Moda & Beleza

SENAI CETIQT inova em Aula Magna de Engenharia Química para a geração millennial

“Estamos falando diretamente com a geração millennial formada por jovens que nasceram com a tecnologia em suas mãos. Isto faz toda a diferença. Nós, no SENAI CETIQT, trabalhamos muito com este princípio para que o nosso curso de Engenharia Química seja diferenciado e, por isso, estamos construindo um caminho inovador para os nossos futuros profissionais. Espero que cada um consiga aproveitar todas as iniciativas oferecidas", afirmou o diretor executivo do SENAI CETIQT, Sérgio Motta

Publicado em 15/08/2018 | Por Ana Clara Xavier

Foi dada a largada para mais um semestre do ano letivo de 2018 e, para comemorar a volta às aulas, o SENAI CETIQT preparou uma programação especial. Nesta quarta-feira, os estudantes de Engenharia Química receberam as boas-vindas de uma forma completamente diferente e inovadora. A Aula Magna, no auditório do campus da unidade do Riachuelo, contou com jogos interativos, memes ilustrativos, stand up comedy, palestra de especialistas no setor e ainda sessão de cinema com direito à pipoca e refrigerante com reflexão sobre invenções. A programação deu start ao novo período e ainda apresentou todas as iniciativas que o estudante tem acesso ao fazer parte da instituição como Programa de Mentoria, Programa de Estágio, Capacitações Gratuitas, Programa de Iniciação Científica e ainda Programa de Monitoria. O resultado deste encontro inovador foi total interação para começar esta mais nova etapa com o pé direito.

Leia Mais: Em busca de um mercado mais inteligente e competitivo, SENAI CETIQT promove MBI em confecção 4.0 para propagar conceito do futuro no setor

“Estamos falando diretamente com a geração millennialformada por jovens que nasceram com a tecnologia em suas mãos. Isto faz toda a diferença. Nós, no SENAI CETIQT, trabalhamos muito com este princípio para que o nosso curso de Engenharia Química seja diferenciado e, por isso, estamos construindo um caminho inovador para os nossos futuros profissionais. Espero que cada um consiga aproveitar todas as iniciativas oferecidas. Estamos criando uma direção que, por meio da ajuda da Associação Brasileira da Indústria Química e outros grandes parceiros, os nossos estudantes realmente já vão sair com a chance de um bom emprego. Vale a pena estudar no CETIQT, esta Faculdade com certeza será um diferencial no currículo de cada formando”, afirmou o diretor executivo do SENAI CETIQT, Sérgio Motta.

Sérgio Motta, diretor executivo do SENAI CETIQT, abriu a Aula Magna interativa (Foto: Heloisa Tolipan)

Sérgio Motta, diretor executivo do SENAI CETIQT, abriu a Aula Magna interativa (Foto: Heloisa Tolipan)

O clima descontraído começou logo com a participação do comediante Alisson Castro, que foi o responsável por interferências divertidas. Com muitas brincadeiras, ele falou um pouco da vida do universitário e apresentou os diferenciais do SENAI CETIQT, como capacitações gratuitas ao longo do curso, Programa de Iniciação Científica, Programa de estágio , Programa de Monitoria com grandes personalidades do mercado. Em seguida, a professora de inglês da instituição, Thais Lopes, fez uma dinâmica com os professores e estudantes utilizando um jogo de perguntas e respostas online, o Kahoot!, com o intuito de identificar as ambições dos futuros profissionais – que acabaram destacando a busca pelo conhecimento, pela evolução e pela estabilidade no mercado de trabalho. “O objetivo do SENAI CETIQT é formar profissionais capacitados, mas também queremos formar pessoas que tem empatia e buscam se reinventar todos os dias, como a gente”, comentou Thais. Pura interação multimídia.

