Moda & Beleza

Inspiramais 2020_II: ‘Zen’ permeia os 10 anos do Salão de Design e Inovação de Materiais da América Latina

Conceito oriental surgido na China no século VII é usado aqui no sentido de estar sempre presente e de prestar atenção em tudo com visão de 360 graus e permeou a edição do Salão realizado nos dias 4 e 5, no Centro de Eventos Pró Magno, em São Paulo

Publicado em 07/06/2019 | Por Heloisa Tolipan

O Inspiramais está de parabéns. Há dez anos se mantém firme e forte como o Único Salão de Design e Inovação de Materiais da América Latina. Cada vez mais sólido, por sinal: ao longo dessa primeira década de existência só cresceu com um frescor de inovador, sempre, reunindo designers, empresários, profissionais da moda e players das indústrias de calçados, bolsas, acessórios, vestuário e móveis de Norte a Sul do país e do exterior interessados nas inspirações para roupas, calçados, bijuterias, design de móveis e outros segmentos ligados à moda e até ao setor automobilístico e do universo dos pets, que não para de crescer nesse país. Ao todo, cerca de mil materiais inovadores foram apresentados durante esta edição histórica do evento, o Inspiramais 2020_II, realizado entre os dias 4 e 5 de junho, no Centro de Eventos Pró Magno, em São Paulo.

Mais de 180 expositores de Norte a Sul do país ofereceram soluções em solados, acessórios, tecidos, laminados e couros, entre outros produtos. As palestras abordaram temas como inovação, sustentabilidade, marketing digital, startups e pesquisa, sempre voltados para o mercado e a cadeia da moda. O Inspiramais é promovido pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira (Texbrasil), Brazilian LeatherBy Brasil Components, Machinery and Chemicals e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Leia aqui – Inspiramais 2020_II: Norteado pelo tema “Zen”, um olhar sobre vínculo, tempo e relação humana

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em entrevista ao site Heloisa Tolipan, o pesquisador, designer e coordenador do Núcleo de Design da Assintecal, Walter Rodrigues, disse que acredita que o principal avanço do Inspiramais nesses anos foi seu crescimento: “A gente organizou o mercado. Esse é a realização mais importante do Inspiramais. Por exemplo, na Francal, quando você dá uma olhada no que as marcas de produtos estão apresentando, observa que a linguagem do Inspiramais está lá. Isso é muito gratificante. Você entende que existe hoje uma percepção do entendimento da tendência, das cores, da textura, do discurso. Isso é bem bacana”.

Walter Rodrigues, coordenador do Núcleo de Design do Inspiramais

Leia aqui – Minas Trend: Durante palestra de Walter Rodrigues, o start de Inspirações 2020_II norteadas pela palavra-chave Zen

Walter Rodrigues e os consultores do Núcleo de Design do Inspiramais usam a Metodologia da Pirâmide, entre tantos pontos relevantes, para estudar e compreender quem é e como se comporta o consumidor (afinal, os produtos são criados para ele e são as necessidades e os desejos dele que a indústria da moda precisa suprir). Explicando: a pirâmide representa a totalidade do mercado de moda (100%). Pegue esse sólido geométrico e divida-o em três partes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A primeira fica no topo e ocupa 10% do volume total. Ela representa o começo do processo e corresponde ao nascimento das ideias. É nesse estágio que, baseado em uma pesquisa realizada para determinar objetivos e sistematizar a inovação e a experimentação, são criados produtos que servirão para fomentar o desejo de gente muito bem informada sobre moda. O tema central foi “Zen” sob duas vertentes: vínculo e tempo. Se no “Play” nos conscientizamos sobre a questão de vivermos tempos difíceis no mundo todo e, por isso, a necessidade de algo mais lúdico aliado à ideia de apertar o botão e acelerar na criatividade e no fazer diferente, a máxima “Zen” vai nos conduzir a uma viagem sobre nós, como indivíduos, e também como parte integrante de um mundo. Ou seja: o individual e o coletivo como tônicas de reflexões.

