Moda & Beleza

SENAI CETIQT inaugura Fashion Lab e Fábrica Modelo, projetos vanguardistas baseados nos conceitos de laboratório aberto e de maker spaces sob os pilares da tecnologia, inovação e educação

“O SENAI CETIQT sempre esteve muito atento ao que acontece no mundo com relação às tendências e como podemos dar suporte ao desenvolvimento da cadeia têxtil e de confecção. Moda é a ponta do iceberg e tangibiliza tudo o que envolve os elos da cadeia têxtil e de confecção. Estes nossos ambientes democráticos estimulam as ideias, o design, a produção e o consumo com destaque para as novas tecnologias. Mais do que nunca, o SENAI CETIQT ocupa o espaço de ser o indutor do salto tecnológico para todo o universo acadêmico e empresas”, comentou o diretor-executivo do SENAI CETIQT, Sergio Motta

Publicado em 20/12/2018 | Por Ana Clara Xavier

Mais um passo rumo à 4ª Revolução Industrial foi dado pelo SENAI CETIQT. No campus da instituição, bem ao lado onde está instalada a primeira Planta de Confecção 4.0, em um espaço vibrante e high tech foram inaugurados o Fashion Lab e a Fábrica Modelo, que disponibilizam, a partir de agora, experimentação de novas ideias, produtos e serviços para todos os elos da cadeia têxtil e de confecção baseada nos conceitos de laboratório aberto e de maker spaces. É a síntese do que há de mais moderno com tecnologia de ponta e sustentável com o objetivo de promover a experiência, o aprendizado e a inclusão de soluções tecnológicas de maneira colaborativa para as demandas da indústria da moda. O laboratório aberto é mais uma inovação do SENAI CETIQT visando ser um polo de soluções inovadoras, tecnológicas e sustentáveis para o diferencial competitivo do setor de forma em que haja uma simbiose entre pesquisadores, empresas, estudantes e profissionais da cadeia de valor do setor. O local é o ponto de encontro perfeito entre os três pilares que norteiam o SENAI CETIQT: tecnologia, inovação e educação para o hoje e o futuro. Estamos falando de uma revolução e que já conta com a participação de players de grandes indústrias, marcas, designers e estudantes. Como nós temos contado em nossa imersão no SENAI CETIQT, a instituição é, atualmente, o maior centro latino-americano de produção de conhecimento da cadeia produtiva têxtil e de confecção e da área Química.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“O Fashion Lab e a Fábrica Modelo representam a concretização de um sonho. O SENAI CETIQT sempre esteve muito atento ao que acontece no mundo com relação às tendências e como podemos dar suporte ao desenvolvimento da cadeia têxtil e de confecção. Moda é a ponta do iceberg e tangibiliza tudo o que envolve os elos da cadeia têxtil e de confecção. Estes nossos ambientes democráticos estimulam as ideias, o design, a produção e o consumo com destaque para as novas tecnologias. Mais do que nunca, o SENAI CETIQT ocupa o espaço de ser o indutor do salto tecnológico para todo o universo acadêmico e empresas. O Fashion Lab é voltado para o design, a criação e possui um espaço de prototipagem digital, um local de simulação de ponto de venda com um ambiente imersivo em realidade virtual. Já a Fábrica Modelo representa o que chamamos de ‘chão de fábrica’ com maquinário completo para experimentação de novas técnicas de confecção”, comemorou o diretor-executivo do SENAI CETIQT, Sergio Motta. Além do desenvolvimento de novos produtos, o Fashion Lab também contará com cursos de capacitação, workshops e rodadas de negócios abertos ao público.