Leia: SENAI CETIQT produzindo sonhos: O ex-aluno da faculdade, Altair Santo, possui carreira de renome internacional 

Thais Lopes é professora de inglês da instituição (Foto: Heloisa Tolipan)

“Esta aula foi inovadora, muito diferente e contagiou todo mundo, porque conseguiu falar a linguagem dos jovens. Nós motivamos e inserimos os alunos a partir do momento que saímos do eixo clássico de raciocínio. Desconstruímos o lado formal da sala de aula”, comentou a coordenadora do curso de Engenharia Química, Marcia Martins Castoldi. Outra dinâmica diferenciada foi o cine pipoca. Os universitários receberam pipoca e refrigerante para assistir ao filme americano Golpe de Gênio, direção de Jeff Balsmeyer, baseado em uma história real e estrelado por Jeremy Renner e Dallas Roberts. O longa conta a história de dois amigos que estão tentando desenvolver vários novos equipamentos, mas nunca conseguem o êxito em suas invenções. No entanto, a persistência levou ao sucesso da dupla. “O nosso objetivo é mostrar para eles a necessidade de empreender e desenvolver produtos. Não precisa necessariamente estar vinculado a uma empresa, pode ter a sua própria. Queremos instigá-los a criar e ter as suas próprias ideias”, analisou Marcia. Ao final da apresentação, quem selecionasse a melhor frase de empreendedorismo receberia um prêmio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: “União de forças: SENAI CETIQT faz parceria com Abit e apresenta no InspiraMais Planta de Confecção 4.0 que promete revolucionar o consumo e a produção de moda”

Com as brincadeiras e interações, o SENAI CETIQT conseguiu informar aos seus estudantes dos variados programas que a instituição oferece para complementar o aprendizado dos futuros profissionais. Durante as palestras, o diretor Sérgio Motta ainda aproveitou para fazer um anuncio especial. A partir de agora, a instituição inicia uma parceria internacional com a Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. “Iremos selecionar alguns alunos para participar deste projeto e um dos critérios de escolha será o coeficiente de rendimento, por isso é muito importante que eles se dediquem muito ao longo do curso. A partir de agora, a cada fim de curso, vamos escolher alguns estudantes para viajar conosco”, informou. Além deles, os professores também terão direito de embarcar nesta busca pelo conhecimento. O programa trata-se de uma visita ao Vale do Silício para conhecer mais o local e se inspirar pelas inovações idealizadas pela instituição estrangeira.

Leia também: Nova revolução industrial nas fábricas de roupa vira atração na Olimpíada Do Conhecimento 

Alisson Castro foi o responsável por animar os alunos com stand up comedy (Foto: Heloisa Tolipan)

Alisson Castro foi o responsável por animar os alunos com stand up comedy (Foto: Heloisa Tolipan)

Além desta parceria internacional, o SENAI CETIQT também tem uma grande preocupação em estar alinhado às necessidades da indústria. Para isso, a instituição tenta, a cada dia, viabilizar novos projetos nos quais o lado acadêmico e o industrial trabalhem juntos. O exemplo disto é o Fashion Lab. “Este será o espaço no qual experiências mágicas irão acontecer, pois teremos grandes empresas desenvolvendo planos junto com os alunos e o Instituto de Inovação”, afirmou Gabriela Braga, assessora do CETIQT. Esta iniciativa consiste em um ambiente altamente computadorizado com diversas máquinas de ponta para resolver problemas das empresas e promover melhorias em suas coleções de roupas, por exemplo. Apesar de carregar no nome um termo referente à moda, o laboratório também abre as portas para a galera de exatas. “Uma parte muito importante deste projeto é totalmente voltada para a química, como o desenvolvimento de tecidos para torná-los ainda mais funcional. O estudante encontrará impressoras 3D, 4D e diversas outras tecnologias para auxiliar no seu trabalho. Há muitas coisas que podem ser levadas em consideração e atrair os alunos de engenharia”, explicou Sérgio Motta. Com inauguração prevista para outubro, o Fashion Lab vai aprofundar os conhecimentos de sala de aula e ainda proporcionará a criação de uma rede de relacionamentos para os estudantes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entenda: SENAI CETIQT: Alunos já saem com capacitação para o mercado. Venha saber tudo sobre o vestibular 2018/2!

