Moda & Beleza

MINAS TREND – Os resultados das propostas inovadoras da semana de moda e maior Salão de Negócios da América Latina

Promovido pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), a 24ª edição do evento realizada no Expominas reuniu 253 estandes, 187 marcas (Vestuário: 81 / Calçados e Bolsas: 69 / Joias e bijuterias: 37) para o lançamento de suas coleções Verão 2020, recebendo cerca de 15 mil visitantes, incluindo compradores, representantes internacionais e a expectativa, entre negócios realizados e prospecções estabelecidas durante o Salão, é consolidar uma receita na ordem de U$ 265.108,29

Publicado em 16/04/2019 | Por Heloisa Tolipan

Minas Trend em dias de sol. Sim, todos que acompanharam a 24ª edição da semana de moda e do maior Salão de Negócios da América Latina, promovida pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) aguçaram os cinco sentidos e se sentiram revigorados, energizados com o que presenciaram durante cinco dias no Expominas, em Belo Horizonte, semana passada. E o Minas Trend fez novamente história agora e para sempre criando uma chancela de reflexão a partir da união de todas as artes e forças de profissionais de uma ponta a outra da cadeia da moda, da exaltação à voz autoral e da quebra de paradigmas. Dá prazer em sentir a ênfase na proposta real do novo apresentar moda, sob a direção criativa do estilista Ronaldo Fraga, que continua a ladrilhar um caminho de simbiose perfeita entre a valorização da moda mineira e do Brasil com holofotes voltados para o maior Salão de Negócios da América Latina.

Leia Mais: Minas Trend – “Em dias de sol” como síntese de futuro luminoso e oxigenado para a moda

Leia Mais: Minas Trend – Um preview do desfile Trendbijoux by Sindijoias/MG. Vem saber!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como nos contou o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, “são, com certeza, números e ações que reafirmam a importância estratégica da cadeia produtiva da indústria da moda para Minas Gerais e nosso país como um todo. O tema escolhido para esta edição foi “Em dias de sol” e somos otimistas”, frisou Flávio Roscoe. Mostrei os números a vocês, leitores, mas vale ressaltar novamente. No estado de Minas Gerais, o setor moda é o segundo maior empregador, com 9 mil empresas e 127 mil empregos diretos, que correspondem a 12,2% de todos os empregos gerados pelo setor industrial. Se abordarmos ainda a questão do social, a indústria da moda é propulsora de empregos em todas as regiões do estado que já somam 9 mil empresas. Segundo dados da FIEMG, entre os 853 municípios não há um em que não haja empresário produzindo moda, gerando emprego e distribuindo renda. Portanto, as palavras-chave desta edição Primavera-Verão 2020, como “oxigenar” e “diversificar”, já são realidade absoluta.

Leia Mais: Minas Trend – Fátima Scofield, Skazi, Patrícia Motta, Denise Valadares e Raquel de Queiroz dão pistas para Verão 2020

Leia Mais – Minas Trend: Coletivo Alagoas promoverá na passarela a sinergia com a literatura de Graciliano Ramos

Ronaldo Fraga e Flávio Roscoe em conversa com os jornalistas comemorando o sucesso do Minas Trend (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

“O Minas Trend é um importante ambiente de negócios e de troca. Queremos estimular a participação de novas empresas, capacitar o mercado e conectar a indústria do setor à sociedade”, enfatizou o presidente da FIEMG, acrescentando que a missão primordial do evento é mostrar para o Brasil e o mundo a qualidade da nova engrenagem de todos os processos e Minas Gerais proporcionando a outros estados que também estejam nesta nova jornada. O Minas Trend é um dinamizador da nossa cultura, que é um patrimônio histórico”, afirmou. E Flávio Roscoe contou ainda que uma das grandes preocupações sempre foi priorizar a ampla reflexão sobre a sustentabilidade econômico-financeira do evento e, a um só tempo, abri-lo à ampla participação da sociedade. “Esse esforço faz parte, aliás, de uma grande mobilização em todo o Sistema FIEMG. Nossa missão é promover a indústria em sintonia com os interesses da sociedade – sempre visando a redução de despesas e aumento de receitas. Conseguimos reduzir os custos para os expositores”, comemorou.

