Cinema & TV

Na cama com o elenco de “Verdades Secretas”: uma tarde nos bastidores da fábrica de sonhos da Globo e a simbiose moda real x ficção

Em uma passarela fictícia armada no Pólo Rio Cine & Video, acompanhei a regravação de uma cena da fila A de um desfile da trama de Walcyr Carrasco, ao lado de Drica Moraes, Rodrigo Lombardi e Gabriel Leone, que vai ao ar mostrando mais um capítulo da ascensão de Angel (Camilla Queiroz) no mundo fashion

Publicado em 18/08/2015 | Por Heloisa Tolipan

Desde a mais recente edição da São Paulo Fashion Week Verão 2016, eu venho acompanhando os bastidores e o sucesso de “Verdades Secretas”, a trama das 23h escrita com maestria por Walcyr Carrasco (leia nossa entrevista exclusiva com o autor aqui) e direção refinada do núcleo de Mauro Mendonça Filho, que conta com André BarrosAllan Fiterman e Mariana Richard, enquanto a direção geral fica a cargo de André Felipe BinderNatália Grimberg. Além de mostrar o glamour das passarelas, a novela tem registrado um backstage repleto de questões reais e pouco reveladas ao grande público, tais como o famoso “book rosa”, o vício e o acesso às drogas e o jogo do poder desenfreado e que passa por cima de qualquer tipo de ética. Meu telefone tocou na tarde de quinta-feira (13) e, do outro lado da linha, estava o estilista Dudu Bertholini, responsável pela consultoria de moda da trama.

Acompanhei toda a trajetória profissional de Dudu e ele o meu trabalho como jornalista e editora de moda. A ligação era um convite para participar da regravação de uma cena registrada durante a semana de moda paulistana, que precisava ser refeita em função de Drica Moraes ter substituído Deborah Secco no papel de Carolina, a mãe de Angel (Camilla Queiroz). A cena em questão, um desfile estrelado pelas modelos da agência Fanny Models, já havia sido gravada em São Paulo, mas, com a gravidez de Deborah e a troca de cadeiras entre as atrizes, precisava ser rodada novamente para capturar imagens da fila A, que serão inseridas no desfile real.

A representação do universo de moda (que conheço tão bem) na TV me fascina e já vivenciei, no Projac, a simbiose de realidade e ficção do mundo fashion em algumas novelas, como o remake Ti-ti-ti” (de Maria Adelaide Amaral, exibida em 2010), por exemplo, sobre o embate entre os estilistas Jacques Leclair e Victor Valentim, vividos por Alexandre Borges e Murilo Benício, acompanhando um desfile de Alexandre Herchcovitch para a cena 1 do capítulo 1. Como certa vez escrevi, ao também participar das gravações de uma cena do núcleo fashionista da novela “Viver a Vida” (2009), de Manoel Carlos, “adoro moda, novela e o caleidoscópio de estilo e comportamento que chega às ruas. E como filosofou Gabrielle Coco Chanel (1883-1971) ‘as ideias foram feitas para serem difundidas. A moda só é moda quando sai dos ateliês e vai para as ruas’. Eu ouso acrescentar: quando vai para as ruas e para as novelas brasileiras”.

