórica com um desfile com trilha sonora de Elba Ramalho e Zeca Baleiro, a presença da apresentadora e modelo Isabella Fiorentino, embaixadora do Prêmio Auditions, um dos importantes concursos de design de joias de ouro e da consultora de moda, Gloria Kalil, como mestre de cerimônias. Ao todos foram desfilados 20 looks com figurino assinado pela estilista mineira Tereza Santos e cobertos por joias conceituais e de design diferenciado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Multiplan

Também foi firmada uma parceria inédita com o Grupo Multiplan, que também patrocinou o Minas Trend. Com 19 shoppings em todo o país,o grupo atua no mercado desde 1974. Hoje é a maior empresa da indústria de shoppings brasileira, com cerca de 190 milhões de consumidores por ano, gerando 72 mil empregos. A parceria com o Minas Trend rendeu uma exposição fotográfica no foyer do Expominas, comemorando os 40 anos do BH Shopping, e um desfile coletivo com as grifes do Pátio Savassi, BH Shopping e DiamondMall e um estande no Salão de Negócios. O presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, comentou a empreitada: “Estamos dando um passo à frente, trazendo essa parceria com a Multiplan para que nosso expositor possa vir a ingressar no varejo final. Estamos proporcionando total visibilidade para a cadeia produtiva da moda”. A superintendente do DiamondMall, Livia Klein comemorou a parceria: “Neste ano comemoramos 40 anos, do BH Shopping, o  primeiro da nossa rede. A nossa trajetória se mescla história e a moda na cidade de Belo Horizonte. O poder de comunicação da moda é muito grande, e agora o foco é buscar um lifestyle mais tranquilo. Essa parceria com o Minas Trend nos possibilita a aproximação com os lojistas, principalmente aqueles que ainda não têm loja nos nossos shoppings, mas também os que estão começando e querem investir no varejo. O grande desafio do varejo de moda agora é trazer essa emoção. As nossas equipes comerciais do Rio e de São Paulo vieram para um get together com esses clientes em potencial expositores no Minas Trend. Tudo a ver já que a economia aos poucos está caminhando positivamente”.

A diretora de comercialização da Multiplan, Ana Paula Peres, afirmou: “Queremos valorizar as novas criações, o que tem ganhado as ruas e estarmos cada vez mais próximos dos novos designers que renovam a moda e propõem reflexões sobre inovação, sustentabilidade e diversidade”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A designer Mary Figueiredo Arantes assinou a direção criativa do desfile comemorativo, com o tema Lifestyle. “Nunca uma palavra foi tão levada à sério. Estilo e qualidade de vida apontam mais que nunca nosso caminhar no mundo, nosso modo de ser e também a vontade de sermos quem somos. O sentimento é de renovação, novos caminhos, uma alimentação natural, saudável, vontade de fazer esportes, coisas que nos deem prazer, desde ler um bom livro ou até mesmo escalar o Kilimanjaro”, enfatizou. Mary acrescentou: “Palavras como leveza, zen, yoga, mantra, mindfulness, prazer, vento no corpo, nuvem no céu, algodão doce, flor de algodão, cores claras que nos fazem lembrar o estarmos em casa, fizeram nossa direção. Ninho, flores secas, natureza e tudo que nos remete ao natural, produtos feitos à mão, cestarias, rendas, tricôs, algodão, linhos amassados, conforto e prazer, são os códigos que gostaríamos de passar neste desfile. A sobreposição de roupas e texturas, bem como o artesanal, aliado à sofisticação é nossa forma de vestir levemente”. O desfile contou ainda com o styling de João Durão e  trilha de Rodrigo Bittencourt, da Rádio Noir.