“Esse primeiro estágio tem na palavra ‘zen’ o seu desenrolar de referências para o Conexão Inspiramais 2020_II, em que estar presente é a nova regra e em que o essencial é algo que beneficia as empresas, o consumidor e, principalmente, o planeta. A máxima “zen” vai nos conduzir a uma viagem sobre nós, como indivíduos, e também como parte integrante de um mundo. Ou seja: o individual e o coletivo como tônicas de reflexões. Observamos essa postura em diferentes contextos, como no desfile da Balenciaga para o verão 2019, no qual o ser humano é o destaque em um mundo sem limites, ou no discurso de Miuccia Prada exaltando o desejo de liberdade paralelamente a um extremo conservadorismo, criando um choque entre esses dois opostos em sua coleção”, comenta Walter Rodrigues durante uma palestra concorridíssima. Ele ressalta a importância de “a regra principal dessa nova ordem: estar presente. É participar e interagir em 360 graus em todas as interfaces de um produto, tais como o planejamento, criação e execução de uma ideia”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Também notamos essas influências no trabalho dos artistas Alex Katz e Ron Mueck, que exploram o cotidiano suave e contemplativo em obras hiper-realistas, assim como nas fotografias de Felipe Morozini, que destaca o ser humano em meio à paisagem urbana de São Paulo”, observa Walter Rodrigues.

Os 10% se dividem em dois temas criativos: vínculo e tempo. Quando observamos as influências do tema vínculo, tratamos do valor das conexões entre produtos e consumidores, exaltando a essência das matérias. (Um exemplo é o trabalho de marcenaria de Morito Ebine, que projeta móveis para durar no mínimo o mesmo tempo de vida da árvore da qual foi extraída a madeira para sua fabricação.) Walter Rodrigues acrescenta que “essa também é a filosofia da monja coreana Jeong Kwan, protagonista da terceira temporada da série “Chef’s Table”, da Netflix. O respeito à matéria, sua qualidade e sua origem são fundamentais para as refeições que prepara” – ressalta. – “Nesse contexto, a madeira se torna protagonista e é referência para o desenvolvimento de texturas e acabamentos. É incorporada em saltos, acessórios e detalhes no design de mobiliário. Cria produtos encantadores quando utilizada com a técnica de encaixe da marchetaria”. Ser prático, realista e objetivo é uma atitude que desenha outra influência fundamental para o tema vínculo: o pragmatismo. Inspiração para couros estruturados, atanados ou vegetais, ricos por seu toque e visual natural. Ideal para calçados e acessórios que priorizam o acabamento com corte a fio, dispensando forrações e dublagens. Assim como os tramados sinônimo de elegância, sofisticação e memória artesanal quando aplicado como técnica na elaboração de produtos de moda. As palavras mais importantes para o desenvolvimento de produto no tema vínculo são: madeira, encaixe, pragmatismo e trama.

Completando as inspirações de pesquisa vamos falar agora sobre o tema tempo, pois acreditamos ser urgente repensar processos descobrir novas formas de aproveitamento do que já existe, fortalecendo a ideia de que sustentabilidade é um novo padrão de qualidade. O trabalho do fotógrafo sueco Hans Strand, premiado por fotos de paisagem em que retrata a força do tempo sobre a natureza, é mais uma fonte de inspiração. Na última década, produziu imagens que provocam a reflexão sobre nossa responsabilidade com o planeta. “Outro ponto importante é o documentário ‘Planeta Água’, co-dirigido por Yann Arthus-BertrandMichel Pitiot, que narra a relação dos seres humanos com o oceano”, frisa Walter Rodrigues.

