Teatro & Pensata

Papo de R$ 150 mil: Caetano Veloso faz pedido de misericórdia para manter certo teatro baiano com as portas abertas. Vem saber…

Financiamento coletivo com expectativa de levantar R$ 150 mil foi criado para manter o Teatro Vila Velha de pé. O apoio do governo baiano não é o bastante para suprir os gastos atuais

Publicado em 02/06/2016 | Por Lucas Rezende

O Teatro Vila Velha, primeiro independente da Bahia, localizado em Salvador, pede socorro. E o grande porta-voz desse grito de misericórdia é ninguém menos que Caetano Veloso – que começou sua carreira profissional cantando lá, na inauguração, em 1964, ao lado de gente como Gilberto Gil, Gal Costa, Maria Bethânia e Tom Zé. Explicamos: com a crise financeira, o Teatro Vila Velha sofreu com uma triste redução da receita oriunda de patrocínios e atualmente só recebe recursos do Governo do Estado da Bahia, após vencer o Edital de Apoio a Ações Continuadas de Entidades Culturais. Aqui, o grande problema: esse valor corresponde a apenas cerca de 50% das despesas mensais do teatro. Portanto, para se manter de pé e com as portas abertas, o espaço cultural – reconhecido por ser um perímetro de criação, formação e defesa dos direitos da população soteropolitana -, conta com a sua ajuda por meio de um financiamento coletivo batizado de “Cola com o Vila, velho”.

Teatro Vila Velha (Foto: Reprodução)

Teatro Vila Velha (Foto: Reprodução)

Caetano já chamou para a guerra do bem: “O Teatro Vila Velha é parte importante da história da minha vida. Comecei a tocar lá. Nesse momento que ele precisa que a gente faça esforço para que se mantenha de pé e de portas abertas, temos que fazer tudo o que pudermos”. Esse “tudo” entende-se por doações a partir de R$ 10. Com meta de arrecadar R$150.000,00, o financiamento já conta com R$25.545,00 até o fechamento dessa nota. Dependendo da quantia depositada, o projeto presenteia o colaborador de uma forma. Vai de cartão postal a botton, passando por agradecimento no site do Teatro até convites para espetáculos que acontecerão lá. Esse valor de meta inicial de R$150 mil, segundo o site apurou, vai ser utilizado para cobrir despesas administrativas e pendências tributárias acumuladas pelo Teatro, compromissos necessários para que o Vila continue em pleno funcionamento. E aí, tolipette, está esperando o que, ein? Vai que é tua: http://www.kickante.com.br/campanhas/cole-com-o-vila-velho.

Pesquisas relacionadas