Gente & Comportamento

Em editorial exclusivo no Rio Othon Palace, Vanessa Giácomo fala sobre O Sétimo Guardião e o trabalho como roteirista

A atriz está no elenco da próxima novela das 9, na qual interpreta uma mulher alcoólatra e cheia de problemas familiares. Além disso, ela confessou estar investindo na carreira de roteirista, falou sobre feminismo, dificuldades da carreira e muito mais

Publicado em 31/10/2018 | Por Ana Clara Xavier

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Terno Eva, Body Sizély Lingerie, Sapato Schutz, Brinco e Pulseiras HStern)

*Com Junior de Paula

Ainda faltavam 20 minutos para a hora marcada quando Vanessa Giácomo tocou a campainha da suíte onde era esperada para a sessão de fotos no Rio Othon Palace. Linda, parecia que já estava pronta, mesmo de cara lavada e figurino próprio. Entrou, se impressionou com a vista e sugeriu que começássemos a entrevista enquanto a equipe ia acertando os últimos detalhes. Um tanto quanto tímida no começo, ela foi se soltando aos poucos e, ao fim, já estava livre, leva e solta, falando pelos cotovelos, fazendo piada e comandando o set com uma energia de tirar o fôlego. Vanessa é um furacão. E sempre foi assim. A atriz descobriu a vocação para o mundo das artes com apenas 5 anos e desde então não parou mais.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Conjunto Ateen, Sapato Cecconello, Joias HStern, Biquini New Beach)

Mãe do Raul, da Maria e do Moisés, se desdobra diariamente em diversas funções para estar próxima de quem ama. Seja no trabalho, em casa ou em reuniões com os amigos, ela está sempre ligada no 220v, com o pensamento à frente, mas sem nunca deixar de olhar no olho do interlocutor. Profissionalmente, está dividindo os seus dias entre os bastidores da nova novela das 9h, O Sétimo Guardião, e o computador, no qual está produzindo roteiros cinematográficos. Essa é a estrela da semana do nosso editorial exclusivo, fotografado por Guilherme Lima, no Rio Othon Palace, com beleza de Titto Vidal e styling de Rafael Ourives. Vem conferir! Movida pela paixão ao trabalho, a atriz não gosta de ficar muito tempo sem colocar a mão na massa. Depois de dar adeus a sua personagem em Pega Pega, ela fez uma participação na trama de Outro Lado do Paraíso e, logo depois, emendou na preparação para sua próxima novela das 9, O Sétimo Guardião, que estreia mês que vem. Dedicada, Vanessa vem se entregando de corpo e alma aos estudos, oficinas e laboratórios para viver Stela há seis meses, pois, segundo ela, é um papel bastante desafiador.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Terno Eva, Body Sizély Lingerie, Sapato Schutz, Brinco e Pulseiras HStern)

“É bem diferente do que já fiz, porque ela é alcoólatra, ou seja, tem um peso e um papel social dentro desta personagem. É muito forte contar a história de uma mulher como ela, porque não posso deixar cair para o lado caricato e também é preciso ter respeito por quem vive essa doença. É um projeto de pesquisa intenso. Nunca vivi esta realidade, por isto é desafiador”, explicou. Avessa a grandes farras etílicas, Vanessa disse que este é um universo novo para ela, já que nunca teve contato mais próximo com um alcóolatra. Por isso,  escolheu recorrer a psicólogos, coaches e a uma preparação física e mental mais intensa.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Blusa Mixed, Blazer Versace, Saia Levi’s)

