Moda & Beleza

Minas Trend: com o tema “Tecendo Futuros”, o protagonismo e a força do setor têxtil para a moda ‘made in Brasil’

Promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais, a 25ª edição da semana de moda e maior salão de negócios de moda da América Latina irá movimentar o Expominas, em Belo Horizonte, entre os dias 22 e 25 de outubro, alinhavando reflexões sobre a inovação, a democratização, a responsabilidade e a diversidade. "Ao reunir a cadeia produtiva da moda, o Minas Trend fomenta negócios e contribui de forma efetiva para o fortalecimento de todo o setor. Com o evento, conectamos de maneira muito especial o setor produtivo à sociedade”, afirma Flávio Roscoe, presidente da Fiemg

Publicado em 11/10/2019 | Por Heloisa Tolipan

A edição Outono-Inverno 2020 do Minas Trend dará ênfase à sinergia da cadeia produtiva da moda fomentando negócios e propiciando a roda da economia girar

Minas Trend tecendo o futuro. E já estamos em plena contagem regressiva para a 25ª edição da semana de moda e maior Salão de Negócios da América Latina, promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), e que o site Heloisa Tolipan acompanha desde sempre. Entre os dias 22 e 25 de outubro todos os holofotes estarão voltados para o Expominas, em Belo Horizonte, onde será escrito mais um capítulo para a história da moda brasileira. Com uma chancela de reflexão a partir da união de todas as artes e forças de profissionais de uma ponta a outra da cadeia da moda, o Minas Trend edição Outono-Inverno 2020 propõe um olhar sobre o setor têxtil em sinergia com toda a plataforma criativa mineira e de Norte a Sul do país. Vamos sentir in loco essa simbiose entre a indústria e a geração de negócios pensando o presente e o futuro. Fibras, fios… fios, tecidos… tecidos, mil e uma possibilidades para confecção de roupas, linha home, um horizonte de criações no qual a sustentabilidade é a grande aliada.

Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, enfatiza a importância da integração entre toda a cadeia produtiva da moda (Foto: Divulgação)

Só para vocês terem uma ideia, no Estado de Minas Gerais, atualmente, existem 9.750 empresas na cadeia produtiva da indústria da moda, que empregam mais de 125.971 pessoas e todas elas estarão representadas no Salão de Negócios, incluindo vestuário, têxtil, bolsas e calçados, joias e bijuterias, representando hoje 13,5% do segmento em todo o país. Segundo dados da FIEMG, entre os 853 municípios não há um em que não haja empresário produzindo moda, gerando emprego e distribuindo renda. É o segundo setor que mais emprega na região e, em 2018, o saldo comercial foi positivo em US$ 88 milhões, sendo os Estados Unidos e a Argentina nossos principais destinos de exportações. O presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, enfatiza: “Ao reunir a cadeia produtiva da moda, o Minas Trend fomenta negócios e contribui de forma efetiva para o fortalecimento de todo o setor. Com o evento, conectamos de maneira muito especial o setor produtivo à sociedade”.

Fabril (Foto: Divulgação)

Tenho frisado aqui a equação tecnologia + sustentabilidade e que a Quarta Revolução Industrial já toma conta de todo o mundo. Voltar um olhar repleto de empatia e solidariedade para o setor têxtil e de confecção é de suma importância para fomentar o crescimento da cadeia produtiva da moda e ver também as empresas tornarem-se cada vez mais incentivadoras de ações em prol do meio ambiente. Conversei com exclusividade com o novo diretor-criativo do Minas Trend, Rogério Lima. Ele afirma que “construir o futuro significa atuar no agora” e reconhecermos que, enquanto agentes ativos, não importa se pessoa física ou jurídica, precisamos criar bases capazes de suportar as necessidades das gerações presentes e vindouras. E Flávio Roscoe tem reiterado sempre que a integração cada vez maior da cadeia produtiva da indústria da moda é fundamental. “Somente com todos os setores unidos poderemos gerar negócios e fortalecer a imagem do estado – o que nos fará ganhar mercados dentro e fora do Brasil”, afirma.

O diretor-criativo Rogério Lima quer levantar questões fundamentais para o segmento moda ressaltando a importância da indústria têxtil e da sustentabilidade

O algodão, principal insumo da indústria têxtil, é o grande protagonista desta edição e funcionará como um fio condutor que conecta todas as atividades do Minas Trend. “O algodão nos ajudará a contar a história de transformação da moda em Minas Gerais. Essa matéria-prima, quando beneficiada pela indústria, se torna democrática, versátil e surpreendente ao olhar do público. Queremos valorizar o trabalho das empresas do setor têxtil e também os talentos que transformam o algodão em uma expressão artística por meio da moda”, pontua Rogério.