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os projetos do Fashion Lab e da Fábrica Modelo começaram a ser idealizados com o objetivo de trazer as empresas para trabalhar ainda mais de perto com o SENAI CETIQT. “O Sergio Motta nos propôs um grande desafio. Ele queria tornar tangível as nossas propostas para a área de moda com um ambiente onde pudéssemos beber direto desta fonte unindo empreendedores, empresários, estilistas, modelistas, enfim, todos os integrantes da cadeia têxtil e de confecção, além de professores e estudantes”, comentou o gerente do Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção do SENAI CETIQT, Fabian Diniz. Através de um espaço colaborativo, democrático e funcional, o objetivo é inspirar a criatividade de todos que contarão com espaço de prototipagem digital de novos produtos, utilizando impressoras 3D, fresadoras e máquinas de corte a laser até novas experiências de consumo com lojas virtuais com interação entre consumidor, produto e marca. Com o intuito de traçar novas soluções de automação e otimização da produção, a Fábrica Modelo ainda apresenta exemplos funcionais para melhorar todo o resultado na linha de produção de forma a evitar desperdícios.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O SENAI CETIQT é referência em fashion mentoring e a direção da instituição sentiu a necessidade de criar um espaço no qual as inovações para a criação e a produção de moda fossem exemplificadas para ajudar a posicionar as empresas da melhor forma possível. “O Fashion Lab é o resultado de algo que o SENAI CETIQT vem investindo há muito tempo. A proposta é levar para as empresas o que existe de mais inovador, pavimentando assim o caminho até o futuro da 4.0”, comentou o antropólogo, assessor da diretoria-executiva do SENAI CETIQT e curador do SENAI Brasil Fashion, Marcelo Ramos. Como frisamos, não apenas a indústria se beneficia da inauguração desses ambientes como também os profissionais do mercado e alunos, afinal, o Fashion Lab representa um universo de novas possibilidades.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E para tornar este futuro possível, o SENAI CETIQT conta com o apoio da Assintecal, Firjan, Lectra, Audaces, Instituto e, Osklen, Reserva, Nanete Têxtil, Cedro Têxtil, Canatiba, Werner Tecidos, Ciclo Ambiental.Com, Tecelagem Panamericana, Tecidaria, TexPrima, Altero, Yes Aviamentos, Munditextil, Santista Jeanswear e ITM. O presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), Fernando Pimentel, participou da inauguração e afirmou: “A consolidação deste projeto é a prova viva de que a indústria têxtil e de confecção possui um passado, presente e está construindo o seu futuro. Este ambiente democratiza as possibilidades tecnológicas, diminuiu o investimento total, aumenta a eficiência da economia e a competitividade. A parceria da ABIT com o SENAI CETIQT é total. Temos feito grandes projetos juntos. Recentemente formamos a primeira turma de MBI em Indústria 4.0. O nosso setor é dinâmico e tem uma capacidade enorme de inovação com a colaboração desta instituição e de um sistema que formou mais de 70 milhões de profissionais, levando informação e conhecimento para pequenas e grandes cidades”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Fashion Lab e a Fábrica Modelo foram desenvolvidos a partir do conceito do funcionamento de um cérebro. O lado direito aparece carregando a parte criativa como desenvolvimentos de software e ambiente de coworking onde profissionais, empresas e estudantes do SENAI CETIQT (ativos e egressos) poderão trocar experiências e até mesmo encubarem uma ideia, seja para o desenvolvimento de soluções, novos produtos, ou estratégias de sustentabilidade, por exemplo. Enquanto isto, o esquerdo traz a ideia da racionalidade, colocando em prática a criação através da utilização de tecnologias habilitadoras da 4ª Revolução Industrial, ou seja, são uma espécie de rampa que levará à Indústria 4.0. Para completar, todo o espaço é apresentado por um robô chamado Sara (SENAI’s Advanced Robotic Assistant). “Ela resume este projeto. O robô relaciona a moda com o conceito de tecnologia que queremos empregar neste espaço”, afirmou o diretor-executivo do SENAI CETIQT, Sergio Motta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O ambiente do Fashion Lab, que corresponde ao lado direito deste cérebro, foi moldado a partir do trajeto que o empreendedor deve traçar partindo de uma ideia inicial. Com o intuito de modelar e transformar aquele projeto em um negócio, o SENAI CETIQT estimula o profissional a pensar em todo o potencial de seu