“A Globo sempre dá um suporte de preparação, porém costumo me aprofundar por fora. Estou me empenhando bastante desta vez, conversando com pessoas que estão sofrendo com isto e com a família delas. Percebo que muitas vezes eles negam aquilo que estão enfrentando”, lamentou a atriz, que está começando aos poucos a entrar na pele da personagem, mas adiantou que vai contracenar bastante com  Paulo Rocha, Elizabeth Savalla e Paulo Vilhena. Como se não bastasse a falta de intimidade com o alcoolismo, a atriz garantiu que o papel é ainda mais complicado. No âmbito pessoal, a personagem possui uma relação atribulada com a sogra, vivida por Savalla, e ainda precisa lidar com o trauma por ter sofrido um aborto espontâneo. “A Stela é uma mulher muito libertária, apesar de viver reclusa e oprimida, mas consegue manter uma conversa sincera com qualquer pessoa”, salientou. De fato, não será um desafio fácil. Vanessa vai precisar lidar com cargas fortes e depressivas, além de conflitos familiares efervescente. Mas, de acordo com ela, nada de levar o personagem para cama. “Mesmo vivendo personagens com cargas dramáticas elevadas, como são recorrentes na minha história, não levo aquela tristeza para casa. Deixo tudo no estúdio”, salientou.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Blusa Mixed, Blazer Versace, Saia Levi’s)

A atriz é uma surpresa. Além da beleza, delicadeza e do talento para as artes cênicas, possui muitas outras qualidades na manga. Juntamente com as dificuldades e exigências da personagem de O Sétimo Guardião, a artista ainda consegue achar um tempo na sua agenda para escrever roteiros de cinema. “Sempre gostei de escrever e fiz vários cursos”, salientou. A artista chegou a transformar um de seus textos em um curta-metragem que foi exibido no Festival do Rio. O trabalho, na verdade, é um pequeno pedaço de um seriado que a própria já roteirizou, mas ainda não mostrou para ninguém.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Blusa e Parka Andrea Marques, Calça Zinc, Acessórios Annaka para Andrea Marques)

Rodízio fala de valores deturpados, família e decisões erradas. É visto a partir do olhar de uma criança”, comentou. Assim que a novela das 9h terminar, ela garantiu que vai apostar nesta sua vocação e embarcar nesta aventura pela escrita.  “Gosto muito de falar sobre família e em situações de humor. Adoro o cinema argentino, então, acho que o diálogo mais simples e histórias mais intimistas são muito bacanas. Não sou de grandes produções, prefiro apostar em tramas que ninguém imagina que poderia sair uma pérola dali”, explicou.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Blusa e Parka Andrea Marques, Acessórios Annaka para Andrea Marques)

Por falar em cotidiano, Vanessa Giácomo tem uma paixão por registrar momentos do seu dia, da sua família e de viagens a partir da fotografia. Apesar de low profile nas redes sociais e escolher o que divide por lá com muito cuidado, ela contou que tem um acervo imenso de imagens. Apesar de ter descoberto a arte da fotografia recentemente, ela confessou que adora investigar imagens e entender as pessoas através do ângulo e recorte feito da realidade. “Olho imagens antigas minhas com 18 anos e percebo como eu encarava o mundo. Foto traduz a maneira como enxergamos as coisas, se preferimos algo mais clean ou o caos, por exemplo”, explicou.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Túnica e calça Andrea Marques, Sapato Cecconello, Brincos HStern)

No auge dos seus 35 anos, Vanessa Giácomo afirmou conseguir perceber muitas mudanças ao analisar a mulher que era aos 18 anos. Além do visual renovado, ela garantiu que é um ser humano diferente. “A minha essência continua a mesma, tanto no quesito profissional quanto pessoal. A forma como trato as pessoas é igual. Ao mesmo tempo, amadureci. Tenho mais confiança no momento de dizer não para algo. Sou uma pessoa mais prática”, garantiu.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Blusa e Parka Andrea Marques, Calça Zinc, Acessórios Annaka para Andrea Marques)

Mesmo percebendo esta evolução, a atriz teve de amadurecer ainda muito nova, afinal, descobriu desde cedo o que queria fazer para o resto na vida. Entrou para o teatro com 5 anos e com 13 tinha certeza absoluta que tinha encontrado o seu lugar no mundo. “O começo foi difícil, porque a minha mãe não conhecia nenhum profissional da área e morávamos no interior. Apesar de sempre ter acreditado em mim, na cabeça dela era quase impossível a minha carreira dar certo. Em contrapartida, eu achava ser algo fácil, afinal, era o que gostava. Não importava se ganharia pouco, queria ser feliz. Minha intenção nunca foi ser famosa”, explicou.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Túnica e calça Andrea Marques, Sapato Cecconello, Brincos HStern)