Santanense (Foto: Divulgação)

Segundo a Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), a matéria-prima responde por uma parcela significativa do PIB brasileiro, empregando mais de 8 milhões de brasileiros, atualmente. O Brasil é o maior fornecedor de algodão sustentável do mundo. O diretor-criativo do Minas Trend, Rogério Lima, destaca a importância desse protagonismo em um momento em que o debate sobre a valorização do meio ambiente tem ganhado cada vez mais força e que os insumos têm sido um dos principais expoentes nessa discussão sobre sustentabilidade na moda. Rogério Lima olha para as diretrizes da Agenda 2030 – um Plano de Ação da ONU que norteia o desenvolvimento sustentável no mundo, trazendo à pauta da indústria questões essenciais para garantir que o segmento se fortaleça, de maneira competitiva, frente às demandas e mercados globais.

Coleção Desbravadores – Cedro Têxtil (Foto: Divulgação)

Leia Mais – Minas Trend – Diretor criativo, Rogério Lima mostra o seu olhar sobre o tema “Tecendo futuros”

O Minas Trend inova apresentando em seu line-up a “Passarela Têxtil”, um desfile coletivo de representantes da indústria têxtil com produção da equipe do SENAI Modatec. Além do desfile, as empresas participam com um espaço coletivo no Salão de Negócios, onde haverá uma exposição com os modelos apresentados na passarela. Estão confirmadas as indústrias Cedro Têxtil, Tear Têxtil, Fabril Mascarenhas, Santanense, Cataguases e São Joanense.

Tear Têxtil (Foto: Divulgação)

O presidente da FIEMG, Flávio Roscoe tem enfatizado que o Minas Trend é decisivo para a roda da economia do setor girar, pois todas as ações replicam na cadeia produtiva de maneira ímpar. “O Minas Trend é fundamental, afetando não apenas aqueles que apresentam suas criações no Salão de Negócios como também impulsiona as indústrias dos setores têxtil, de confecção, de calçados e de acessórios. Todos comemoram o resultado positivo do Minas Trend: players do setor, estilistas, empresários, fashionistas, estudantes de moda e compradores. É um evento decisivo e tenho certeza que boa parte do parque de confecção, calçados e acessórios sente o reflexo benéfico desta semana da moda”, frisa. E, segundo ele, fortalecer a integração da cadeia produtiva da indústria da moda é fundamental para estimular a roda da moda. “Somente com todos os setores unidos poderemos gerar negócios e fortalecer a imagem do estado – o que nos fará ganhar mercados dentro e fora do Brasil”, ressalta. O designer Rogério Lima acredita que o tema ‘Tecendo futuros’ é um conceito repleto de significados, com um olhar multidisciplinar, que aciona a inovação e a identidade para nortear o setor e frisa que essa sinergia entre presente e futuro, entre a indústria e o mercado são pontos-chaves para o fortalecimento e crescimento da moda nacional. “Construir o futuro significa atuar no agora. Precisamos criar bases capazes de atender as necessidades das gerações futuras”, afirma.

Cataguazes (Foto: Divulgação)

A plataforma criativa mineira pretende fortalecer cada vez mais sua vocação inclusiva, contribuir para a integração de toda a cadeia produtiva, da fiação até a passarela, integrando os segmentos que permeiam a moda. “A primeira experiência que tivemos com os grupos têxteis foi positiva. Os visitantes receberam muito bem a presença das indústrias. Isso mostra uma grande conquista visando a sustentabilidade econômico-financeira e apontando o caminho certo. Nossa intenção é promover negócios que apoiem a competitividade da indústria e do estado”, comenta Flávio Roscoe.

São Joanense (Foto: Divulgação)

A sala de desfiles do Expominas receberá a estreia da estilista paulistana Lethicia Bronstein, a label Anne est Folle, que aposta em um casual, feminino e despretensioso, com forte estamparia; Denise Valadares, o desfile coletivo Sindijoias-MG, seguido pelo coletivo do Sindivest/Alagoas que promete reforçar o sucesso das edições anteriores, e Victor Dzenk.

Confira abaixo o line-up da 25ª edição do Minas Trend:

Dia 22 de outubro de 2019

19h – Lethicia Bronstein / Anne Est Folle

21h – Passarela Têxtil (MG) – desfile coletivo de representantes da indústria têxtil, produzido pelo SENAI Modatec

Dia 23 de outubro de 2019

19h – Denise Valadares / Sindijoias-MG

21h – Sindivest/Alagoas / Victor Dzenk

SERVIÇO

Minas Trend Outono/Inverno 2020 – Tecendo Futuros

Data: 22 a 25 de outubro de 2019

Local: Expominas – Av. Amazonas, 6000 – Belo Horizonte / Minas Gerais

Mais informações: www.minastrend.com.br

* O projeto “Os Clássicos estão na moda” é realizado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por intermédio do patrocínio da CEMIG.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,