Música & Badalo

“It’s only rock ‘n roll but (everybody) like it”! Rolling Stones arrastam multidão – com direito a muitos vips – mesmo debaixo de chuva forte para mais um show icônico no Rio

A última apresentação da banda inglesa composta pelos astros Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts no Rio de Janeiro foi em 2006 e levou mais de um milhão de pessoas para as areias de Copacabana. O novo show faz parte da turnê “Olé”, que roda a América Latina

Publicado em 21/02/2016 | Por Karina Kuperman

“Ladies and Gentlemen: The Rolling Stones”. Logo depois do anúncio – que já é histórico, Mick Jagger entrou no palco vestido com blazer cintilante e uma camisa vermelha e soltou a voz em “Start me up”, o maior hit do álbum “Tattoo you”, de 1981 e escolhida para abrir a apresentação da banda no palco do Maracanã, no Rio de Janeiro. “Olá, cariocas. Faz exatamente 10 anos do show em Copacabana. Bom estar de volta”, disse ele. O show ao qual Jagger se referiu trata-se do histórico – e inesquecível – evento nas areias da praia de Copacabana que reuniu mais de 1 milhão de fãs em 2006 – mais precisamente no dia 18 de fevereiro, quando a urbe maravilha parou para assistir gratuitamente a turnê “A Bigger Bang”. Nesse sábado, dia 20, a apresentação brasileira da turnê “América Latina Olé” também cumpriu a promessa de marcar – novamente – a história da banda no país.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Apesar dos problemas técnicos com um dos telões por conta da forte chuva e o atraso de 20 minutos, que fez com que a produção subisse ao palco para justificar. “Por causa da chuva, nós estamos com um probleminha. Como não dá para atrasar o show, vamos iniciar em 10 minutos enquanto tentamos consertar”, explicou um dos produtores. Não foi suficiente: a plateia vaiou. Mas nada que impedisse os astros de brilharem: os Rolling Stones seguraram um show animado do minuto que subiram ao palco até o final.

Logo que soltou a voz com “It’s only rock ‘n roll but I like it”, Mick Jagger reconquistou o público, que, a plenos pulmões, declarou seu amor ao rock com muita animação. Em seguida, o hit “Angie” surpreendeu positivamente a plateia – já que a música quase não foi tocada na turnê – que já passou pelo Chile, Argentina e Uruguai – e não era esperada na apresentação carioca. “Honky Tonk Women” veio depois, logo antes de Mick parar o show para apresentar a banda – como se precisasse. Com seu humor de praxe, ele brincou: “Ron Wood é o mascote das Olimpíadas do Rio e Charlie Watts, frequentador oficial da quadra da Mangueira”. Bastou para despertar muitas gargalhadas entre os fãs.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A partir daí, o repertório passou pelas históricas “(I Can’t Get No) Satisfaction”, “Paint It Black”, “Midnight Rambler”, “Brown Sugar”, “Sympathy for the devil”, “Miss you’, “Jumpin’ Jack Flash”, “Gimme Shelter”, “Out of control”, “Tumbling dice” e outras. Os fãs – vale destacar – tiveram um papel importante no repertório, já que a banda abriu uma votação antecipada no site oficial que possibilitou a escolha de uma das quatro músicas entre “All down the line”, “Like a Rolling Stone”, “Live with me” e “Shattered” para animar ainda mais a apresentação. A escolhida? “Like a Rolling Stone”, imortalizada por Bob Dylan e que foi cantada a plenos pulmões por Jagger! O guitarrista Keith Richards também pegou o microfone e entoou os hits “You got the silver” e “Before they make me run” – e foi superaplaudido por uma plateia composta de fãs de todas as gerações. Pensado para o grande público, o show reuniu os maiores sucessos dos anos áureos da banda.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como já contamos por aqui, os astros Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts chegaram ao Brasil nessa quarta-feira, 17, e aproveitaram a temporada carioca para curtir uma roda de samba com Caetano Veloso, Paula Lavigne, Vanessa da Mata, Jorge Benjor e outros nomes da MPB. A “Olé Tour” terá 13 shows no total – ainda passa por São Paulo, onde a banda fará apresentações nos dias 24 e 27, e em Porto Alegre, no dia 2 de março. Essa turnê sucede a “Zip Code Tour”, que realizou 15 shows entre os Estados Unidos e o Canadá no ano passado, a “14 On Fire”, com direito a 29 concertos pela Ásia, Austrália e Oceania, em 2014 e a “50 & Counting Tour”, que teve 30 apresentações na Europa e América do Norte.

