Cinema & TV

Um dia na Malhação: participamos da coletiva da nova temporada da novelinha, batizada “Seu Lugar no Mundo”, e a gente conta tudo aqui. Vem!

Em uma festa animada com direito a show dos Raimundos, papo com os novos atores, e visita à cidade cenográfica, ficamos por dentro de tudo que vai rolar no novo ano de Malhação, que marca o processo de renovação da linguagem da série

Publicado em 05/08/2015 | Por Junior de Paula

* Com Karina Kuperman

O Projac voltou à adolescência na tarde dessa terça-feira (04/08), quando o elenco e a equipe da nova  “Malhação” se reuniram para uma coletiva de imprensa para contar detalhes sobre a temporada que marca o vigésimo ano da série e os 50 da TV Globo, com estreia prevista para o dia 17 de agosto. Batizada  “Malhação: Seu Lugar no Mundo”, a ideia por trás do nome é a busca da identidade pela qual todo jovem passa. A parceria do autor Emanuel Jacobina com o diretor Leonardo Nogueira promete grandes emoções e os presentes na coletiva já puderam sentir um pouco o gostinho disso assistindo ao clipe inédito com as primeiras cenas da novela.

Com uma linguagem totalmente nova, foi possível ver nas imagens que as câmeras seguem os atores, imprimindo ainda mais naturalidade ao resultado. “Vamos fazer uma temporada muito diferente, mas sem perder o diálogo com as anteriores. Vai ser uma surpresa. Depois de ver cenas realizadas pelo Leo, eu tenho certeza que vai ser sucesso”, disse Emanuel Jacobina, referindo-se ao conceito que mistura diferentes equipamentos e tecnologias. “Nós rodamos as mesmas cenas algumas vezes para achar essa linguagem especial, mais humanista. Não marcamos o elenco, queremos que eles estejam se mexendo como na vida real, soltos nos cenários e as câmeras vão em função deles”, explicou Nogueira.

O cenário, aliás, é uma estrutura à parte. Com 4.200 metros quadrados, ela já é a maior cidade cenográfica construída para “Malhação”. Dividida em duas ruas principais, conta com uma arquitetura suburbana das grandes metrópoles. Se de um lado tem o colégio Estadual Leal Brazil, ruas bem cuidadas, um parque onde os alunos se reúnem e a fofa lanchonete Papo Sério, do outro é possível ver bastante pichações, o colégio Dom Fernão e uma parte da cidade com menos zelo por parte do poder público. As duas escolas são públicas, mas a diferença entre elas é clara. Enquanto a Leal Brazil aparece em todas as pesquisas de melhores colégios do país e tem entrada restrita apenas a alunos que passam na prova de admissão, a Dom Fernão é uma escola com pouco investimento do governo e entregue às mãos dos diretores, que pouco fazem para reverter a má fama de sua educação. Há uma rixa entre os alunos e as históricas diferenças entre as instituições fazem com que os jovens da Leal Brazil sejam taxados de “elite”, enquanto os da Dom Fernão são vistos como “ignorantes”.

Além das duas escolas, a cidade cenográfica conta ainda com padarias, lojas de armarinho, um albergue que promete ser point dos alunos das duas escolas, uma pista de skate, lanchonetes e papelarias. Ao todo são 23 prédios, fora os painéis que dão a impressão de uma cidade ainda maior. O trabalho da cenografia foi inspirado em bairros como Realengo, Deodoro, Freguesia, Taquara e Campo Grande e levou cerca de dois meses e 500 funcionários para tomar vida. “O nosso trabalho vai do início ao fim da novela. Temos que manter o cenário, colocar coisas novas conforme a demanda, trocar vidros, árvores que caem, algo que quebra. As equipes são divididas em três, uma só de pesquisa, a outra de construção da cidade e a terceira de manutenção”, contou o cenógrafo Keller Veiga.