Voltando ao presente, assim como eu, foram convidadas Lenny Niemeyer, a rainha do beachwear brasileiro, a estilista Alessa Migani, dona da grife Alessa, e a stylist Nathália Gastim. Ao lado do Polo Rio Cine & Vídeo, na Barra da Tijuca, onde as cenas seriam rodadas, um hotel serviu de QG para o elenco e o staff da produção. Cheguei bem na hora do almoço e dei de cara com os atores Rodrigo Lombardi, Agatha Moreira, Christian Villegas e Gabriel Leone dividindo a mesma mesa e batendo um papo descontraído com diretores e assistentes de direção sobre as próximas cenas a serem gravadas (seria a sequência, justamente, da fila A de três desfiles). Todo o restaurante estava ocupado por integrantes da equipe técnica e elenco. Paralelamente, em um quarto do terceiro andar, que fazia as vezes de camarim, Drica Moraes era maquiada e penteada por dois profissionais que acompanhavam fielmente o storyboard da continuísta, com a beleza da última cena. Foi um encontro mais que prazeroso para uma jornalista como eu que admiro o trabalho desenvolvido pela atriz há anos. Já tive o prazer de entrevistá-la dezenas de vezes. Drica foi uma verdadeira anfitriã nesse nosso mergulho por uma tarde na fábrica de sonhos da ficção brasileira. Entre detalhes do novo trabalho, ritmo de gravação e experiência, conversamos sobre sua saída de “Império” (novela de Aguinaldo Silva, transmitida até o início deste ano) e ela me contou que sua inflamação na garganta, à época, atingiu graves proporções, mas que “isso é coisa do passado” e que, agora, está em um momento de colher os louros da vida em sua plenitude.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sentada na cama, já maquiada e aguardando a hora da gravação, estava Alessa Migani. Não perdi a oportunidade de falar sobre a vida real e conversarmos sobre os rumos do Fashion Rio. A estilista integra o Fórum Empresarial de Moda da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), ao lado de Lenny Niemeyer, Andrea Marques, Sharon Azulay e Jacqueline de Biase, sob a coordenação de Oskar Metsavaht. “Heloisa, continuamos na fase de conversas sobre os rumos da semana de moda carioca. Ainda não temos data, formato ou local definidos”. No momento em que ela falou essa frase, entra no quarto Lenny, acompanhada por dois integrantes de sua equipe administrativa. “Oi, Lenny, estávamos bem aqui comentando sobre o futuro do Fashion Rio e a cidade estar órfã de uma semana de moda”, disse a ela. “As reuniões indicam que o novo formato será de integração entre a moda e outras esferas culturais, como a música, as artes e o cinema. Até o Vik Muniz já foi mencionado como um dos possíveis participantes, mas estamos aguardando a realização de um novo encontro, na Firjan”, revelou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eis que chegam os atores Agatha Moreira, que interpreta Giovanna, e Christian Villegas, o Daniel, namorado da personagem de Agatha. Ela logo deita na cama, dá um suspiro, e diz: “Estou exausta”. E conta que tinha passado o dia anterior em gravações e ensaios para a “Dança dos Famosos”, quadro do “Domingão do Faustão” no qual é uma das integrantes do concurso. A atriz ainda mostrou no corpo os hematomas de tanto esforço físico para aprender os passos com seu coreógrafo Leandro Azevedo. Agatha também falou sobre como sua vida anda acelerada com as gravações da novela. Como já havíamos contado aqui no site, a atriz também já teve seus dias de modelo e chegou até a sofrer bullying nas agências por ter o biotipo mais real da mulher brasileira. “Mais cheinho, com bunda e quadris”, como nos disse.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Enquanto conversávamos na cama, Rodrigo Lombardi e Gabriel Leone entraram no quarto para a sessão make e cabelo. Rodrigo relembrou o prazer de ter assistido a vários desfiles da SPFW, inclusive o da Cavalera, grife de Alberto Hiar, que foi ao ar há 15 dias e marcou a história da moda na televisão brasileira, como você pôde conferir aqui. E o último a se juntar ao grupo é Rainer Cadete, que já entra no quarto incorporando Visky, o booker da agência Fanny Models, de propriedade de Fanny Richard, personagem interpretada por Marieta Severo. Rainer é apresentado a todos nós e, quando cumprimenta Lenny, a estilista diz: “Estou apaixonada pelo seu trabalho e gostaria muito de fazer sungas para você usar. Que capacidade de transformação na TV! Como era mesmo o nome do seu personagem na novela “Amor à Vida” (2013)? “Eu era o advogado Rafael”, diz Rainer, que procura no celular uma foto com uma montagem na qual ele aparece como advogado Rafael ao lado do booker Visky.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pois a Heloisa que tem de estar atenta à engrenagem da moda, do backstage ao acender das luzes nas salas de desfiles na vida real estava pronta para fazer o papel de Heloisa Tolipan. Todos seguimos para o estúdio de gravação, onde havia a passarela da ficção e figurantes já preparados para interpretar a plateia dos desfiles na vida real composta por compradores, produtores, executivos de empresas, estudantes de moda, entre outros. A linha entre realidade e ficção parecia muito tênue naquele momento. Fomos carinhosamente recebidos pelo diretor André Barros, que explicou a nós, convidadas, como seria a cena. “Fiquem completamente à vontade e sejam vocês mesmas nesta cena. Hajam com a naturalidade de quem conhece tão bem esse universo dos desfiles de moda. Só peço a vocês para entrarem por ali, cumprimentarem o personagem do Rodrigo (Alex) e da Drica (Carolina) e sentarem ao lado dele, que é o grande empresário de moda na trama”, comentou André. Linguagem fashion, poesia e design, inovações, modelos, celebridades na fila A? Não, eu não estava lá para tais análises. Era espectadora e, ao mesmo tempo, via corroborar a tese de que com o crescimento econômico e social da indústria da moda, o mundo fashion invadiu as novelas, como venho batendo nessa tecla.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A moda está na Globo, e nós encarnando nossos próprios papéis. Pura metamorfose da realidade em magia, fantasia… Bem, Drica posicionada com seu look incrível – saia e casaquinho Dolce & Gabbana e bolsa Armani – e Rodrigo já na pele do empresário Alex com um terno feito sob medida para ele pelo estilista Alexandre Won, um craque na alfaiataria em São Paulo. O diretor André convoca, então, o ator Gabriel Leone, que interpreta o namorado de Angel (Camila Queiroz) para entrar em cena. “Gabriel, você passa pelo Rodrigo, que vai olhar com desprezo para você e senta para conferir o desfile”. Três modelos estão na passarela fictícia para que possamos ter a noção de quando a cena for mixada com o desfile da SPFW. Uma dela, interpreta o papel de Angel. “Drica, quando a Angel passar pega o celular e filma”. E a gente escuta o famoso “gravando!”. E vem modelo e vai modelo. E chega a hora dos aplausos finais. Foram quatro horas de mergulho nesse mundo mágico. Para mim, acabou por ali, mas para o elenco haveria a continuação de mais uma regravação de fila A de outro desfile com convidados. Uma tarde inesquecível em um mundo que conheço a realidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas