Música & Badalo

Antologia musical! Em novo show, Milton Nascimento recebe desde Criolo a Wagner Tiso, passando por expoente do fado!

Na Fundição Progresso, no Rio, o artista oferece dobradinha com o português António Zambujo, repetindo a parceria que fizeram em Lisboa!

Publicado em 08/01/2014 | Por Heloisa Tolipan

Ano novo, vida nova, hora de cair na estrada de novo. Após a maratona de shows que percorreu mais de 150 cidades – entre Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa -, Milton Nascimento anuncia novo projeto para esta temporada 2014. Com estreia marcada para o próximo 11 de janeiro, o incansável artista sobe pela primeira vez no palco da Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, com o projeto Clube do Milton, que traz um emocionante espetáculo marcado pelo encontro do músico com companheiros – de palco e de vida.

Nesta primeira edição, o Clube do Milton promove um concerto que, promete, fará parte das memórias de quem estiver presente. Inesquecível perde! Além da Banda 5 – composta por músicos que o acompanham há mais de vinte anos, como Wilson Lopes (guitarra), Lincoln Cheib (bateria), Kiko Continentino (piano), Widor Santiago (metais) e Gastão Villeroy (baixo) -, Milton ainda divide o palco com Criolo, Wagner Tiso e Lô Borges. Dá até para brincar e perguntar aos fãs mais xiitas que comparecerem: “Vai ver se estou lá na esquina?”, já que estes dois últimos estão presentes na vida e na carreira do ídolo desde o final dos anos sessenta, quando formaram o movimento mineiro, e, em 1972, gravaram o primeiro LP, “Clube da Esquina”, pela gravadora EMI.

Segundo Milton, a ideia de realizar esses encontros surgiu daquelas reuniões musicais que acontecem esporadicamente em sua casa, no Rio. “Meu principal objetivo com esse projeto é reunir os meus amigos da nova geração junto com companheiros que já me acompanham na estrada há muito tempo” – ressalta o artista. Bom, sempre vale a pena misturar antigas com novas influências, não é mesmo? Salada clássica com molho novo sempre dá samba na cozinha.

foto 2

Foto: divulgação

Ao lado de Wagner Tiso e Lô Borges, Milton vai reviver sucessos que vão desde o início da carreira – quando ele e Wagner percorriam o sul de Minas tocando na noite – passando pelo Clube da Esquina até chegar aos hinos que serviram como pano de fundo para a redemocratização do Brasil, nos anos 1980, como “Coração de Estudante” e “Nos Bailes da Vida”. Puro revival!

E, junto com Criolo – um dos artistas que mais tem se destacado na recente cena musical brasileira -, Milton vai cantar composições próprias, assim como alguns sucessos do jovem amigo paulistano. Milton e Criolo, juntos no palco, tem tudo para ser uma daquelas parcerias que acabam se revelando poderosas. Vamos ver.

Já a participação do português António Zambujo, neste show, terá como ponto de partida as apresentações que ele e Milton fizeram em Lisboa, Porto e São Paulo, todas com lotação esgotada. Em Lisboa, por exemplo, a dupla levou mais de vinte mil pessoas ao encerramento das festas de verão de 2012. Para quem não sabe, Zambujo, nascido em Beja, no Alentejo, é expoente da música lusitana. Bem mais novo que Milton – nasceu em 1975, quando a carreira do brasileiro já estava em pleno vapor -, apaixonou-se pelo fado ainda criança e, em 2006, ganhou o Prêmio Amália Rodrigues como “Melhor Intérprete Masculino de Fado”. Com vários álbuns gravados, viaja regularmente por toda a Europa em concorridas turnês e esse encontro com Milton, neste sábado, deve dar o que falar.

E, além do artista e seus convidados, neste dia a Fundição Progresso ainda recebe a banda carioca Os Novíssimos, responsável pela abertura do evento, que contará com as participações de Pedrinho do Cavaco Júlia Vargas. E, para fechar a noite, rola a fulminante bateria do Bangalafumenga. Ou seja, atração não falta. Vai perder essa farra?

Pesquisas relacionadas