Cinema & TV

Junto & Misturado deixou o gostinho de quero mais para quem admira o humor politicamente incorreto

Que em 2014 a TV abra mais espaço para juntar e misturar e que o novo humor dos novos tempos ganhe ainda mais destaque nas grades de programação

Publicado em 30/12/2013 | Por Heloisa Tolipan

* Por Junior de Paula

Há algum tempo a TV Globo vem tentando renovar o seu estoque de programas de humor que, por muito tempo, se manteve engessado e mergulhado em velhas piadas de bordões, esquetes e aquele humor de chanchada idolatrado pelos fãs de Zorra Total. Um dos grandes acertos da emissora, portanto, em 2013 foi a volta de Junto & Misturado à sua grade no fim do ano em cinco episódios refrescantes para o segmento da comédia televisiva, que se ressente, ainda, de mais programas que renovam a estética, como Os Normais e, para citar outro exemplo atual, Pé na Cova.

Cria de Bruno Mazzeo, a primeira temporada de Junto & Misturado, que foi exibida em 2010, causou polêmica e estremeceu a relação com o ator-roteirista-comediante-idealizador por ter sido cancelada no meio obrigando os produtores a jogar no lixo cinco episódios inteiros que foram gravados, editados e nunca exibidos.

Com direção-geral de Maurício Farias e texto do próprio Mazzeo – entre outros colaboradores -, a temporada de 2013, que acabou neste domingo (29/12), deixou um gostinho de quero mais para quem admira o humor politicamente incorreto, ácido e com altas doses de críticas de costumes que remete, em alguns ótimos momentos, ao praticado pela turma do TV Pirata lá nos idos do século passado.

Além do texto afiado, que permite um roteiro engenhoso de idas e vindas de situações que surgem a partir de uma grande cena central, o elenco merece uma atenção à parte. Destaque para Gabriela Duarte, que se revela uma excelente atriz de comédia, Fabiúla Nascimento e Débora Lamm, no time das meninas, e Kiko Mascarenhas, Luís MirandaMarcelo Médici e Rodrigo Pandolfo, os representantes dos meninos,  que roubam todas as cenas.

Que em 2014 a TV abra mais espaço para juntar e misturar e que o novo humor dos novos tempos ganhe ainda mais destaque nas grades de programação. Quem sabe assim, reinventando o humor da TV, a gente não consiga movimentar também uma nova estética cinematográfica que anda cada vez mais atolada em neochanchadas, que reproduzem nas telonas o humor reinante nas telinhas de nossas casas.

c26484f2-06b9-43d8-9068-6a78a474c1db_beber

Junto & Misturado: o humo ácido dos nossos dias

* Junior de Paula é jornalista, trabalhou com alguns dos maiores nomes do jornalismo de moda e cultura do Brasil, como Joyce Pascowitch e Erika Palomino, e foi editor da coluna de Heloisa Tolipan, no Jornal do Brasil. Apaixonado por viagens, é dono do site Viajante Aleatório, e, mais recentemente, vem se dedicando à dramaturgia teatral e à literatura.

Pesquisas relacionadas