Leia Mais: Minas Trend – “Minha luta é para que a moda seja entendida como vetor cultural no Brasil”, frisa Ronaldo Fraga

Leia mais: Minas Trend: Zélia Duncan e Jaques Morelenbaum falam sobre a conexão moda e música e a ode a Milton Nascimento

Desfile de abertura teve como ênfase a moda autoral em sintonia com todas as formas de arte, como a música de Zélia Duncan e Jaques Morelenbaum (Foto: Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Desfile de abertura teve como ênfase a moda autoral em sintonia com todas as formas de arte, como a música de Zélia Duncan e Jaques Morelenbaum (Foto: Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Em comparação com a edição de abril do ano passado, o evento conseguiu reduzir seus custos gerais em mais de 30% e estão sendo estudadas parcerias e a vinda de novos players para o Minas Trend ser um evento totalmente sustentável. “São grandes conquistas visando a sustentabilidade e apontando o caminho certo”, comentou Flávio Roscoe. E Ronaldo Fraga revelou também que, pela primeira vez, em janeiro de 2019, o Minas Trend, já tinha batido o recorde de vendas de estandes. Faltavam quatro meses para o evento e já tínhamos a maior vendas de todas as edições. E isso aconteceu muito por conta do oxigênio, do otimismo, da cara que foi impressa na edição anterior com a nova gestão da presidência da FIEMG e de uma equipe trabalhando com muito otimismo e muita garra, superando todas as expectativas”. Cerca de 15 mil pessoas circularam pelos corredores do Expominas ao longo da semana. Além dos compradores previamente cadastrados, outros três mil espontâneos também estiveram nos pavilhões conhecendo de perto a moda mineira.

Leia mais – Minas Trend: ‘Conquistas visando sustentabilidade e apontando caminho certo’, diz presidente da Fiemg, Flávio Roscoe

Leia mais: Minas Trend – Rogério Flausino fala de estilo e evolução: “Eu já errei muito na moda”

Leia mais: Minas Trend Day 1: A Amazônia de Fátima Scofield, a diversidade do Trendbijoux e o surf empoderado da Skazi

O movimento no Salão de Negócios (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Ronaldo Fraga cunhou a melhor frase para definir esta edição: “Eu acho que essa história da inspiração, por mais que você olhe para um filme, para uma biografia, para tudo e busque inspiração, ela pode vir de jeitos diferentes. Mas o jeito da leitura, como ler, vai partir sempre dos mesmo olhos. É isso que se chama estilo, como uma história que se conta. E eu continuo nesse lugar, que é pensar o diverso, a luta e a insistência da moda ser entendida como um vetor cultural poderosíssimo no Brasil. É nesse lugar que podemos transformar. A minha inspiração vem daí, das nossas caras, da nossa mestiçagem, das nossas diversas cores que formam o povo brasileiro”.

Leia mais: Minas Trend – Elba Ramalho é ovacionada na passarela da estilista Raquel de Queiroz

Leia Mais: Minas Trend Day 2: Da obra de Graciliano Ramos no Coletivo Alagoas à esteia de Raquel de Queiroz

Desfile Coletivo Alagoas (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Desfile Coletivo Alagoas (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

E as metas propostas estão sendo cumpridas à risca. A primeira: buscar a sustentabilidade econômica-financeira do evento. “Queremos colocar a moda cada vez mais em diálogo com as diversas frentes da indústria. É de vital importância ser entendida como um veículo de cultura, não só para o estado, mas a partir do Estado de Minas para a cultura brasileira. O ‘Agora e Para Sempre’ é um foco para que não se perca o caminho. No Minas Trend, nós temos espaço para a moda, para o sonho, para o negócio, para a autoralidade, para a criação, para a exposição e outras frentes da cultura mineira e do país, como o teatro, a gastronomia e a música”, comentou Ronaldo Fraga.

Leia Mais: Minas Trend – Pensar global e comer local. O sucesso da Feirinha Aproxima

Leia MaisMinas Trend – Foyer do Expominas vira passarela e holofote para moda democrática

Desfile Denise Valadares (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Treze compradores e jornalistas internacionais vindos de países como Israel, Polônia, Paraguai, Estados Unidos, Espanha, Reino Unido, França, Uruguai, Panamá e Argentina estiveram no Salão de Negócios do Minas Trend. A iniciativa faz parte do Projeto Comprador Internacional, que movimentou negócios estimados em U$265.108,29, com expectativa de novos contratos para os próximos 12 meses de U$297.500,00, por meio de encontros de negócios com 40 empresas brasileiras expositoras no evento.