Palavras como ‘corrosão’ são inspiradoras para o desenvolvimento de acabamentos de produtos nos quais texturas e padrões têm aspecto irregular, como se sofressem ação do tempo. ‘Orgânico’ também nos inspira ao permitir explorarmos seus detalhes na criação de acessórios, joias, calçados e roupas que parecem ser organismos em transformação. É fundamental colocar em prática também a palavra ‘pós-fóssil’, que abre caminho para pensarmos a utilização de materiais descartados que mudem o contexto da matéria-prima e mascarem sua função original.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Last, but not least, o plastiglomerado e sua estética de misturas e aglomeração de materiais.  Ele permite novas experiências com a matéria-prima visível nos projetos de solado da marca United Nude, por exemplo, e nas texturas de objetos de decoração e aviamentos. Um projeto inspirador é a luminária Currupio, de Érico Gondim e Estúdio Ratorói, desenvolvida com o processamento de plásticos descartados, criando uma variedade única de cores, formas e texturas. “As palavras que orientam o tema tempo são ‘corroído’, ‘orgânico’, ‘pós-fóssil’ e ‘plastiglomerado’. Para a cartela de cores do 10%, enfatizamos a utilização do cinza, do verde e do marinho para a temporada 2020_II do Conexão Inspiramais”, conclui Walter Rodrigues.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os 30% vêm em seguida. Essa fase é resultado do estudo da aceitação dos produtos sugeridos no começo (os 10%). Dependendo dos resultados, a criação se alinha com o processo industrial. A modelagem e a fabricação obedecem a uma ficha técnica definitiva. Como mostramos aqui no site, o “Play” chegou às lojas e já está sendo processado pelos consumidores de moda! O que era inspiração já se traduz em coleções abrangendo toda a cadeia dos setores de moda, calçadista e moveleiro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O tema Play, referência que conduz a pesquisa de informações nesse segundo estágio da pirâmide, é alegre, divertido, otimista e encantador. A pesquisa está dividida em três vertentes: reconfiguração, referências aleatórias e expressionismo. “Vamos começar falando sobre reconfiguração. Ela tem como influência a ideia de repensar, configurar novamente mudando as características anteriores ou reprogramando as atuais. Essa postura fica evidente nos produtos, pois temos a busca por maneiras novas e inusitadas de redesenhar a forma dos objetos e a curiosidade por testar e aplicar texturas divergentes”, comenta o coordenador do Núcleo de Design do Inspiramais.

Há diálogo entre liberdade de usar, criatividade e identidade. Tudo expressa novo jeito de ser

Para se ter uma noção, a Dior lançou uma releitura do clássico tailleur Bar que é o exemplo perfeito que que diz Walter Rodrigues sobre a busca por maneiras novas de se redesenhar a forma dos objetos: “A ideia de tailoring da Dior está dizendo isso. O embasamento que eles estão dando para o tailleur Bar, faz o corpo feminino ficar, de novo, com a silhueta renovada. Mas, ao mesmo tempo, a gente tem uma nova alfaiataria que mistura a estrutura com a moulage. A liberdade é também estrutural, criando, assim, situações bem interessantes de interpretação desse clássico com uma releitura completamente renovada”.

Observamos também a presença da cortiça como protagonista na textura dos objetos, criando possibilidades elegantes para acabamentos, objetos de decoração, mobiliário, acessórios e até produtos para o e até produtos para o mercado pet. Outra inspiração importante é o papel e seu desdobramento em modelagens, texturas amarrotadas para couros, laminados e tecidos, criando novas possibilidades estéticas para o mercado de moda e decoração.

O tema seguinte são as referências aleatórias, em que as influências do universo urbano são a grande sacada para o desenvolvimento de estampas, modelagens e acessórios para um mercado jovem e curioso por novas conexões com seus produtos: “Aqui é fundamental utilizar a técnica de colagem, de camadas sobrepostas com imagens variadas ou mesmo nas combinações de cores e materiais para os calçados”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ainda nos 30%, temos o tema expressionismo. Nessa inspiração artística e cultural de vanguarda, buscamos elementos para compor e criar novos produtos observando a possibilidade de movimento para texturas, pinceladas em tecido, calçados, decoração e estamparia. Também exploramos as texturas marmorizadas, em que técnicas de tie dye são protagonistas. Dentro da ideia do expressionismo, precisamos repensar a ideia da cor. O consumidor de hoje escolhe pela tela do telefone. Temos uma nova palavra: instagramável. É horrível, mas significa uma mudança de comportamento. A foto tem de ser instagramável, o produto tem de estar numa condição angular que fique perfeito no celular. Não tem saída. A cor vai ser mais importante na tela que no produto. A tela vai conquistar o consumidor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A etapa dos 30% se encerra com o plissado. Essa técnica de pregas é fundamental para o acabamento de produtos e objetos pensados no tema expressionismo, pois gera movimento e volume em produtos para decoração, acessórios e principalmente tecidos. “As palavras fundamentais para o tema Play são reconfiguração da forma, new tailoring, cortiça, dobradura, papel, colagem, pincelada, marmorizado, tie dye, movimento e plissado. A cartela de cores do 30% reflete os temas e seu otimismo. Importante dar atenção para tons de laranja, azul e cinza nas composições de cores dos produtos”.

