Música & Badalo

‘Pela primeira vez no Rock in Rio e desencalhada’, diz Duda Beat que, assim como Anitta, fez surpresa na Arena Itaú

A recifense fez um pocket show com 30 minutos arrebatando o coração da plateia do Rock In Rio, que estava com seus sucessos na ponta da língua. Já a poderosa popstar e funkeira invadiu o a arena e deu uma palhinha com o hit 'Vai Maladra'

Publicado em 06/10/2019 | Por Heloisa Tolipan

Duda Beat foi a convidada da Arena Itaú -para um pocket show no sexto dia de Rock In Rio (Foto: divulgação)

*Por Rafael Moura

Eram 16h30 quando o público saiu correndo pela Cidade do Rock, porque o palco da Arena Itaú, iria receber mais uma atração surpresa. Era a vez da ‘Rainha da Sofrência Pop’, Duda Beat, em 30 minutos arrebatar o coração da plateia do Rock In Rio. Com os sucessos ‘Bixinho’, ‘Back to Bad’ e ‘Chega’, na ponta da língua, a loura aqueceu os termômetros no festival. “Foi tão rapidinho, apenas 30 minutos, mas bem massa, especial. E com esse tempo foi muito difícil escolher o repertório, então reuni as músicas que achei que o público poderia gostar mais e foi uma delícia. Do palco, eu não conseguia ver o ‘fim’ das pessoas. Foi uma linda onda de amor. Um horizonte de seres humanos”, comentou a cantora.

Leia Mais – “Quem faz todo o meu corre sou eu”, conta Duda Beat que sobe, hoje, ao palco do Circo Voador com sold out!

“Eu estou pela primeira vez no Rock in Rio e, ainda por cima, desencalhada. Quer duas emoções melhores do que essas?”, brinca a recifense radicada no Rio, que está namorado Tomás Tróia, produtor e parceiro de música e da vida. E completa: “É a minha primeira vez no Rock in Rio como público e artista. É uma novidade em dobro, muita emoção. Agora estou aqui e vim para cantar, um motivo incrível. Eu pude sentir o público muito envolvido com as minhas músicas. Era tanta gente que eu fiquei surpresa e nem conseguia ver quando terminava o mar de gente, o que foi maravilhoso”, conta emocionada. Duda ainda falou sobre a importância do palco ao descobrir que a Pabllo Vittar explodiu a Cidade do Rock, em 2017. “Hoje estou aqui dando o meu nome com muita alegria”, afirma.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia Mais – Rock in Rio day 2: Liniker e Criolo fazem show na Arena Itaú e levam a plateia ao Nirvana

A diversidade foi o grande conceito do penúltimo dia do festival. Teve funk, pop, mpb, brega e isso se refletiu no público. “A diversidade é o meu público, nos meus shows tem sempre casal hétero, casal gay, negros, meninas e senhoras. Esse é o Brasil que que quero, mostrando essa beleza plural. Diversidade e Duda Beat é match total e isso se ‘escorre’ para o meu trabalho, sou diversa no meu ritmo e nas minhas músicas”, pontua. Duda almeja estar na próxima edição do evento, em um dos palcos principais (Alô, Zé Ricardo!). A cantora acaba de retornar de uma turnê pelos Estados Unidos. “Eu quero trabalhar muito ainda este ano e poder ter a oportunidade ir em cantos do Brasil os mais diversos. Agora, estou indo para a Europa já com ingressos esgotados em algumas cidades. Estou em uma fase muito boa da minha vida pessoal e profissional, porque eu já sofri tantos anos pelos homens. Chorei muito, mas chegou a minha hora”, destaca.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O público da arena ainda teve mais uma surpresa na noite de sábado. Depois de tocar fogo, literalmente na abertura do Palco Mundo, a poderosa e malandra, Anitta  ‘invadiu’ o palco para uma apresentação extra cantando hit ‘Vai Malandra’, que conta com mais de 376 mil visualizações, deixando os presentes estatelados com a chegada da cantora. “Não foi nada combinado, nós nem ensaiamos, eu resolvi vir aqui porque vi que essa banda é muito boa!”, revela. Anitta contou ainda que ficou surpresa com os ensaios da Banda Itaú quando chegou na Cidade do Rock. Depois dessa ‘palhinha’ ela continuou dançando e curtindo o show, de cima do palco. Presença mais do que vip!

Pesquisas relacionadas