4º Congresso Internacional da ABIT

O Congresso Internacional da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT) foi incorporado ao Minas Trend e realizado nos dias 22 e 23, abordando, em sua quarta edição, o tema “Fim das Fronteiras: da Criação ao Consumo”. Sua realização foi resultado de uma parceria entre a Fiemg e ABIT e, de acordo com o presidente da Federação, Flávio Roscoe, representou mais um passo rumo à diversificação para agregar valor ao evento: “Ele agrega valor à programação e aproxima o setor têxtil e de confecção de outros já presentes no evento, como o de bolsas, calçados, joias, bijuterias e acessórios. O Minas Trend pretende ser cada vez mais inclusivo, consolidando-se como como a maior plataforma de negócios para o setor da América Latina”. O painel contou com as participações de Adriana Bozon, diretora de Branding da INBRANDS, Camila Toledo, diretora de Tendências do Fashion Snoops, e Henry Costa, diretor de Produto da Renner, grupo que tem 580 lojas em todo o Brasil. Para o presidente da Abit, Fernando Pimentel, que, em abril passado, tinha sinalizado que o congresso seria realizado em sintonia com o Minas Trend, “foi um momento especial de troca de experiências e aprendizado. Preparamos uma rica grade de painéis com participantes do Brasil e exterior, com experiências que antecipam o futuro”.

Segundo ele, “a indústria vem agregando cada vez mais serviços aos seus produtos e processos produtivos. Enquanto isso, o comércio começa a apostar em novas plataformas eletrônicas que funcionam sem mediações. É fundamental entendermos onde a indústria têxtil está e onde quer, ou deve, chegar nos próximos anos”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Energia Limpa

Durante a 25ª edição do Minas Trend, a FIEMG anunciou, uma parceria inédita, com os programas de soluções energéticas renováveis que pretendem reduzir custos na indústria. A intenção é dar mais um grande passo do setor industrial mineiro rumo à sustentabilidade, ampliando a competitividade das empresas e tornando o processo produtivo ainda mais responsável. A proposta foi desenvolvida por meio de um convênio entre a Mori Energia, Cemig Sim e pela AlSol, empresa do grupo Energisa, que cobrem parte significativa do estado. Os investimentos somam cerca de R$ 1 bilhão.

Romeu Zema, Flávio Roscoe e Danilo Gusmão (Foto: divulgação)

Romeu Zema, Flávio Roscoe e Danilo Gusmão (Foto: divulgação)

O acordo desenvolvido pela Mori Energia e a Cemig Sim possibilita aos associados do Sistema FIEMG aderirem ao modelo de geração distribuída em todo o território de prestação de serviços da concessionária de energia, com investimentos que totalizam R$ 650 milhões. Até o final deste ano, serão nove usinas solares fotovoltaicas em Minas Gerias, e outras 23 em 2020, instaladas em 17 cidades do estado. “Essa parceria com a FIEMG fortalece muito a nossa intenção de continuar investindo na energia renovável no estado. À medida da necessidade do empresariado o nosso investimento crescerá também para poder propiciar a todos os empreendedores a oportunidade de ter uma energia a um custo mais competitivo”, afirma Danilo Gusmão, presidente da Cemig Sim.

Pioneira no Brasil em tecnologia de geração fotovoltaica, a Alsol fornecerá às empresas uma solução que mescla geração de energia limpa e renovável e descontos na conta de luz, alcançando todo o território mineiro. O programa está acessível aos clientes de baixa ou de média tensão e terá sua geração de energia concentrada em três grandes fazendas solares que estão em fase de conclusão ainda em 2019 e integram um CAPEX de R$ 300 milhões. “A vantagem de fazer dois convênios é que os consumidores poderão escolher a empresa que melhor lhes convém. A FIEMG está associando sua marca a empresas de excelente conceito, que têm tradição na distribuição e geração de energia. Estamos felizes de poder dar duas opções de qualidade aos industriários mineiros. Essa concorrência é positiva e qualquer escolha que o empresário fizer fará a diferença ao seu negócio”, ressalta Flávio Roscoe.

Flávio Roscoe assinando o acordo para energias limpas e renováveis no Estado de Minas (Foto: divulgação)

Estima-se que esses acordos gerem uma redução com cerca de 25% do consumo de energia da produção, além disto, a solução traz um ganho importante para o processo de produção responsável da indústria. “Boa parte dessas usinas será construída em regiões do estado que têm baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e uma necessidade premente de melhora do nível socioeconômico dessas pessoas. Esses investimentos gerarão novas oportunidades de emprego e renda nessas localidades e quando melhora o nível socioeconômico melhora também a gestão ambiental”, enfatizou Roscoe.

* O projeto “Os Clássicos estão na moda” é realizado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por intermédio do patrocínio da CEMIG.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,