Moda & Beleza

Minas Trend: Coletivo Alagoas mergulha nas belezas da Ilha de Ferro para o Outono/ Inverno 2020

Em seu segundo desfile, na semana de moda e maior Salão de Negócios da América Latina, as 11 marcas do Sindivest Alagoas apresentam a ênfase à cultura regional do lugarejo às margens do Rio São Francisco, no sertão alagoano como inspiração

Publicado em 22/10/2019 | Por Heloisa Tolipan

Preview da designer Alana Tenório (Foto: divulgação)

Preview da designer Alana Tenório (Foto: divulgação)

A sinergia de Minas Gerais e Alagoas por um ‘Tecendo futuros’ para toda a cadeia produtiva da moda. E que força!. O Sindivest Alagoas, com um coletivo de 11 marcas, é destaque na passarela de quarta-feira, dia 23, na 25ª edição do Minas Trend, semana de moda e maior Salão de Negócios da América Latina, promovida pela Federação das Indústrias do Estados de Minas Gerais (FIEMG), até o dia 25, no Expominas, em Belo Horizonte. Depois de arrebatar a plateia, em seu desfile na última edição, quando fez uma ode ao grande nome da cultura alagoana, Graciliano Ramos (1892-1953), as labels que integram o coletivo irão mergulhar nas belezas da Ilha de Ferro, um povoado às margens do Rio São Francisco, no sertão alagoano, localizado a 18 quilômetros do município de Pão de Açúcar.

As marcas Alana Tenório, Aquas Beachwear, Ateliê Criar, Caleidoscópio, Endy Mesquita, Estúdio Monteferro, Leila Monteiro Brand, Lucia Bastos, Maneka, Manu Mortari e Sandra Cavalcante prometem um mergulho na fonte da arte construindo uma atmosfera repleta de magia e atemporalidade, que irá ser traduzida na riqueza dos bordados, volumes, tecidos e texturas, além de tramas, pedras naturais, nervuras e frisos que se entrelaçam com transparências e cores vibrantes. Destaque para um trabalho repleto de autoralidade.

“Ao mesmo tempo em que o cenário é árido, castigado pela seca, é um lugar riquíssimo de história e poesia. Nossa cartela de cores é bem alegre, porque também quero remeter a esse lugar, de alegria, de exaltação dessa força feminina, cultuar esse modo de viver que é específico da Ilha do Ferro”, revela Davi Leite, que assina o styling do desfile.

Alana Tenório tem em sua essência a alquimia de fundir os conceitos de arte, cultura, moda, sustentabilidade. Por isso, isso investe na atemporalidade com peças pautadas no handmade o que contribui fortemente para o desenvolvimento socioeconômico, por meio de um design criativo e inovador e para levar produtos de exímia qualidade aos seus clientes que hoje, sem dúvida alguma querem saber a origem do produto e o impacto ao meio ambiente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Ateliê Criar vai nos apresentar o universo das pedras brasileiras, pérolas naturais, fibras naturais, couro, fios de seda, madeira, contas de vidro, cristais, fio de aço, latão, cobre e alumínio. A produção valoriza o fazer manual. São confeccionadas uma a uma, o que confere exclusividade aos produtos, carregando uma pouquinho da história e essência de cada artesã que integra essa marca.

Apostando em coleções com edições limitadas, a Aquas Beachwear traz uma moda praia glam apostando em materiais que valorizam a identidade cultural das rendeiras alagoanas em tecidos de alta qualidade. Para esta temporada, a marca comandada pelas designer Goretti e Kelly Acioly, mãe e filha, apresenta a coleção batizada “Espelho da Lua“, que tem como ponto de partida a harmonização entre as matérias-primas e a feminilidade apostando num mix de ousadia e sofisticação. Uma curiosidade é que esse astro é um símbolo universal de fertilidade e renovação.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Desde 1998, as arquitetas Jeanine, Mailda e Renata Fontan trocaram as pranchetas e as réguas pela moda ao fundarem a Caleidoscópio que aposta em joias e acessórios totalmente artesanais. O atelier se destaca por formas inusitadas e um mix de materiais e texturas, resultando em um trabalho que bebe da essência da identidade e diversidade da cultura brasileira. Presente em mais de 300 endereços no território nacional além de 17 países, a marca que entra em sua fase adulta, com 21 anos, investe no brilho dos cristais Swarovski, misturado a beleza das pedras brasileiras e pérolas naturais, além da força do aço, prata, ouro, madeira, contas de vidro especiais.

Outra arquiteta integra o Coletivo Alagoas, a designer Endy Mesquita. Com uma veia empreendedora, afinal com um pai comerciante e uma mãe costureira, em 2010, fundou o Ateliê Endy Mesquita ao desenvolver seu próprio colar para uma festa de Réveillon. Para o Inverno 2020, a criadora aposta no perfume na beleza das flores, nos tons de rosa e na mistura de materiais como pedras brasileiras, tramas e no brilho e sofisticação do ouro.

