Moda & Beleza

Minas Trend: Norteada por tema Tecendo futuros, 25ª edição brinda público com projeto ‘Os clássicos estão na moda’

O evento, realizado no Expominas, em Belo Horizonte, entre os dias 22 e 25, ratifica a proposta de ser vetor das mais diversas formas culturais e recebe, além da Orquestra de Câmara SESIMINAS convidando o compositor Flávio Venturini e o grupo de contrabaixos DoContra, o espetáculo Passagem - Grupo Primeiro Ato (BH); o Trama - Companhia Cisne Negro (SP) e uma mostra de cinema para alunos de escolas públicas. Vem conferir!

Publicado em 18/10/2019 | Por Heloisa Tolipan

Sim! “Os clássicos estão na moda“. E afirmo: promovendo os mais lindos sentimentos ligados às nossas memórias afetivas e permeando o hoje e o amanhã high tech, porque somos pura emoção. E se uma das chancelas da 25ª edição do Minas Trend, semana de moda e maior Salão de Negócios da América Latina, promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), entre os dias 22 e 25, no Expominas, em Belo Horizonte, é propor um olhar sobre o setor têxtil em sinergia com toda a plataforma criativa mineira e de Norte a Sul do país, ele será plural e em simbiose com as mais plurais formas de arte. Tocando o coração de cada profissional e público que embarcar nesse mergulho de união. Assim como contei, ontem, a vocês sobre os holofotes para sentir o feedback do público que poderá integrar e participar gratuitamente de uma programação pensada com muita empatia e composta por talks, painéis e palestras, o projeto “Os clássicos estão na moda” vai brindar a todos com música, performances e o pulsar das artes.

Leia também: Minas Trend: com o tema “Tecendo futuros”, o protagonismo e a força do setor têxtil para a moda ‘made in Brasil’

O presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), Fávio Roscoe, além de sinalizar a ênfase da questão da auto-sustentabilidade do evento sempre enfatizou: “O Minas Trend é mais que relevante, pois ele está focado na cadeia da moda de maneira ampla em diversos aspectos. Nossa missão primordial é mostrar para todo o Brasil e para o mundo a qualidade de todos os processos que existem em Minas Gerais. Além do fator econômico, o evento dinamiza nossa cultura, que é um patrimônio histórico. Hoje, o Minas Trend é considerado o principal evento de moda do país. Pretendemos continuar investindo no Minas Trend, e direcioná-lo à compradores e expositores, estreitando cada vez mais os laços. Além disso, incluindo outros segmentos, como a própria indústria cultural, que faz parte do nosso conjunto de ações. Shows, espetáculos, exposições, feiras gastronômicas, e outras ações que nos ajudam a contar esta história tão única. Queremos convocar a sociedade para vivenciar essa experiência, agregando o máximo de setores possíveis. Promover a moda é promover nossa cultura e um prazer enorme ver que Minas Gerais está sendo projetada para além do que sonhamos. É uma imagem solidamente que visa um belíssimo o futuro.

Leia também: Minas Trend – Diretor criativo, Rogério Lima mostra o seu olhar sobre o tema “Tecendo futuros”

Se o tema desta edição é “Tecendo futuros” e o algodão, principal insumo da indústria têxtil, o grande protagonista desta edição, ele funcionará como um fio condutor que conecta todas as atividades do Minas Trend. “O algodão nos ajudará a contar a história de transformação da moda em Minas Gerais. Essa matéria-prima, quando beneficiada pela indústria, se torna democrática, versátil e surpreendente ao olhar do público. Queremos valorizar o trabalho das empresas do setor têxtil e também os talentos que transformam o algodão em uma expressão artística por meio da moda”, pontua o diretor criativo do Minas Trend, Rogério Lima.

Leia também – Minas Trend: Público participará gratuitamente de palestras como parte atuante do “Tecer o futuro da moda”

Então, preparem-se, porque hoje vamos falar sobre o projeto “Os clássicos estão na moda”, vertente de uma plataforma de acesso aos mais variados tipos de expressão artística. Afinal, moda é ofício e está na música, nas artes cênicas, na identidade de cada ser humano. Todos os sentidos de quem está envolvido com a cadeia produtiva da moda, público e até estudantes de escolas públicas terão uma experiência in totum com conteúdo de moda, geração de negócios e a oferta de entretenimento de qualidade.

“Queremos mostrar às pessoas que o Minas Trend é uma plataforma completa que oferece conteúdo e experiência de qualidade para todos. Desenvolvemos uma programação exclusiva e democrática que acontecerá para além da capital, ampliando o acesso às vivências multiculturais”, revela Rogério Lima.

Grupo Primeiro Ato – Espetáculo Passagem (Foto: Chris Birchal)

Inspirada no tema “O figurino”, a programação pretende valorizar as produções nacionais e estimular o aperfeiçoamento técnico dos profissionais das artes através de oficinas, mostras, palestras e bate-papos sobre o universo criativo do figurino, reunindo experts do assunto.