Desfile Skazi (Foto: Agência Fotosite)

Gostei de saber através da Fiemg que a polonesa Katarzinia Rychlewska visitou pela segunda vez o Salão e observou o design de autor em cada um dos estandes visitados. A empresária considerou a moda brasileira muito original e colorida e com um handmade incrível. Segundo ela, quando este trabalho é mostrado na Europa de um jeito certo, todo mundo reconhece que o Brasil tem uma chancela. É o que venho ressaltando desde 2010 e comungo com o olhar de Ronaldo para a moda autoral e o handmade. Tenho levantado a bandeira da brasilidade em meus textos sobre moda, acreditando que esse é um fenômeno de convergência. E o tal do diferencial? O handmade, o criar, criar, criar com o toque pessoal mesmo que estejamos em outra realidade dos Tempos Modernos de Charlie Chaplin. A moda autoral é a nossa Ferrari para o mundo. E as palavras repletas de ênfase podem ser conferidas in loco nas passarelas mais incríveis ao redor do mundo. Como já publiquei aqui, a cada dia a indústria da moda do nosso país tenta deixar de ser refém do alter ego colonizador do europeu e a maximização de potencial do artesanato brasileiro afasta nossa arte de uma armadilha letal, neste movimento progressivo do ambiente local para o internacional.

Desfile Fátima Scofield (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

O Projeto Comprador Internacional, no âmbito da parceria CNI/Rede CIN/APEX- Brasil, já foi realizado em cinco edições do Minas Trend, sob articulação da FIEMG – Federação das Indústrias de Minas Gerais, com a colaboração de diversos estados brasileiros como Alagoas, Goiás, Distrito Federal, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte,  Pernambuco e Paraná. Nesta edição, o projeto contou com o apoio da ABIT, por meio do projeto Texbrasil. A 24ª edição do Minas Trend – Primavera/Verão 2020, realizada nos período de  9 a 12 de abril de 2019, contemplou os setores de vestuário, têxtil, bolsas e calçados, joias e bijuterias.

Desfile Patrícia Motta (Foto: Novo Fotografia)

Durante a conversa reunindo o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT), Fernando Pimentel, e o diretor-criativo do evento, o designer Ronaldo Fraga, o momento foi de analisar as propostas vanguardistas implementadas desde a edição passada na qual o norte é de um Minas Trend que pense a realidade da moda no país agora e para o futuro. E, com a palavra, o presidente da FIEMG sintetizou: sim, o cenário, pós cinco meses, apontou um crescimento de 20% no aumento do número de estandes em comparação com a edição do Salão realizada em novembro de 2018. Hoje, o Minas Trend conta com 187 marcas, em 253 estandes, com produtos dos segmentos de vestuário, joias e bijuterias, calçados e bolsas, do setor têxtil e…. a adesão da indústria cosmética.

Desfile Raquel de Queiroz (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Pela primeira vez no maior Salão de Negócios de moda do país, Minas Trend, o SINDUSFARQ (Sindicato das Indústrias de Produtos Farmacêuticos e Químicos Para Fins Industriais no Estado de Minas Gerais) apresentou seus produtos ao público. A partir de um convite feito pela FIEMG, as seis empresas mineiras que compõem o sindicato: Cheveux Cosméticos, Softhair, Alva Cosméticos, Laby Lip Care, Make More Professional e Maxiline Professional entenderam que moda + beleza andam juntas.

Reunindo os principais nomes e labels de Minas e do Brasil, o evento se tornou inovador e vanguardista em pré-lançamento, antecipando tendências e modificando o calendário da moda brasileira. O Minas Trend surgiu para fomentar a indústria da moda mineira, com o objetivo de aproximar fabricantes e lojistas e é hoje a principal plataforma de geração de negócios do setor no Brasil. A Fiemg informou que “os setores participantes do maior Salão de Negócios de moda da América Latina terminam o evento de forma otimista. As empresas expositoras são representadas, ao todo, por oito sindicatos empresariais, que também marcaram presença na feira. São eles: Sindicato das Indústrias do Vestuário de Uberlândia – SINDIVESTU;  Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Bolsas e Cintos de Minas Gerais – SINDIBOLSAS;  Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem no Estado de Minas Gerais – SIFTMG; Sindicato das Indústrias de Calçados no Estado de Minas Gerais – SINDICALÇADOS; Sindicato das Indústrias do Vestuário no Estado de Minas Gerais – SINDVEST; Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana – SINDINOVA;  Sindicato das Indústrias Têxteis de Malhas no Estado de Minas Gerais – SINDIMALHAS – Sindicato das Indústrias de Joalheria, Ourivesaria, Lapidações e Obras de Pedras Preciosas, Relojoarias, Folheados de Metais Preciosos e Bijuterias no Estado de Minas Gerais – SINDIJOIAS AJOMIG.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O setor têxtil também esteve presente no evento, com oito estandes nesta edição. Desde a edição passada, Flávio Roscoe, que também é empresário do setor, afirmou que a presença do segmento “é o começo de uma ampliação do Minas Trend para diferentes atividades industriais. A presença de vários sindicatos, tanto do interior quanto da Região Metropolitana de Belo Horizonte, é essencial para o sucesso do evento”.

