Cinema & TV

”Antes Que Eu Me Esqueça” tem o envelhecimento como pano de fundo, elenco afinado e produção de Carlos Saldanha. Saiba como foi a pré-estreia!

Em clima de alegria, os atores Danton Mello, Mariana Lima, Guta Stresser, Letícia Isnard, Aisha Jambo e Augusto Madeira, se reuniram com o diretor Tiago Akarilian, o produtor Carlos Saldanha e a roteirista Luísa Parnes no Kinoplex do Shopping Leblon, nessa quarta-feira

Publicado em 18/05/2018 | Por Thaissa Barzellai

Eram 19h30. Faltava uma hora e meia para começar a pré-estreia do novo longa-metragem ‘’Antes Que eu Me Esqueça’’ no shopping Leblon, Zona Sul do Rio, nesta quarta-feira, 16. No entanto, os convidados já estavam fazendo fila para prestigiar o filme. Com direção de Tiago Arakilian, o evento atraiu amigos e familiares do elenco e da equipe. Amiga da atriz Guta Stresser, que interpreta a bartender Joelma na trama, Narjara Turetta fez questão de enaltecer o cinema brasileiro. ‘’Eu estou super feliz de estar aqui. Eu tenho muita vontade de fazer mais filmes brasileiro. É um veículo que eu amo demais’’, disse. Turetta, que recentemente atuou como Zildete na última novela das 21h, ‘’O Outro Lado do Paraíso’’, vai aproveitar a oportunidade para pedir um favor à amiga. ‘’Vou pedir pra ela preparar um drink pra mim’’, brincou. Em clima de alegria, os atores Danton Mello, Mariana Lima, Guta Stresser, Letícia Isnard, Aisha Jambo e Augusto Madeira, se reuniram com o diretor Tiago Akarilian, o produtor Carlos Saldanha e a roteirista Luísa Parnes no Kinoplex do Shopping Leblon, nessa quarta-feira. O único do elenco principal que não compareceu foi José de Abreu, que está envolvido com a nova novela das 9, Segundo Sol.

O filme, que se passa em Copacabana, bairro carioca de grande prestígio, traz a história de Polidoro (José de Abreu), um juiz aposentado de 80 anos que decide abandonar o conforto da sua vida. Ao perceber os primeiros sinais de Alzheimer, Polidoro resolve tornar-se sócio de uma boate de striptease a fim de explorar seus desejos e questões enquanto ainda há tempo. No entanto, a filha, Beatriz (Letícia Isnard) desaprova a escolha do pai e pede ajuda para o irmão Paulo (Danton Mello), transformando a situação em um drama familiar judicial que vai impactar a relação entre pai e filho. Para o diretor, a trajetória do juiz carrega uma mensagem necessária para a sociedade atual. ‘’A gente precisa construir na nossa população um espaço de maior prazer para a terceira idade, para que as pessoas possam realizar coisas novas, que não fiquem somente encostadas numa praça jogando baralho ou coisas assim. Precisamos dar uma oportunidade maior. As famílias precisam construir essa relação, porque a população está envelhecendo, isso é um fato, e a nossa hora de criar esse espaço é agora’’, disse.

Augusto Madeira, Leticia Isnard e Guta Stesser (Foto: AgNews)

Entre os personagens, quem mais se destaca é a bartender e prostituta Joelma. Interpretada por Guta Stresser, a jovem se envolve com Polidoro e vive altas aventuras com o juiz aposentado no clube de striptease, criando uma história de amor bem fora do comum. ‘’É um amor incondicional. Eles se amam, são mais do que marido e mulher, mais do que pai e filha, porque é um amor que a gente escolhe, sabe? Eles não são parentes, eles não são familiares, mas escolhem um ao outro de uma maneira muito bonita’’, conta a atriz. O juiz não foi o único que se encantou pela personagem. Apaixonada pelo filme ‘’Noites de Cabíria’’, uma obra do diretor italiano FelliniGuta viu na história e no jeito altruísta da Joelma uma chance de trazer essa referência pessoal para o trabalho. ‘’Eu adoro a personagem Cabíria, ela é muito especial na minha vida. Eu sempre revi esse filme, então só o fato da Joelma ser prostituta já foi algo muito legal porque eu pude rever e me inspirar em ‘’Noites de Cabíria’’, explica.

