Cinema & TV

Nathália Dill disse ao HT que não é muito seguidora de tendências, mas adora acompanhar. “A moda é um reflexo de como a gente se expressa”

Encantada com a nova Zona Portuária carioca, local onde é realizado o Rio Moda Rio e que foi revitalizado para receber as Olimpíadas em agosto, Nathália disse que a cidade precisa de mais. "Eu queria que as promessas fossem realmente cumpridas, desde o trânsito à mobilidade urbana"

Publicado em 16/06/2016 | Por Julia Pimentel

Entre os corredores do Rio Moda Rio, encontramos a linda Nathália Dill a caminho do desfile da Martu. A atriz, que está no ar em “Liberdade, Liberdade” (Rede Globo) e já está confirmada no elenco da próxima novela das 19h da emissora, confessou ao HT que não é tão antenada às tendências da moda. “Eu comecei a gostar da moda tem poucos anos, porque, antes, era um mundo meio misterioso. Mas eu acho legal, é uma forma de expressão artística e é muito interessante. Para mim, a moda é um reflexo de como a gente se expressa, de como nós estamos em determinado dia. Hoje, eu gosto muito, mas sem muita regra. É muito legal ver essas transformações que têm na gente também”, disse.

Nathália Dill no Rio Morda Rio (Foto: AgNews)

Nathália Dill no Rio Moda Rio (Foto: AgNews)

O evento, que rola até sexta-feira, 17, no Pier Mauá, área recém revitalizada, encantou a atriz. Nathália nos disse que nunca tinha ido ao local, mas que estava adorando a nova Zona Portuária da cidade. Para quem não conhece o espaço, o Rio Moda Rio ocorre entre o Museu do Amanhã e a nova Rodrigues Alves sem a perimetral com vista para a Baía de Guanabara. “Eu estou achando incrível, o Rio precisava dessa repaginada. A cidade necessitava se renovar e inovar de um modo geral. Eu acho que o Rio de Janeiro estava precisando dessa cara”, afirmou a atriz.

A atriz marcou presença na primeira fila do desfile da Martu (Foto: AgNews)

A atriz marcou presença na primeira fila do desfile da Martu (Foto: AgNews)

As mudanças que deram nova cara a essa região da cidade fazem parte das obras olímpicas. Mas, para receber o grande evento esportivo, que ocorre em agosto na cidade, Nathália, moradora do Recreio, disse que precisa de mais. “Eu queria que as promessas fossem realmente cumpridas, desde o trânsito à mobilidade urbana. A poluição é outro ponto importante que merece atenção. O Rio ainda não tem um projeto de saneamento com uma rede decente. A gente vê que os esgotos são despejados sem tratamento por todo lado. Eu gostaria que a cidade não tivesse esses problemas”, declarou Nathália que levou mais de duas horas para percorrer um trecho de 20 km e chegar ao local. Mas tudo certo, já que o desfile da Martu foi lindo.

Pesquisas relacionadas