Cinema & TV

Vladimir Brichta invade as telonas: do palhaço Bozo ao malandro carioca do século XX. Temos os detalhes!

No ar em “Tapas e Beijos”, o ator assumiu o papel do famoso palhaço após saída de Wagner Moura do projeto

Publicado em 21/05/2015 | Por Lucas Rezende

Criado nos Estados Unidos e importado pelo SBT para o Brasil, o famoso palhaço Bozo é muito mais que o bordão “dá uma bitoca no meu nariz!”. Tem muita história por trás daquelas tintas. Dos três intérpretes durante os programas originais – de 1989 até 1991 -, Arlindo Barreto é o que chama mais atenção pelo que viveu: enquanto animava as crianças de segunda à sexta-feira, mergulhava nas drogas, não conseguiu dar atenção devido ao filho e hoje atua como pastor evangélico. A trajetória chamou atenção do roteirista Luiz Bolognesi e vai virar um filme, “Vida de Palhaço” – qualquer lembrança com a música quase que homônima do palhaço Carequinha não é coincidência.

Bozo (Foto: Reprodução)

Bozo (Foto: Reprodução)

Em fevereiro de 2014, Wagner Moura – à época envolvido com o lançamento de “Praia do Futuro” -, foi confirmado no papel do protagonista. Um ano se passou, e as coisas mudaram. Wagner alegou problemas de agenda, já que se prepara, dentre outros trabalhos, para se envolver no remake de “Magnificent Seven”, ou “Sete Homens e Um Destino”, em português. No lugar, foi escalado Vladimir Brichta, o Armani de “Tapas e Beijos” (TV Globo), vai dar vida ao palhaço, de acordo com a coluna “Gente Boa”, do Jornal “O Globo” . A direção continua a cargo de Daniel Rezende, nome que também esteve por trás dos longas Cidade de Deus” e “Tropa de Elite”.

Leia também: Wagner Moura vai ser estrela do remake de “Sete Homens e um Destino” ao lado de Denzel Washington e Chris Pratt

E HT lembra que enquanto as filmagens de “Vida de Palhaço” não começam, Brichta já pode ser visto nos cinemas com “Muitos Homens Num Só”, que teve seu trailer lançado recentemente (só dar play abaixo).  No longa, Antônio é um malandro do Rio de Janeiro antigo, que vive de pequenos furtos em hotéis da urbe. O filme ganha corpo quando o protagonista se apaixona por Eva (personagem de Alice Braga), e, além de precisar de fugir do marido dela, terá que tomar cuidado com Félix Pacheco (Caio Blat), que busca capturá-lo.

As expectativas para longa, que chega aos cinemas no dia 25 de julho, é grande visto seu desempenho no Cine PE 2014, que ganhou um total dez prêmios (entre atriz e direção). A direção é de Mini Kerti, da Conspiração Filmes, que é especialista em peças publicitárias e está estreando em um longa de ficção.

Pesquisas relacionadas