Guta Stresser e Danton Mello (Foto: AgNews)

Outra que vai roubando a cena durante o longa-metragem é a promotora Maria Pia, interpretada por Mariana Lima. Ao se envolver no drama familiar, Maria fica responsável por mediar os encontros semanais entre pai e filho e acaba se apaixonando por Paulo, que foi obrigado a retomar o contato com Polidoro para discutir o futuro do pai. Apesar de ser aparentemente uma mulher comum, interpretar Maria Pia foi para a atriz uma experiência nova. ‘’Maria Pia é uma personagem bem diferente para mim. Ela tem ingredientes de tipos de mulher que eu nunca tinha feito. Ela é uma mulher muito travada, com a libido travada e durante o filme isso vai sendo desbloqueado’’, conta. Para se preparar para viver na pele da promotora, Mariana contou com a ajuda de toda a equipe. ‘’Foi uma preparação que a gente fez muito em conjunto. O Tiago fez um trabalho com a gente que tem um pouco a ver com constelação familiar, foi tudo feito de uma maneira muito delicada já que estamos lidando com assuntos que são tão difíceis, como o envelhecimento’’, disse.

Carlos Saldanha (Foto:AgNews)

Produzido por Carlos Saldanha e Silvia Fraiha, ‘’Antes Que Eu Me Esqueça’’ esteve em processo de produção por sete anos. Apesar da demora para a finalização de roteiro, o mesmo não pode ser dito sobre a decisão de Saldanha, que na primeira leitura do filme já sabia que iria dizer sim. ‘’Eu sempre busco uma boa história com bons personagens. E essa tinha tudo isso. Quando eu li o roteiro, eu ria, eu chorava. Era o projeto certo para esse momento’’, conta. Para o produtor, essa mistura entre alegria e tristeza é o que faz o longa-metragem se destacar no meio de tantos outros. ‘’É um drama comédia, então tem uma história emotiva, que é do personagem principal, o Polidoro, que sofre de Alzheimer, e da família em si. Mas o filme também tem um toqu engraçado. Foi essa mescla entre essas duas emoções que criou o projeto perfeito’, completa Carlos que acredita que haja uma ausência desse tipo de filme no cenário brasileiro.

Tiago Arakilian, Mariana Lima e Augusto Madeira (Foto: AgNews)

Com roteiro assinado pela estreante Luísa Parnes, a história foi inspirada por uma relação pessoal do diretor Tiago. ‘’Eu tenho uma relação com a terceira idade porque a minha mãe tinha uma casa de repouso quando eu era criança, então eu vivia ali com ela sempre e acabei criando essa relação’’, disse. Assim como Arakilian, Parnes também trouxe uma pequena influência da vida real para o processo. ‘’Eu tenho duas avós vivas. A gente observa muito, né? O escritor observa muito, então faz parte também. Tudo a nossa volta é inspiração’’, conta.  Além de ter sido o primeiro longa-metragem de ficção dirigido por Tiago Arakilian, o projeto também marca a estreia de Luísa no mundo cinematográfico. ‘’É meu primeiro longa-metragem. É muito bom, é um trabalho realizado. É um pequeno milagre ver um filme acontecer, né? Então, é um prazerzão estar aqui vendo isso acontecer.’’, afirma.

Com estreia marcada para próxima quinta-feira, 24, ‘’Antes Que Eu Me Esqueça’’ promete agradar a todos os públicos. ‘’Esse filme é um estrondo. Ele pega muito o viéis emocional, mas também é engraçado. Ele te faz rir, é gostoso de ver. Eu acho que vai agradar bastante’’, disse Mariana Lima, intérprete da Maria Pia. Se a promotora falou, está falado, né? Já separe um horário na agenda semana que vem!

Pesquisas relacionadas