Cinema e Tv

'Fomos dos bicheiros para chefe do morro e milícia. Continuamos acreditando que haverá mudança', diz Marcos Palmeira

O ator protagoniza três longas no Festival do Rio e fala sobre "Boca de ouro", obra de Nelson Rodrigues nos dias de hoje: "Um personagem de 1959 superatual: fomos dos bicheiros, para o chefe do morro, a milícia. E nós continuamos acreditando que as coisas vão mudar. Isso se mistura com o empresariado"