Uma questão se impõe ainda nessa etapa. Diante de consumidores evoluídos, que exigem saber de onde vem o material com que são confeccionados seus acessórios e roupas, para onde vai o descarte etc, é fundamental saber como a moda, considerada a quarta indústria mais poluidora do mundo, vai trabalhar uma janela de vidro tão negativa. “A gente entende que o problema é no design. Se vou projetar uma roupa, um sapato ou um cinto, já tenho que pensar o que vai sobrar de matéria, o que vai ser feito dessa matéria. Inclusive o processo reverso. Se não entendermos que o lixo é um erro de design, vamos continuar na mesma. A responsabilidade está conosco, os designers”, ressalta Rodrigues.

As palavras fundamentais dentro do tema play, são: reconfiguração da forma, new tayloring, cortiça, dobradura, papel, colagem, pincelada, marmorizado, tie dye, movimento e plissado. A cartela de cores do 30% reflete os temas e seu otimismo. Importante dar atenção para tons de laranja, azul e cinza nas composições de cores dos produtos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O projeto Conexão Inspiramais promove o desenvolvimento de materiais que tenham a capacidade de transmitir valores essenciais e verdadeiros ao consumidor, algo fundamental para que as empresas obtenham sucesso. É o resultado de um ciclo que começa com um estudo das inspirações, a partir de referências de moda, elaborado pelo Núcleo de Design do Inspiramais. E segue envolvendo a participação de empresas que recebem orientação para criar e desenvolver materiais inovadores em design, tecnologia e sustentabilidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Está certo. Vamos finalizar a pesquisa falando das referências que desenham os caminhos da base da pirâmide, os 60%, que têm no tema Alquimia seu desenrolar de produtos e conceitos inspiradores.

“É aqui que as palavras atômico e dinâmico criam caminhos para o desenvolvimento de produtos. Quando pensamos no tema atômico, entendemos a importância das matérias e sua relevância nas modelagens de produtos da coleção, como na palavra disforme, onde vamos buscar características de produtos macios e leves, que exploram o caimento e a flexibilidade dos materiais ou das linhas orgânicas para o desenho dos produtos”, explica Walter Rodrigues. “Devemos nos orientar também pela palavra ultra verniz e a força desse visual brilhoso ao extremo em calçados, acessórios, confecção e matéria prima.

Outro ponto importante para explorar é o visual plastificado com materiais translúcidos ou coloridos para detalhamento ou composição de produtos. Ótima referência para acessórios, confecção e mobiliário. Os metalizados aparecem com força na confecção, nos acessórios e nos calçados, sendo fundamentais para compor o tema atômico”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os materiais holográficos transformam qualquer modelagem, pois, com a interferência da luz, podem gerar imagens em três dimensões, encantando os clientes que estão à procura de um visual inusitado. E tem o néon, a cor elétrica da estação, perfeita para acessórios, calçados e confecção. Indicamos combinar com desenhos estampados como os de animal print.