Antes do show:
As bandas responsáveis por abrir o show dos Rolling Stones no Maracanã foram as brasileiras Doctor Pheabes, que aqueceu o público a partir das 17h30 e o Ultraje a Rigor, que começou o show pouco depois das 19h30 e enfrentou um palco molhado pela chuva – responsável por afastar boa parte dos presentes. Na pista premium, poucos acompanharam os hits como “Ciúmes”, “Inútil” e outros sucessos da banda nos anos 80. Além disso, por conta da forte tempestade, a luz do palco apresentou falhas no começo da apresentação.

O Ultraje a Rigor abriu o show em meio a polêmicas com o vocalista Roger Moreira (Foto: Vinícius Pereira)

O Ultraje a Rigor abriu o show em meio a polêmicas com o vocalista Roger Moreira (Foto: Vinícius Pereira)

Após o show, que teve até xingamentos entre o vocalista e a platéia, Roger Moreira chegou a desabafar nas redes sociais e aproveitou para rebater a notícia de que ele teria xingado a plateia quando o chamaram de “coxinha”. “Não foi a plateia, foi um babaca que estava me xingando. Eu não levo desaforo pra casa”, esclareceu. Além disso, ele criticou a organização e afirmou que “foi tratado como lixo” pela produção da banda britânica.

“O gerente do palco dos Rolling Stones me deu 10 minutos para sair do Maracanã. Fomos tratados como lixo o tempo todo. Nunca mais”, escreveu ele, ressaltando que é fã da banda inglesa: “Rolling Stones são foda, mas equipe importada, estou fora. Nós somos lixo para eles”, completou. Logo em seguida, fez questão de esclarecer: “Fico feliz em dizer que o crew manager dos Stones veio pedir desculpas. Não se trata de humilhar ninguém, trata-se de não aceitar humilhação”, disse ele.

A polêmica não parou por aí. O ator José de Abreu, que costuma compartilhar suas opiniões na internet, criticou: “Quem foi o idiota que colocou o caretérrimo Roger para abrir Rolling Stones no Rio? Mick Jagger, pergunta por que colocaram um reacionário para abrir o show. Roger vaiado no Maracanã: coxinha, coxinha. Não tem preço. Pode assumir a aposentadoria. Vaiado no Maracanã”, disse, emendando: “Público VIP hoje eram empresários, diretores de marketing, donos de banco. Se foi de lá que partiram os xingamentos, Roger está f*dido”, provocou.

Novamente, Roger não deixou por menos e escreveu: “Chupa. A propósito, quem colocou o Ultraje (a rigor) para abrir o show foi o Mick Jagger”.

Mais do show de abertura (Foto: Vinícius Pereira)

Mais do show de abertura (Foto: Vinícius Pereira)

Famosos:
A banda icônica atraiu muitos VIPs ao Maracanã. Mesmo debaixo de chuva forte, famosos como Caetano Veloso, Marisa Monte, Paolla Oliveira, Monique Alfradique, Cleo Pires, Mariana Ximenes, Juliano Cazarré, Vanessa Giácomo, Marcello Novaes, Eriberto Leão, Emanuelle Araújo, Marcelo Serrado e os casais Murilo Benício e Débora Falabella, Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, Mauro Lima e Alinne Moraes, Wagner Santisteban e Antonia Morais e Sérgio Guizé e Nathalia Dill fizeram questão de prestigiar o grupo de roqueiros. Luciana Gimenez levou a mãe, Vera Gimenez, e o filho Lucas Jagger, fruto do relacionamento com Mick, para assistir a apresentação do pai no Maracanã.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Thaila Ayala – fã declarada da banda, que tem inclusive uma tatuagem da boca com língua de fora que é a logo dos Rolling Stones – lamentou não ter conseguido chegar ao local. Por conta das chuvas fortes, a atriz, que estava em São Paulo, teve seu vôo cancelado e, por meio das redes sociais, desabafou, em tom choroso: “Pensa na pessoa que está chorando no aeroport,o porque vai perder o show dos Rolling Stones. Chorando real. Tentei chegar e pegar um vôo, mas acho que o aeroporto ficou fechado ontem, e hoje e não tem vôo. Eu quero ver os Rolling Stones, pelo amor de Deus”, lamentou.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,