Cinema & TV

Um papo com Adriana Birolli sobre Lorena, sua jornalista em “Totalmente demais”, e imprensa marrom: “Sempre existe aquela pessoa mais venenosa”

A atriz conversou com HT sobre seus planos para 2016 e como mudou a forma de encarar a sua relação com a mídia desde o início da carreira

Publicado em 12/01/2016 | Por João Ker

No ar em “Totalmente demais” como a temível e venenosa jornalista Lorena Domingos, Adriana Birolli tem colhido os louros do seu trabalho. Em um recente papo com HT, no qual adiantou que tem planos de voltar ao teatro ainda este ano e já finaliza os detalhes de uma próxima peça, a atriz fez um balanço geral de como tem sido a sua experiência na novela dirigida por Luiz Henrique Sinos e escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm.

“A novela está com uma resposta deliciosa. É uma novela das 19h, com humor e acho que o fato de ser uma fábula moderna pegou muito com o público e o fato de a Lorena aprontar muito também acredito que tenha ajudado a cair no gosto popular. As pessoas me param na rua e falam ‘Ah, adoro quando você apronta!’. Ela é uma vilã, sim, mas pelo menos ainda não matou ninguém. Eu tenho uma resposta de que o público se divertir bastante, como se tivessem algo para assistirem e relaxarem quando chegam em casa”, riu a atriz, acompanhada do namorado, Alexandre Contini.

Adriana Birolli vive a jornalista tendenciosa Lorena Domingos em "Totalmente demais" (Foto: Divulgação)

Adriana Birolli vive a jornalista tendenciosa Lorena Domingos em “Totalmente demais” (Foto: Divulgação)

Adiantando que, em breve, a jornalista fictícia promete causar ainda mais alvoroço na trama, HT pergunta a Adriana se, em sua relação com a imprensa, ela já passou por alguma das tramoias que protagoniza na TV. “Claro, acho que não há ninguém que esteja em um lugar de visibilidade e não passe por isso. Em maior ou menos escala, todos acabam vivendo isso. Sempre existe aquela pessoa mais venenosa. Não entendo se é porque não tem o que publicar ou porque quer chamar atenção às custas dos outros. Mas isso é inevitável”, explica. Entretanto, a atriz comenta que já parou de se irritar com isso. “No início, você se preocupa porque fica pensando em como isso pode prejudicar. Em alguns casos, você até consegue resolver com uma ligação, mas não é sempre. Aos poucos nós vamos entendendo como é o processo. Quem é do meio, já sabe”, aponta.

Adriana explica também que nem sempre os jornalistas com os quais lida chegam mal intencionados como sua personagem. “Há casos e casos. Algumas pessoas acabam recebendo informação errada, fazem disso uma besteira e vêm pedir desculpas com honestidade. E nós sempre sabemos quem está falando de verdade e quem está escondendo o jogo. É preciso ter um pouco de discernimento para saber separar”.

Pesquisas relacionadas