Vanessa morava em Volta Redonda, interior do estado do Rio de Janeiro e, por isso se jogou no mundo ao resolver buscar novas oportunidades de carreira na capital. Ao chegar para prestar o vestibular para cinema, ela acabou entrando para o elenco de sua primeira novela. “Foi algo do destino, na verdade. Eu tinha acabado que deixar o meu material na emissora quando um diretor passou por mim e achava que eu tinha o perfil do personagem”, relembrou. A trama em questão era Cabocla, na qual ela foi catapultada ao posto de estrela da emissora.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Terno Eva, Body Sizély Lingerie, Sapato Schutz, Brinco e Pulseiras HStern)

Com 14 anos de profissão, Vanessa Giácomo sempre amou trabalhar. De acordo com ela, só gosta de tirar alguns dias de férias entre um trabalho e outro. Quando passa um período maior sem personagens, ela se dedica a preencher aquela pausa com muito estudo. “Durante toda a minha carreira, sempre fiz cursos de dramaturgia e workshops no break entre dois trabalhos. Viajei para São Francisco, Nova York e outros locais do mundo para aprender. Nunca parei de estudar. Estou sempre me reciclando”, garantiu.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Túnica e calça Andrea Marques, Sapato Cecconello, Brincos HStern)

Segundo Vanessa, ela tenta sempre se ocupar, seja arrumando a casa, cozinhando, ajudando os amigos e a família. “As pessoas, inclusive, ficam chocadas com a forma como consigo lidar com a rotina puxada das teledramaturgias e ainda sair e aproveitar a vida”, contou. Um dia cansativo, para a profissional, não é desculpa para não passar um tempo com os seus filhos. Muito exigente, ela confessou cobrar muito resultados positivos na escola. “Sou uma mãe rígida, mas também sou muito amorosa. Ofereço os dois lados da moeda para eles. Gosto de assistir filme e sair junto. Sou muito presente, apesar desta vida louca de trabalho. Nós precisamos nos virar para dar conta de tudo!”, afirmou.

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Conjunto Ateen, Sapato Cecconello, Joias HStern, Biquini New Beach)

Como mulher empoderada, senhora do seu destino desde muito nova, Vanessa está sempre atenta ao seu lugar na sociedade e gosta de refletir sobre o feminismo crescente e o machismo presente desde sempre. “Acho que o movimento feminista é muito importante, pois as mulheres precisam, mesmo, se posicionar e exigir direitos iguais. O machismo, ao meu ver, não fez apenas muito mal às mulheres, mas aos homens também. Imagina a cabeça de um menino em uma sociedade machista, na qual é aprendido desde cedo que ele não pode ser sensível, tem que ser forte e não pode falhar. A igualdade é primordial. Todo muito precisa ter acesso ao trabalho e ao respeito”, informou. Exatamente por prezar pela equiparidade de gênero que a atriz sente receio com os recentes acontecimentos do país. “É muito assustador, mas sempre mantenho o otimismo. As coisas podem melhorar, inclusive, no caos. Pensar positivo é a única solução atualmente. A vida é cíclica e quando nos deparamos com um momento de embate como este é porque o futuro nos reserva boas coisas”, finalizou. Que assim seja, Vanessa!

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Conjunto Ateen, Sapato Cecconello, Joias HStern, Biquini New Beach)

Equipe:

Fotógrafo: Guilherme Lima
Beleza: Titto Vidal
Styling: Rafael Ourives
Assistente de Styling: Renata Lamin

Agradecimentos:

Rio Othon Palace
Muniky Sena
Stampa Comunicação

(Foto: Guilherme Lima/ Make: Titto Vidal/ Styling: Rafael Ourives/ Créditos: Blusa e Saia Mixed, Sapato Schutz, Brinco e pulseiras HStern)

Pesquisas relacionadas