Fernanda Ferro, nome por trás do Estúdio Monteferro, vai nos mostrar a experimentação de diferentes materiais naturais e sob uma visão estética focada na beleza da imperfeição e mutação dos elementos. Desse conceito vem sua paixão por pedras brutas, sementes, fragmentos marinhos, metais oxidados, todos que carregam formas orgânicas e as marcas do tempo, trazendo um valor único para essas matérias-primas. “Nunca começo uma peça prevendo o resultado final. É sempre um trabalho empírico, que vai tomando forma à medida que os fragmentos vão sendo manuseados. Cada amarração é feita intuitivamente, às vezes alguma coisa no meio do processo toma um rumo inesperado, um nó no metal que não saiu como planejado inicialmente, as estampas orgânicas que surgem no metal através do contato com o fogo. Acredito que tudo isso faça parte da história individual de cada peça. Esse trabalho é a tradução e a concretização do meu senso estético através de materiais nos quais eu enxergo valor, beleza e significado”, disse a designer Fernanda Ferro.

Leila Monteiro traz desde a infância sua paixão pelas cores e formas, por isso fundou a marca Leila Monteiro Brand. Para a próxima estação, a designer, foca sua coleção em peças versáteis que apostam na mistura de elementos, como pedras brasileira, semestres, corais, resina, cristais, ouro, prata e metais, o que proporciona uma explosão de cores e texturas.

Leila Monteiro Brand (Foto: divulgação)

Lucia Bastos é uma empresa de produção artesanal de joias contemporâneas. Uma marca que tem a minuciosidade nos detalhes, que são os grandes protagonistas das coleções. A designer é reconhecida por seu alto cuidado com o acabamento e autenticidade na sua concepção criativa. “O nosso inverno 2020 traz a palavra confiança como uma declaração de fortalecimento. Um ato que abraçamos ao entregar nossos sonhos, ao confiar em nossa evolução e ao agradecer a tudo que vem. Por meio dos simbolismos religiosos, cada família foi feita para ser o seu amuleto protetor que sela esse compromisso”, revela.

A moda plus size é a grande praia da marca Maneka há 25 anos. Com a coleção raízes, as empresárias Lara e Laís Amorim, que foram pioneiras na moda plus size em Alagoas e também na Bahia, onde abriram uma filial há 10 anos, apostam na mistura de matérias-primas, babados, recortes e estampas que remetem a fauna e a flora do povoado alagoano. “Sentimos a necessidade cada vez mais de atender as mulheres que curtem moda e usam um manequim acima do 44, a Maneka vem para valorizar a beleza e a elegância desse público invisibilizado pelo mercado”, conta Lara Amorim.

Maneka (Foto: divulgação)

O inverno 2020 da Manu Mortari Brand traz as Dunas de Alagoas como tema. Afinal, o Nordeste Brasileiro é um celeiro de inspirações para todo o universo da moda “E é perceptível que sempre temos nossa terra como referência em todas – ou quase todas – as nossas coleções. É o que está ao nosso redor, acessível, pulsando; é nossa raiz, nossa cultura”, conta Manu Mortari. A referência estética do próximo lançamento são as Dunas Alagoanas, montanhas de areia criadas a partir do vento, um dos lugares mais lindos e procurados do Estado, que mudam de cor de acordo com a posição do sol.

Sandra Cavalcante é especialista em cobrir as mulheres com uma brasilidade singular, reforçada pela energia emanada por meio das mãos e do talento dessa alagoana, cheia de fibra, que em parceria com um time de artesãs do estado tecem suas peças únicas e singulares. Para a coleção Identidade, a  como estolas, pelerines, vestidos, saias, bolsas e acessórios ricos em bordados, tramas e texturas que de certa forma revivem à condição da arte dessa nordestina alegre, multicor, importante para o resto do mundo diante de sua riqueza cultural.

Sandra Cavalcante (Foto: divulgação)

Confira a lista completa de desfiles:
23/10 (quarta-feira)
19h – Denise Valadares / Sindijoias-MG
21h Sindivest/ Coletivo Alagoas / Victor Dzenk

Serviço:
Minas Trend – “Tecendo Futuros”
Data: 22 a 25 de outubro de 2019

Horário de funcionamento:
22/10 – terça-feira – de 12h as 22h
23 e 24/10 – quarta e quinta-feira – de 10h as 20h
25/10 – sexta-feira – de 10h as 17h
Local: Expominas | Belo Horizonte – MG
Informações: www.minastrend.com.br

* O projeto “Os Clássicos estão na moda” é realizado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por intermédio do patrocínio da CEMIG.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,