Gente e comportamento

Dr. Alessandro Martins aborda o tema sobre mamas tuberosas e as técnicas de correção. Vem saber!

Em sua coluna quinzenal no site HT, o cirurgião plástico explica: "Chamamos de "mama constricta". A base mamária fica apertada e não consegue expandir e se desenvolver de forma natural. Dessa forma, grande parte do tecido glandular acaba herniando em direção ao complexo aréolo-mamilar. E, com isso, a aréola fica muito grande e a mama adquire um aspecto protuberante ao invés do cônico natural"