montagem-leal-brazil-don-fe

O diretor Leonardo Nogueira explicou um pouco como foi chegar a esse resultado de elenco. “Os testes duraram dois meses a mais do que normal, com 700 audições e 60 finalista, até fecharmos o elenco. Nós buscamos em cima do perfil pessoal de cada ator para encontrar aquilo que queríamos”. O elenco contou com uma preparação intensa com Eduardo Milewicz que, na primeira semana, deu aulas apenas os jovens, sem que esses soubessem ainda quais seriam seus personagens. Nas duas semanas seguintes, já sabendo a quem dariam vida nas telinhas, os atores tiveram contato com o elenco mais experiente. “O Milewicz me conquistou com o método do processo dele. O elenco precisa de preparação por motivos óbvios, eles têm pouca e, muitas vezes, nenhuma experiência no ofício”, disse o diretor, ao lado do autor Emanuel Jacobina.

Jacobina, que já foi o autor principal em três temporadas, colaborador em duas e supervisor de texto em uma, ressaltou que não há fórmula para o sucesso. “Quando Malhação começou, a conectividade quase não tinha importância. Hoje, isso existe e é um desafio enorme, principalmente para nós que trabalhamos com televisão, com obras abertas. Para mim, o essencial é nunca perder o foco do jovem, que é o que dá originalidade ao programa. Mesmo que o folhetim tenha questões adultas, o jovem é o principal”. A agilidade não fica apenas por conta dos takes, os textos também foram readaptados. “As histórias são muitas. Elas são de fôlego mais curto, se resolvem com mais facilidade, não por bloco de capítulos, mas por capítulo. As redes sociais nos fazem obrigados a contar mais histórias mais rapidamente e com qualidade”, analisou o autor.

E o clima por lá era mesmo de primeiro dia de escola, com o elenco bem animado enquanto assistia ao clipe. Com muitos gritos e aplausos, os jovens eram empolgação pura, mas os veteranos também não ficaram de fora. Murilo Rosa disse que está muito feliz em realizar esse trabalho. “Malhação tem 20 anos, mas são histórias diferentes. É a mesma marca, mas ‘Seu Lugar no Mundo’ é uma história totalmente nova e nós temos algo precioso nas mãos. Eu estou amando a equipe da novela, os jovens são sensacionais”. O ator, que interpreta um professor de matemática, está realizando o sonho da mãe, professora de geografia. “Ela sempre quis que eu interpretasse um professor e, agora, olha aí!”, riu o ator, que fará par romântico com Juliana Knust, que viverá a professora Bia. “Eu e a Juliana seremos os responsáveis por essa comédia romântica, já que os nossos personagens são bem divertidos”, explicou.

Quem também está no elenco, na área dos atores já consagrados, é Marcos Frota, que dará vida ao professor Menelau, portador de transtorno obsessivo compulsivo, além de ter pavor de insetos, hipocondria e mania de limpeza. Solange Couto, Vanessa Gerbelli e Letícia Birkheuer ainda serão mães na ficção. Enquanto as duas primeiras serão zelosas e amorosas com os filhos, Monique, personagem de Letícia, será manipuladora e exigente.

Brenno Leone

Brenno Leone

Outro que estava dando sopa por ali e puxamos para um papo era Brenno Leonne que, em sua segunda novela depois de se destacar em “Boogie Oogie”, conta que ainda não está preparado para o sucesso. “Não tenho nem noção do sucesso, mas se for o mesmo que as outras temporadas tiveram vai ser absurdo. A novela tem um público muito fiel”, disse, ressaltando que o trabalho com o preparador, Milewicz, com coaching e com o fonoaudiólogo foram importantes para se limpar das amarraduras de seu personagem em “Boogie Oogie” e entrar de cabeça no Roger.

IMG_2193

Já o cantor Lucas Lucco, que faz sua estreia como ator de televisão, está acostumado com sucesso, mas nem por isso menos ansioso. Ele, que garante que não diminuirá a agenda de shows, soube do teste de Malhação na época em que estava no quadro “Dança dos Famosos”, do “Domingão do Faustão”, e se mudou sozinho para o Rio de Janeiro para gravar. “Quando entrei na novela foi uma comoção muito grande por parte dos meus fãs. Além disso, a própria Malhação já tem muitos fãs fiéis. Não sei como vai ser quando isso se encontrar”, disse. Mas quem gosta das músicas do sertanejo não precisa se preocupar. “Eu nunca paro de compor, a música vem o tempo todo na minha vida. Tenho meus shows marcados e a equipe da novela me ajuda muito com isso, eles entendem meus horários e datas”.