projeto a partir de vitrines tradicionais e virtuais dispostas no local, assim como um ambiente de experimentação de consumo onde, através de um software e um óculos 3D, a instituição simula um ponto de venda virtual na qual os consumidores podem fazer as suas comprar. Na sequência, há uma materioteca com referências e inspirações para a indústria da moda que integra fabricantes e fornecedores de componentes disponibilizando um acervo de materiais, bancos de dados online e offline e experimentação de novos produtos; espaço de player da moda para apresentar uma proposta que que tenha coerência com as novidades do mercado e as necessidades do consumidor e local de prototipagem digital, no qual as ideias podem ser validadas e planejadas desde o seu conceito até o processo de fabricação. O espaço de coworking e a sala de reuniões são perfeitos para aprimorar os projetos. Para completar, ainda há um lounge com tela de projeção 360 graus e com design inspirado em arena de basquete americano onde serão realizados workshops, palestras e apresentação de projetos. “Nós podemos desenvolver os produtos virtualmente, testar a prototipagem em impressoras 3D e 4D, escolher a matéria-prima, alinhar com as tendências e ainda idealizar a melhor forma de consumo”, comentou o diretor-executivo do SENAI CETIQT, Sergio Motta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Enquanto isso, no lado esquerdo, está localizada a Fábrica Modelo. Neste espaço, serão ofertados serviços como aplicação dos conceitos Lean, fluxo contínuo, estudo de tempos e métodos, balanceamento da célula, menor desperdício, maior produtividade; além de integração dos processos, padronização do produto com qualidade assegurada, confiabilidade nos processos, menor índice de não conformidade devido a otimização dos métodos, entre outras questões. O ambiente conta com máquinas de costura retrofitadas, mesas de corte, ambiente de modelagem e todos os elementos para uma confecção condizente ao novo mercado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A partir da inauguração, o objetivo do Fashion Lab e da Fábrica Modelo é traçar cada vez mais grandes parcerias com empresas visando levar o futuro para dentro de cada indústria. “O meu objetivo é gerar movimento neste espaço e causar a vontade de muitos participarem entendendo a nova realidade. Este é um espaço de experimentação para novas ideias, produtos e serviços. O Fashion Lab e a Fábrica Modelo nos remetem a um laboratório aberto e foram concebidos com exclusividade pelo SENAI CETIQT para a indústria da moda. Vamos experimentar conceitos e ideias e democratizar acesso às novas tecnologias”, afirmou o consultor e responsável por coordenar as ações do Fashion Lab, Bernardo Barbosa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Diversas inovações foram criadas para estes espaços e uma das mais impressionantes é o ambiente de Experimentação de Consumo. A equipe do Instituto SENAI de Tecnologia criou uma loja virtual 3D que torna o ato de compra online mais interativo e prático. Por meio da utilização de óculos 3D, os consumidores terão acesso a um ambiente virtual onde poderão comprar as peças. Em vez de usar o mouse para clicar nas peças, é só mirar com os olhos nos itens de vestuário ou acessórios que se deseja comprar. A partir daí, abrem-se duas janelas que explicam a composição do produto e mostram tamanhos e opções de cores. O objetivo é apresentar aos players do setor as possibilidades de novos pontos de interação entre consumidor, produto e marca e jornada do usuário em estratégias físicas e digitais de engajamento. Para esta demonstração, o SENAI CETIQT criou a sua loja própria com calças, bermudas, sapatos e camisetas disponíveis em várias cores. O software desenvolvido pode ser instalado em celulares através de aplicativos que ficariam disponíveis na Apple Store, por exemplo. O futuro é agora!

Veja mais registros da tarde de inauguração do Fashion Lab e Fábrica Modelo no SENAI CETIQT:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Pesquisas relacionadas