No foyer do Expominas, no dia 22, às 16h30, o público vai conferir a apresentação do grupo Primeiro Ato. A performance “Passagem” homenageará o talento dos artistas anônimos da arte popular. Com direção de Suely Machado e coreografia de Alex Dias, “o espetáculo tem como ponto central a influência do olhar no caminhar e na possibilidade do encontro. O grupo utiliza a possibilidade das direções, como círculos, linhas perpendiculares e horizontais, que criam encontros passageiros. Tendo como palco os espaços abertos, ele tem como componentes a cidade e seus habitantes, agentes que dialogam em comunhão com a cena”. Integra o projeto “Do Barroco ao Contemporâneo – Um Olhar para Minas”, e convida o público a enxergar sua própria cidade, revisitar e rever seus espaços. “Apropriar-se de seu próprio patrimônio cultural, material e imaterial, e reconhecer sua história, é criar empoderamento aos cidadãos e gerar a possibilidade de evolução como sociedade na construção de um futuro melhor”, comenta Suely. A participação ativa dos bailarinos no processo de criação, como coautores dos espetáculos, traz um resultado consequente para o desenvolvimento do processo criativo. Suely Machado, como diretora-encenadora, analisa cada cena dentro do todo, lapida, dá tempo e clareza à obra, traz a assinatura do Primeiro Ato a cada espetáculo criado.

Já no dia 23, às 13h30, com entrada franca, é a vez da Companhia Cisne Negro, de São Paulo, celebrar a cultura regional brasileira com o espetáculo batizado “Trama”, uma ode às festas populares, os folguedos, seus personagens místicos, que revelam e mostram o transcendente e o contagiante caminho da alegria neste país. A Cisne Negro Cia de Dança, sob direção artística de Hulda Bittencourt e Dany Bittencourt, é considerada uma das melhores companhias contemporâneas do país, sucesso de crítica e de público e completa 42 anos de criação neste 2019. O coreógrafo Rui Moreira reforça o que veremos em “Trama“: “Neste Brasil mestiço, misterioso e mágico, observando os brincantes e suas brincadeiras, as festas populares, os folguedos, seus personagens místicos, criam danças que revelam um pouco desta complexa Trama, de simplicidade que mostra o transcendente e o contagiante caminho da alegria neste país”.

Companhia Cisne Negro – Trama (Foto: Divulgação)

Entre os dias 24 e 25, uma mostra de cinema será realizada exclusivamente para estudantes da rede pública da capital. Um total de três mil alunos participarão da exibição de grandes clássicos das telonas que têm o figurino como elemento marcante. Entre os longas que serão apresentados estão: “O Diabo Veste Prada“, “Alice no País das Maravilhas” e o mineiro “O Menino no Espelho“, baseado na obra de Fernando Sabino (1923-2004).

Ainda na quinta-feira, dia 24, às 20h30, a Orquestra de Câmara SESIMINAS, que neste ano completa o seu 33º aniversário de ininterrupta atividade, encerra com chave de ouro as atrações do dia. No palco, a orquestra convida o músico Flávio Venturini e o grupo DoContra para embalar a noite com um repertório repleto de sucessos em homenagem à Música Popular Brasileira. O show “Paraíso”, que virou álbum, faz uma releitura das composições de Flávio Venturini, com arranjos inéditos e surpreendentes, em um espetáculo acústico orquestrado, que traz ao público clássicos e hits. Na setlist, “Todo azul do mar“, “Espanhola” e “Amor de índio“. O grupo DoContra, com pouco mais de três anos de estrada, se consolidou no cenário artístico mineiro graças ao incansável trabalho de seu mentor, o músico Neto Bellotto. Constituído por sete contrabaixistas, todos da mais alta qualidade, o grupo vem desenvolvendo um excelente e eclético repertório, incorporando também novidades cênicas em suas apresentações. Integram o conjunto, além do seu fundador, os profissionais Rossini Parucci, Valdir Claudino, Pablo Guinez, Thiago Henrique, Brian Fountain e Walace Mariano.

Ingressos: https://www.sympla.com.br/minas-trend—orquestra-de-camara-sesiminas-convida-flavio-venturini-e-docontra__669441?d=mtsocs@191024

Flávio Venturini, orquestra e grupo DoContra (Foto: Divulgação)

DIVERSÃO PARA TODOS

A plataforma cultural do Minas Trend terá ainda uma programação exclusiva no interior do Estado. As cidades de Tiradentes, Ouro Preto, Itaúna e Uberaba receberão palestras e atrações abordando temáticas relacionadas à sustentabilidade na moda, expressão do figurino, oficinas de customização e patchwork, entre outras.

* O projeto “Os Clássicos estão na moda” é realizado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por intermédio do patrocínio da CEMIG.

SERVIÇO

Minas Trend

Quando: de 22 a 25 de outubro

Local: Expominas (Av. Amazonas, 6200 – Gameleira, Belo Horizonte)

Horário de funcionamento:

22/10 – de 12h às 22h

23 e 24/10 – de 10h às 20h

25/10 – de 10h às 17h

Programação cultural:

Espetáculo Passagem – Grupo Primeiro Ato (BH)

Dia 22/10 (terça-feira), às 16h30 – Entrada Franca

Homenagem do Primeiro Ato aos artistas anônimos da arte popular, que constroem com alegria e devoções os festejos e crendices que inspiraram essa obra.

Onde: no foyer do Expominas.

Espetáculo Trama – Companhia Cisne Negro (SP)

Dia 23/10 (quarta-feira), às 13h30 – Entrada Franca

As festas populares, os folguedos e seus personagens místicos criam danças que revelam e mostram o transcendente e o contagiante caminho da alegria neste país.

Mostra de Cinema “Os clássicos estão na moda”

Entre os dias 24 e 25 de outubro

Exclusivo para alunos das escolas públicas convidadas. 

Orquestra de Câmara SESIMINAS convida o compositor Flávio Venturini e o grupo de contrabaixos DoContra.

Dia 24/10 (quinta-feira), às 20h30

O show “Paraíso” faz uma releitura das composições de Flávio Venturini, com arranjos inéditos e surpreendentes, em um espetáculo acústico orquestrado que traz ao público clássicos e hits da MPB em uma nova roupagem.

Ingressos: disponíveis no Sympla

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,