Cinema & TV

José Loreto defende Amor & Sexo de críticas: “Levamos educação sexual para a sala do público, algo que não tive”

O ator também interpreta Junior, em O Sétimo Guardião, um playboy mimado filho do prefeito da cidade de Serro Azul. Além da trama, o artista falou sobre as polêmicas em torno de Amor & Sexo e analisou o cenário político atual

Publicado em 04/12/2018 | Por Ana Clara Xavier

José Loreto interpreta o playboy Junior, que integra o núcleo da família do prefeito em O Sétimo Guardião (Foto: João Cotta/Globo)

Triângulos amorosos não vão ficar de fora da narrativa de O Sétimo Guardião e José Loreto que o diga! O ator vai integrar dois ao longo da dramaturgia, sendo um deles com os protagonistas Luz e Gabriel, interpretados por Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso. Na trama, ele interpreta o playboy Junior, que é filho do prefeito da cidade Serro Azul. Apaixonado por Luz, o antagonista não lidará muito bem com este amor não correspondido, já que sempre foi muito mimado e nunca aceitou um ‘não’ como resposta. “Ele é um cara muito intenso, o que me permite ir da gargalhada ao choro em algumas cenas. Vive de extremos e não há nada melhor para um ator do que isto. Por mais rebelde que seja, é uma figura muito humana”, explicou o artista. O site HT bateu um papo com o profissional sobre a nova empreitada, as polêmicas do programa Amor & Sexo e o cenário político atual. Vem conferir!

Saiba mais: O Sétimo Guardião: festa de lançamento agita o Rio De Janeiro com encontro de celebs como Carolina Dieckmann, Bruno Gagliasso E Marina Ruy Barbosa

Um mauricinho com toques country é uma boa definição para o papel de José Loreto em O Sétimo Guardião. O personagem integra um dos núcleos mais realistas da trama, indo um pouco fora da curva do realismo fantástico proposto na trama. “No entanto, como a cidade é muito misteriosa, tudo acaba sendo diferente. Mesmo a família do meu personagem sendo mais realista, qualquer acontecimento nos leva a pensar na mensagem que pode haver por trás daquilo. Temos um pé nesta fantasia. Existe um segredo obscuro em tudo”, analisou. Tendo que lidar com esta dicotomia, o ator precisou pesquisar muito para construir o Junior da maneira mais completa possível.  “Busquei muitas referências para fazer este personagem, mas já adianto que é bem diferente do que estamos acostumados. É uma figura nova. Fui atrás de alguns mauricinhos e papéis rebeldes para criar o meu próprio. Mesmo assim é bem difícil de encontrar uma figura com aspectos tão antagônicos. Estou amando”, garantiu. Dentre os livros que leu e filmes que assistiu, aquele que o rapaz mais se inspirou foi no enredo de Juventude Transviada.

Leia: Marina Ruy Barbosa sobre parceria com Aguinaldo Silva: “Ele acreditou em mim em uma hora fundamental, quando até eu mesma duvidei”, contou

José Loreto integra o triângulo amoroso ao lado de Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso (Foto: Fabiano Battaglin/Gshow)

 

Saiba: Em editorial exclusivo no Rio Othon Palace, Vanessa Giácomo fala sobre O Sétimo Guardião e o trabalho como roteirista

José Loreto ao lado de sua mulher Débora Nascimento na festa de lançamento da novela (Foto: Fabiano Battaglin/Gshow)

Além da novela, o ator também está no ar no programa Amor & Sexo. Recentemente, o talk show vem sofrendo ataques, principalmente, depois do discurso feminista e empoderado da apresentadora Fernanda Lima.  “A minha participação em Amor & Sexo apenas me ajuda a prestar ainda mais atenção em como o povo está crítico e intolerante. Nós estamos levando educação sexual para a sala do público, algo que eu não tive, e, ao mesmo tempo, ficamos alertas a casos de machismo e preconceito. Eu e toda a equipe do programa sabemos como é difícil tocar nestes tabus. Tem dores que são difíceis de revelar, mas nós trazemos dados como de 11 em 11 minutos uma mulher é espancada. Chega de brincadeira! No entanto, existe uma dificuldade de todos de assimilar isto. Existe uma fúria. Mas se tem críticas é porque estamos incomodando em algum lugar. E isto é ótimo. É um recomeço de um fim de mundo”, afirmou.

Os ataques midiáticos não se restringem a Fernanda Lima. Na verdade, a internet está recheada de haters que atacam constantemente o perfil de celebridades como o do próprio José Loreto. Mesmo lidando com isto, o ator enxerga estes acontecimentos e preconceitos como um sintoma da chegada de novos ares. “A sociedade está em transformação. A educação das escolas atuais é outra. Coisas que eram consideradas comuns antigamente como piadas homofóbicas e atitudes machistas não são mais toleradas. Fico me questionando diariamente sobre a educação da minha filha. E eu, como artista, me localizo neste turbilhão tendo receio das minhas próprias atitudes. Como formador de opinião, tenho que ter cuidado com a forma como exponho as minhas ideias, porque posso ser violentamente criticado. Este é um momento de nós, artistas, refletirmos sobre os nossos atos e nos manifestarmos cautelosamente. De qualquer forma, seremos atacados de qualquer um dos lados, porque as pessoas estão intolerantes e fervorosas”, analisou.

Débora Nascimento, Allan Fitterman, Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank, José Loreto, Josie Pessoa, Theodoro Cochrane, Marina Ruy Barbosa e Letícia Spiller no evento (Foto: Foto: Fabiano Battaglin/Gshow)

Estes preconceitos saíram do meio virtual e também está atingindo o da vida real. De acordo com o profissional, os próprios atores lidam diariamente com rixas internas com relação aos seus posicionamentos políticos. “A classe artística está sofrendo a mesma coisa que aconteceu dentro das famílias. Existe brigas por opiniões opostas em todos os lugares. As pessoas falaram muito sobre política, de uma forma que nunca vi antes, e transformaram isto em um jogo de futebol. A população está muito extremista, de ambos os lados. De qualquer forma, espero que continuem falando sobre isto, porque precisamos nos educar neste sentido. Temos que nos respeitar. Vamos conseguir superar este turbilhão que vivemos, afinal, depois de tempestade vai abrir um sol bonito”, anunciou José Loreto. A gente também está torcendo por isto!

Pesquisas relacionadas