Encerrando o tema atômico, temos a inspiração ultra franja, que vem decorando calçados e bolsas como um detalhe que agrega valor aos produtos, sendo explorada no design de mobiliário ou enfeitando, de forma artesanal, roupas e acessórios. De acordo com Walter Rodrigues, as palavras a que devemos estar atentos no tema atômico são disforme, ultra verniz, plastificado, metalizado, brilho, holográfico, néon, animal print e ultra franja. “Vamos encerrando essa temporada com o tema dinâmico, em que forma e função precisam estar cada vez mais inseridas no desenvolvimento de novos produtos. Temos como inspiração os elementos pensados com design tubular, ideal para criação de metais, acessórios e elementos decorativos”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O xadrez é outra inspiração importante. Propomos utilizar de maneira disruptiva, reconstruindo em diferentes desenhos a aplicação, sobrepondo ou até mesmo pensando em jacquard 3D para enriquecer as texturas. A função de impermeabilidade é o principal fundamento técnico do tema dinâmico. Materiais devem propor essa funcionalidade para calçados, acessórios e roupas. Inspirados no tema uniforme, propomos observar atentamente as modelagens com influência militar para a confecção e, nos acessórios, os detalhes de produtos com referências ao universo dos esportes de aventura.

Neste cenário, ainda temos o workwear e o jeans como influência constante para roupas, calçados, acessórios e mobiliário. “As palavras que precisamos ter em mente no tema dinâmico são tubular, xadrez disruptivo, impermeável e uniforme. A cartela de cores dos 60% transmite a energia dos conceitos atômico e dinâmico para sua coleção. Assim, encerramos a temporada de 2020_II e acreditamos que a decodificação das referências e o exercício de criação integrado com a metodologia da pirâmide, facilitará a construção da sua coleção de produtos”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quando chegamos aos 60%, é o momento de estabelecer a produção rápida e lucrativa, tendo recebido os “selos” da experimentação (nos 10%) e do processamento (nos 30%). Ou seja, são as etapas anteriores que fornecem as ferramentas que facilitarão a aceitação e o consequente sucesso comercial dos produtos no mercado. Já os produtos que se tornam referência da empresa necessitam ser constantemente atualizados. Isso se faz através da atualização do ranking, implementando a venda de produtos novos que substituem aqueles que já não têm apelo de mercado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Zen na moda – Criação

As inspirações vêm da natureza, mais uma vez, reconectando o ser humano com a realidade, com os impactos e com a conscientização. De acordo com Walter, “A regra principal dessa nova ordem é estar presente. É participar e interagir em 360 graus, em todas as interfaces de um produto tais como o planejamento, criação e execução de uma ideia. Afinal, o design não faz milagres.” Para isso, algumas referências ajudam a dar o start para as próximas coleções:

– Texturas, formas e acabamentos singulares deverão ser observados como ponto de partida para a criação de produtos.

– O caimento das matérias, a força das modelagens essenciais e atemporais define um novo olhar, mais suave e delicado, indicando um tempo de contemplação.

– O mar, a superfície da Terra e o humano que transita por eles se conectam, criando novos modelos de exploração e cuidados, atentando para o futuro.

– Corrosão, aspectos enferrujados, graxos, pós-fóssil – é a ação do homem sobre a terra e a ação da natureza sobre o legado que o homem vai deixando.

– Resíduos inorgânicos e a ação da natureza sobre eles, inspiram texturas, acabamentos e formas.

Assim, vinculamos a ação do tempo sobre tudo o que toca o solo, as águas, com o movimento de reconexão com o ser humano e a própria natureza, resultando no Zen, em cores, formas e sentimento.

Conheça o Salão e viva essa experiência.

Inspiramais 2020_II

Data: 4 e 5 de junho de 2019

Local: Centro de Eventos Pro Magno

Endereço: Av. Profa. Ida Kolb, 513 – Jardim das Laranjeiras, São Paulo – SP

Informações e inscrições: www.inspiramais.com.br

Promoção – Inspiramais é promovido pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Tem patrocínio da Cipatex, Altero, Bertex, York, Advance Têxtil, SappiDinaco, Wolfstore, Caimi&Liason, Brisa, Intexco, Tecnoblu, Cofrag, Colorgraf, Endutex, Componarte, Branyl, Suntex, Sultextil e Aunde Brasil e conta com o apoio da ABEST, ABIACAV, Abicalçados, IBGM, Instituto By Brasil (IBB), In-Mod, ABVTEX, Ápice, Abimóvel e Guia JeansWearbyStyle WF e Francal.

 

 

 

 

 

 

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,