Outra iniciativa fundamental para a formação do aluno SENAI CETIQT é o Programa de Mentoria, que começou a ser colocado em prática recentemente e mesmo assim já se tornou referência. “Esta iniciativa significa que nós estamos inserindo os universitários em uma rede de comunicação de engenheiros químicos que já trabalham no mercado de trabalho”, afirmou Sérgio Motta. O projeto é optativo e oferecido para estudantes a partir do sétimo período dos cursos de Design de Moda e Engenharia Química. Sendo assim, os aprendizes têm a oportunidade de conhecer CEOs e representantes de grandes empresas que os ajudam a montar um plano de carreira. “Temos o caso de sucesso de uma aluna que tinha dúvida em participar do Programa de Mentoria. Ela já estava no último período e ficou preocupada que o curso prejudicasse a sua pesquisa para a monografia. Mas resolveu topar o desafio e, no final do período, acabou sendo contratada pelo mentor”, relembrou Marcia Martins Castoldi.

Leia: SENAI CETIQT recebe troféu The Winner 2018 ratificando notoriedade internacional

Marcia Martins Castoldi é coordenadora do curso de Engenharia Química (Foto: Heloisa Tolipan)

A atitude do profissional é muito importante no momento no qual ele ingressa no mercado de trabalho e o SENAI CETIQT contribui para que os universitários saibam exatamente o que fazer e qual trajetória de carreira percorrer. “Acho muito importante esta preocupação do SENAI em formar grandes profissionais. Temos que ter centros de excelência como este para mudar o país. Nós admiramos um engenheiro brasileiro com extensa capacidade de pesquisa e investigação. Os profissionais vão atrás de livros para resolver o problema e propõem soluções diferentes”, comemorou Luiz Eduardo Ganem Rubião, engenheiro químico fundador e CEO da Chemtech até 2010 e da Radix até 2017. Rubião foi o empresário escolhido para dar seu depoimento e motivar os universitários durante a Aula Magna e ele ainda participa do Programa de Mentoria.

Leia: SENAI CETIQT tem participação efetiva na Febratex, maior feira de tecnologia para a indústria têxtil das Américas

Luiz Eduardo Rubião falou sobre as mudanças exponenciais na formação e na carreira dos engenheiros químicos (Foto: Heloisa Tolipan)

Luiz Eduardo Rubião falou sobre as mudanças exponenciais na formação e na carreira dos engenheiros químicos (Foto: Heloisa Tolipan)

Junto com parceiros e um corpo acadêmico de excelência, o SENAI CETIQT faz um trabalho cuidadoso e milimetricamente calculado visando o sucesso do ensino e a chegada do aluno ao mercado profissional. Além dos projetos inovadores, a instituição está equipada com diversas tecnologias. O curso de Engenharia Química, por exemplo, conta com laboratórios de Biotecnologia, Química Ambiental, Química Geral e Analítica, Química Orgânica, Iniciação Científica e ainda temos o de Engenharia Química. “A nossa excelência é formar profissionais voltados para o que a indústria quer, porque muita gente sai da faculdade precisando fazer cursos para se capacitar e entrar no mercado de trabalho. Nós temos uma comunicação direta com a ponta desta cadeia e, inclusive, a partir do ano que vem teremos um novo currículo que foi reformulado com a ajuda dos empresários. Os estudantes terão, mais do que nunca, o conhecimento total de diversas unidades de competência como simulação de processos, programação e gestão. Tudo está voltado para o mercado”, afirmou Marcia Martins Castoldi.

Saiba: SENAI CETIQT: professores do curso de design de moda lançam livro que traça panorama do setor têxtil no Brasil

Este slideshow necessita de JavaScript.

Saiba mais sobre os cursos

Atendimento SENAI CETIQT (21) 2582-1001
ENGENHARIA QUÍMICA 
    • Unidade: Riachuelo
    • Turno: Manhã
    • Horário: 7h às 13h
    • Início da Turma: 30/07/2018
    • Fim da Turma: 15/12/2018
    • Carga Horária: 10 Semestres

Pesquisas relacionadas