Nesse meu balanço sobre os dias em que vi a roda da economia de moda girar na capital mineira, preciso ressaltar ainda a noite histórica na qual a sala de desfiles pós-apresentação do line up das grifes, se transformou em cenário para concerto de música. A apresentação da Orquestra de Câmara Sesiminas foi algo inesquecível. Foi uma das experiências mais excepcionais que pudemos todos sentir. O concerto batizado “Os clássicos estão na moda” fez uma ode à MPB, passeando por canções imortalizadas, por exemplo pela mineira Clara Nunes (1942-1983), e contou com as participações especiais de Zélia Duncan e do violoncelista Jaques Morelenbaum em clássicos do repertório de Milton Nascimento, entre composições suas e com parceiros, nos quais as letras falam de nosso país, da mulher e da garra em viver em todos os tempos. Foi de chorar ver aquele público lotar a sala e acompanhar o concerto com as aquarelas assinadas por Ronaldo Fraga em mega telão de LED em silêncio respeitoso e se levantar em uníssono e mergulhar em um mar de palmas ao final.

Uma noite emocionante para ficar na história da arte. Na passarela-palo, Orquestra de Câmara Sesiminas, Jaques Morelenbaum e Zélia Duncan (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Uma noite emocionante para ficar na história da arte. Na passarela-palo, Orquestra de Câmara Sesiminas, Jaques Morelenbaum e Zélia Duncan (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Achei fantástica a ideia da Feirinha Aproxima e soube que até o Canadá já está de olho nas framboesas mineiras de Luiz Antônio Lago, produtor rural que participa da edição, uma experiência gastronômica que incrementou o mix de atrações da 24ª edição do Minas Trend. O foco foi unir o pequeno produtor e o cliente final para que este experimente o melhor das Minas Gerais. “No nosso estado somos conhecidos. Agora, nós estamos negociando para exportar nossas frutas vermelhas até para Toronto. Quando recebemos a ligação foi emocionante. É muito bom saber que um produto direto do nosso sítio vai ganhar o mundo”, comemorou Rosana Lago, mulher de Luiz. Eles são os donos do Sítio Juranda. Há 15 anos, trabalham nos moldes da agricultura familiar orgânica, no município de Campestre e, quando a safra é farta, os vizinhos também são convocados para ajudar na colheita. Rosana produziu com muito apuro geléias sem conservantes e o próprio suco da framboesa orgânica feito na hora e servido na feira.

Pensar global e comer local na Feirinha Aproxima (Foto: Maykel Douglas)

Pensar global e comer local na Feirinha Aproxima (Foto: Maykel Douglas)

Outra inovação que eu amei nesta edição foi ver o Minas Trend celebrando com o público eclético que vislumbra o futuro da moda e da nova geração que desponta cada vez mais engajada na ideia de mover o fluxo constante para abraçar o novo. Como disse o diretor-criativo do evento, Ronaldo Fraga, para que o Brasil continue evoluindo no setor, é necessário pensar em um legado de criatividade: “Temos que fazer mais do que apenas roupas. Precisamos reavivar os sonhos”. Acreditando nessa paixão que move os profissionais de toda a cadeia produtiva, Ronaldo propôs dois desfiles coletivos, que envolveram marcas expositoras, profissionais de moda e de beleza e também cantoras. Unidos promoveram uma verdadeira festa performática no foyer do Expominas, mostrando ao público visitante que a moda é tão orgânica quanto respirar.

A cantora Jhê Delacroix abriu o primeiro dia de desfile do coletivo relâmpago, ação que visa aproximar o público da moda (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

A cantora Jhê Delacroix abriu o primeiro dia de desfile do coletivo relâmpago, ação que visa aproximar o público da moda (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Para fechar com chave de ouro. O projeto ‘Os clássicos estão na moda’, o mesmo que levou a Orquestra Sesiminas para o Expominas, recebeu a atriz Nathalia Timberg no espetáculo comemorativo de seus 90 anos, o documentário cênico Através da Iris, uma homenagem à novaiorquina Iris Apfel, ícone mundial da moda que, aos 97 anos, é empresária, designer de interiores e uma das maiores referências mundiais na arte pop e no mundo fashion. É dela o lema “More is more, less is bore”. O Teatro Sesiminas, na capital mineira ficou lotado. Minas Gerais, até a próxima! Foi bonito de ver, sentir, ouvir, degustar e mergulhar nesses dias ensolarados e oxigenados!

Nathalia Timberg em 'Através da Íris' (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Nathalia Timberg em ‘Através da Íris’ (Foto: Sebastião Jacinto Júnior)

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,