Moda & Beleza

SENAI CETIQT reformula grade curricular para atender às necessidades tecnológicas da indústria

A hora é essa: Inscrições para os cursos de graduação em Design de Moda e Engenharia Química já estão abertas

Publicado em 16/01/2019 | Por Heloisa Tolipan

Diversas pesquisas mostram que novas profissões vão surgir ao longo dos próximos anos e outras vão passar por significativas transformações. Você já parou para pensar de que forma irá acompanhar todas as mudanças que vêm por aí no mercado de trabalho?

Mantendo 70 anos de tradição na formação dos melhores profissionais para os setores de moda, têxtil, confecção e química, o SENAI CETIQT está com inscrições abertas para ingresso nos cursos de graduação em Design de Moda e Engenharia Química, com uma novidade: as grades curriculares foram totalmente reformuladas, de acordo com as necessidades reais do mercado de trabalho.

Uma comissão de educação do CETIQT se reuniu com diversos players da indústria têxtil e química para conhecer profundamente as necessidades e dificuldades na obtenção de mão de obra qualificada. Que tipo de profissional é mais demandado e em quais especializações? A partir daí, foram criadas novas disciplinas e metodologias de ensino a fim de formar profissionais completos para atuar nas corporações.

“Buscamos um direcionamento estratégico para a Educação. Queremos continuar sendo referência na capacitação de mão de obra para a indústria química e de moda. A indústria sabe que os melhores estão e estarão aqui”, afirma o diretor-executivo do SENAI CETIQT, Sergio Motta.

Sérgio Motta no telão 360 graus do recém-inaugurado Fashion Lab (Foto: Divulgação/Mônica Cardoso)

Sérgio Motta no telão 360 graus do recém-inaugurado Fashion Lab no SENAI CETIQT (Foto: Divulgação/Mônica Cardoso)

Nas novas grades curriculares, já disponíveis para os alunos que ingressarem no SENAI CETIQT em 2019, buscou-se uma interface maior com softwares e novas tecnologias. Além disso, a forma de aprendizagem mudou. A diferença do novo currículo é a metodologia. Ao invés de disciplinas, haverá unidades curriculares, permitindo assim que os alunos tenham acesso ao conhecimento de uma forma integrada, a partir de situações reais que eles encontrarão na vida profissional. A ideia é desenvolver habilidades por meio de projetos que instiguem os estudantes e promovam uma participação ativa.

“A faculdade tem a preocupação constante com a plena formação do aluno, dando a ele uma visão ampla de todo o processo produtivo, ao conhecer todas as etapas e logísticas, frente a uma economia global e um mercado flexível”, explica o gerente de Educação do SENAI CETIQT, Robson Wanka. Segundo ele, por ser um Centro de Tecnologia, a proposta da faculdade é de integração total com as áreas de pesquisa e inovação dos institutos locais.

Atuando há 70 anos em Educação e referência nas áreas de vestuário e química do país, a instituição conta com duas unidades: Barra da Tijuca e Riachuelo. Tem infraestrutura única na América Latina, com laboratórios completos usados para fins didáticos mas que também oferecem serviços tecnológicos de ponta; além de promover ações educacionais integradas. As duas plantas piloto nos moldes da Indústria 4.0Confecção 4.0 e Fashion Lab – reproduzem o ambiente produtivo industrial, possibilitando o desenvolvimento de projetos de inovação em processo e produto.

“O SENAI CETIQT sempre esteve muito atento ao que acontece no mundo com relação às tendências e como podemos dar suporte ao desenvolvimento da cadeia têxtil e de confecção. Moda é a ponta do iceberg e tangibiliza tudo o que envolve os elos da cadeia têxtil e de confecção. Estes nossos ambientes democráticos estimulam as ideias, o design, a produção e o consumo com destaque para as novas tecnologias. Mais do que nunca, o SENAI CETIQT ocupa o espaço de ser o indutor do salto tecnológico para todo o universo acadêmico e empresas”, comentou o diretor-executivo do SENAI CETIQT, Sergio Motta

Leia Mais – SENAI CETIQT inaugura Fashion Lab e Fábrica Modelo, projetos vanguardistas e baseados nos conceitos de laboratório aberto e de maker spaces sob os pilares da tecnologia, inovação e educação 

Este slideshow necessita de JavaScript.

É possível ingressar nesse time de futuros profissionais preparados para a indústria da moda por meio de prova agendada, usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – não menos de 450 pontos –, ou ainda por transferência externa. Quem já concluiu um curso de graduação pode entrar como portador de diploma. As inscrições podem ser feitas até 4 de fevereiro pelo site: www.senaicetiqt.com

Leia Mais – SENAI CETIQT viabilizando oportunidades: aluno de Design de Moda Gabriel Gil integra a nova geração de estilistas que conquista o país

 

Pesquisas relacionadas