Cinema & TV

Pela segunda vez, em horário nobre, Reynaldo Gianecchini tem romance com a mãe e a filha

Vivendo o taurino Régis, em 'A Dona do Pedaço', o ator em sua estreia na TV Globo, nos anos 2000, em 'Laços de Família', interpretou um jovem médico que começou apaixonado pela mãe e terminou com a filha

Publicado em 29/08/2019 | Por Heloisa Tolipan

Reynaldo Gianecchini, com Régis, vive seu segundo ‘relacionamento’ entre mãe e filha (Foto: Reprodução TV Globo)

*Por Rafael Moura

“Eu criei você para ser um príncipe”, é assim que Gladys, vivida pela grande Nathalia Timberg define seu filho Régis, Reynaldo Gianecchini em ‘A Dona do Pedaço’, de Walcyr Carrasco que está parando o Brasil e alavancando a audiência do horário nobre. Se você tivesse que chutar qual é o signo desse galã que é ‘noventa e nove por cento anjo, perfeito, Mas tem aquele um por cento é vagabundo’, qual seria a sua aposta? O site Heloisa Tolipan ousa dizer que seria Touro, afinal, quem nasceu sob esse sol é voltado para a realização num plano tangível, material. O ritmo pode até ser lento, mas dificilmente falha. Taurinos vivem o amor, a beleza e o conforto. Adoram tudo que é belo, em todas as expressões de arte, têm muito bom gosto. Nunca se empenham em algo por obrigação. Apesar de gostarem de dinheiro, taurinos acumulam riquezas para o uso próprio, se sentindo o próprio dono do pedaço. Reconheceram o personagem?

Juliana Paes, Reynaldo Gianecchini e Agatha Moreira em ‘A Dona do Pedaço’

O autor descreve o galã como um homem bonito, charmoso, um playboy sem juízo, que faz canalhices, e mesmo com um lado vilão, também é apaixonado e sensual.  É de família tradicional e sempre foi mimado pela mãe, sustentado por Agno (Malvino Salvador), seu cunhado, e irmão de Lyris (Deborah Evelyn). Ambicioso o rapaz se envolve com Josiane, vivida por Agatha Moreira, que como já contamos aqui tem se consagrado como uma das grandes vilãs da nova geração, e juntos armam um plano para tirar o dinheiro de Maria (Juliana Paes). Ou seja o vigarista acaba se relacionando com a filha e a mãe. Furiosa ao descobrir a traição dupla, a mocinha encarna sua face Kill Bill e sente o sangue quente dos Ramirez correndo em suas veias, e se vinga do marido dando um tiro. Em entrevista a Ana Maria Braga, no Mais Você, Juliana Paes contou que “é muito difícil fazer esse tipo de cena, porque o ator trabalha muito com o que tem, o que já viveu. Mas como você vai fazer uma cena em que vai chegar ao nível de raiva ao ponto de apontar uma arma e atirar?”. Ela ainda falou sobre sua reação na hora em que a gravação foi feita: “Na hora, eu ainda tive o ímpeto de ir para a Josiane. Olha que loucura! Mas aí eu falei: ‘meu Deus, isso não tá no texto!’ A gente fica com a mente dividida. Metade é a personagem, e metade é a gente raciocinando a cena e o texto”, revelou.

Leia Mais – ‘A Dona do Pedaço’, de Walcyr Carrasco, bate recordes de audiência no Rio de Janeiro e em São Paulo

Leia Mais – Agatha Moreira, Alice Wegmann e Nathalia Dill se consagram na TV como vilãs da nova geração da teledramaturgia

Carolina Dieckmann, Reynaldo Gianecchini e Vera Fischer em Laços de Família

Agora para quem acha que é a primeira vez que Gianecchini se envolve com mãe e filha, está enganado. Vamos direto ao túnel do tempo, lá nos idos dos anos 2000, quando o ator ainda era desconhecido e fazia sua estreia na TV, em ‘Laços de Família’, de Manoel Carlos, em que viveu o jovem médico Edu que teve um affair com Helena (Vera Fischer), uma empresária, sócia de uma clínica de estética e com 45 anos. Às vésperas de ir para a praia, ela se envolve em um acidente de carro com o médico que acabara de se formar, com 25 anos, em frente à livraria Dom Casmurro, de Miguel, personagem de Tony Ramos. Apesar da diferença de idade, eles acabam se envolvendo em um amor polêmico.

A filha mais nova de Helena é Camila, Carolina Dieckmann, que estuda literatura em Oxford, na Inglaterra e que conhece Edu em uma viagem ao Japão, que vai junto com Helena para visitá-la. Na volta ao Brasil, ela constrói um forte laço de amizade com médico, pois ambos têm a mesma idade e os mesmos interesses. Ao longo da trama os jovens se descobrem apaixonados. Os dois resistem por respeito a Helena que, quando vê que seu namorado está encantado por sua filha, se afasta para que ele e Camila sejam felizes, que assumem o amor depois de muitas discussões. Um situação bem diferente de ‘A Dona do Pedaço‘, em que esse ‘triângulo amoroso’ é construído pela ganância. Depois de executar seu plano com Jô para roubar tudo de Maria da Paz, o rapaz se sente arrependido e se declara apaixonado pela boleira. Será que teremos um felizes para sempre? Ou Maria da Paz deve terminar com o amor da infância, Amadeu (Marcos Palmeira)?

As próximas semanas irão mostrar mais uma reviravolta nessa trama, afinal, Maria descobrirá que Régis é mesmo pai de Arthur, Bernardo Dantas Ribas, o filho de Roma, Julia Lund. O playboy, que no início da novela chegou a forjar um exame de DNA, resolve fazer outro teste de paternidade para provar para a sua amada que se arrependeu de seus erros, assumindo o seu filho cadeirante.

Julia Lund, a Roma teve um filho com Régia, o Arthur, vivido pelo pequeno Bernardo Dantas Ribas

 

Pesquisas relacionadas