A estreante Cynthia Senek, por sua vez, estava de malas prontas para voltar ao Paraná, sua terra natal, quando soube que havia sido aprovada para viver Krica, uma das meninas mais populares do colégio Leal Brazil e melhor amiga da vilã Alina. A atriz, que havia feito uma participação em “Sete Vidas”, cortou o cabelo na altura dos ombros para a novela. “Foi bem difícil no começo, mas eu encarei como o primeiro desafio da minha carreira e, como eu adoro ser desafiada, coloquei um sorriso no rosto e fiz”, brincou.

A intérprete da vilã Alina, aliás, atende por Pâmela Tomé e diz que, mesmo antes da estreia da novela, já tem recebido muito carinho nas redes sociais. A atriz, que inclusive abriu uma conta no twitter, tem noção do mundo novo que a espera, mas não se deslumbra com isso. “Eu estou focada no meu trabalho e a intenção é emocionar o público. Não tenho medo de ser odiada. A Alina é terrível mesmo”, disse, garantindo que em comum com a personagem tem apenas a personalidade forte e a autoconfiança. “Eu fui muito em cima do que eu acreditava, foi o meu primeiro teste para uma novela”, lembrou. Pâmela era espectadora de Malhação e contou que assim que acabou sua primeira cena teve certeza que atuar era o que queria fazer da vida para sempre. “Eu adoro atuar e amei ganhar o papel de vilã. Sempre gostei das vilãs, amo quando a Alina faz maldades”, confidenciou.

Francisco e o irmão Rafael Vitti: passando o bastão

Francisco e o irmão Rafael Vitti: passando o bastão

Francisco Vitti disse que seu personagem, Filipe, é um garoto puro e honesto. “O Filipe é muito humano e bem quietinho. Eu sou mais agitado, de festa, de estar com os amigos”, enumerou. Irmão de Rafael Vitti, que dá vida a Pedro na temporada que se despede, Francisco garantiu que não se deslumbra. “Sucesso é fruto de um bom trabalho feito com dedicação. Meu pai (ele é filho do ator João Vitti)meu irmão e eu conversamos muito sobre isso. O que eles me dizem é para fazer sempre o meu, sem deixar que isso suba à cabeça”, ponderou. Garoto esperto!

IMG_2267

Um dos nossos queridinhos, sobre quem já falamos bastante aqui, Nicolas Prattes viverá Rodrigo, protagonista da nova temporada. Seu personagem começará a novela namorando Alina, mas tudo mudará quando ele conhece Luciana, vivida por Marina Moschen, que estava linda a bordo de um vestido curto de babados. Os dois jovens de personalidade forte viverão um romance intenso. Nicolas, aliás, é namorado de Livian Aragão, que também está no elenco. O ator, que veio do teatro, onde encontrou a oportunidade de se aperfeiçoar e aprendeu a disciplina e o comprometimento que um trabalho de interpretação demanda, contou que tem o exemplo em casa: “A minha mãe, Giselle, é atriz formada e me apoia cem por cento em todos os meus trabalhos”. O ator soube com a namorada que haviam sido selecionados para a novela.  “Ficamos muito felizes, foi uma choradeira”, contou Livian. Além de Livian, outro nome conhecido do público é Giulia Costa. Detalhe: a atriz chegou à coletiva de imprensa vestindo um look da mãe, Flávia Alessandra.

IMG_2279

Ao final da coletiva, a banda Raimundos fez um pequeno show onde cantaram a nova versão de “O Meu Lugar”, de Arlindo Cruz, composta especialmente para a novela. A nova temporada de Malhação promete surpreender o espectador que ligar a televisão às 17h45 a partir do dia 17 de agosto.

Pesquisas relacionadas