Música & Badalo

Dos bares para o humor e agora, para os palcos: Samantha Schmütz resgata paixão antiga e estreia espetáculo como cantora: “Eu quero mostrar mais”

Sob direção de Zé Ricardo, que é responsável pela curadoria dos encontros do Palco Sunset, do Rock in Rio, a artista interpreta clássicos de cantores como Elis Reginas, The Beatles e Roberto Carlos. Em relação a escolha do repertório, Samantha contou que as canções são uma tradução de suas experiências e gostos. "Essas músicas contam a história da minha vida"

Publicado em 04/05/2017 | Por Julia Pimentel

“Eu posso oferecer mais que só comédia”. É com esse pensamento que Samantha Schmütz estreia o espetáculo “Samantha Canta”, nesta sexta-feira, 5, no Vivo Rio. No palco, a atriz interpreta clássicos de artistas como Elis Regina e The Beatles e reforça o lado cantora em um musical que traduz as suas experiências nesta arte. Em entrevista exclusiva ao HT, a artista contou que a música sempre esteve presente em sua vida. Aliás, antes de se lançar como humorista na televisão brasileira, Samantha Schmütz dedicava suas noites aos microfones de bares em Niterói, cidade vizinha ao Rio de Janeiro.

Em seu novo projeto artístico, Samantha resgata uma paixão antiga que ficou de lado quando foi chamada para a televisão. Como nos contou, antes de fazer humor na telinha, ela integrava a banda “Mulheres Cantam Beatles”, em uma época que dividia seu tempo entre a arte de cantar e de interpretar. Segundo ela, seu desejo nas duas experiências era se formar uma artista completa. “Quando eu decidi ser atriz, queria conhecer todas as áreas. Eu sempre gostei de musical e, por isso, queria saber cantar e dançar, além de atuar” contou Samantha que, quando entrou para a televisão, investiu em sua veia cômica. “Eu tinha a carreira musical paralela aos meus trabalhos no teatro. Mas, quando me chamaram para a tevê, foi para o humor e eu acabei não tendo mais tempo para me dedicar à música. Só que a paixão nunca acabou e agora foi o melhor momento para resgatar”, afirmou.

No espetáculo, Samantha explica ao público através do repertório que sua relação com a música, de fato, não é de hoje. De acordo com a atriz, as escolhas musicais para o show revelam sua caminhada na arte. Em uma mistura de The Beatles, Elis Regina, Erasmo Carlos e Roberto Carlos, a artista destacou que a admiração por todos é unânime. “No ‘Samantha Canta’, eu interpreto músicas que fazem parte da minha vida e que ajudam a contar a minha trajetória. Em comum, todos os artistas do meu repertório são verdadeiros ídolos para mim. Seja pela interpretação, voz, mensagem ou importância para o cenário artístico, eu só me proponho a cantar quem eu realmente admiro. Por isso, eu digo que essas músicas contam a história da minha vida e das minhas relações”, explicou.

No espetáculo “Samantha Canta”, a artista interpreta músicas que contam sua trajetória artística (Foto: Divulgação)

No comando disso tudo, Samantha Schmütz tem a direção de Zé Ricardo nos bastidores. Músico e compositor, o diretor também é o curador dos encontros plurais do Palco Sunset, do Rock in Rio. Sobre a parceria, a artista não escondeu a felicidade e a honra de ser dirigida por Zé Ricardo. “Já tinha um tempo que nós queríamos trabalhar juntos, mas somos muito atarefados. Só que, quando os cosmos conspiram, tudo flui melhor. E foi isso o que aconteceu. Ser dirigida por ele é incrível. Além de ser extremamente competente, eu sei que o Zé Ricardo só aceita trabalhar com aquilo que ele acredita. Jamais ele mergulharia em um projeto que não reconhecesse a qualidade”, disse Samantha que garantiu estar fazendo a sua parte. “Eu tenho me aprimorado muito. Eu amo cantar e, embora já tenha trabalhado com isso, continuo fazendo aulas”, contou.

Além da ajudinha dos cosmos, como disse Samantha, a artista lança o projeto em um momento singular da carreira. Para ela, dar voz a seu outro talento era uma necessidade artística e pessoal. “Eu sempre estive muito atarefada como atriz. Mas neste momento, eu sentia que precisava resgatar a minha música. Eu não sou uma artista que gosta de ficar na zona de conforto. Quero sempre explorar novas experiências e descobrir outras áreas. Eu sei que o público gosta da Samantha Schmütz comediante, mas eu quero mostrar mais”, apontou a atriz que não tem medo de desafios. “Não tem razão para isso. Eu acredito no meu trabalho e na minha qualidade. Quando a gente ama, se dedica e investe em um projeto, não tem segredo para o sucesso. Apenas colhemos as consequências”, analisou.

E ela vem mostrado que fora a paixão, Samantha Schmütz também tem muito talento no gogó. Além do espetáculo que estreia no Rio de Janeiro nesta sexta-feira e depois segue para São Paulo, Samantha também solta sua bela voz no quadro “Show dos Famosos”, do Domingão do Faustão. No programa, a atriz já interpretou Elis Regina, uma de suas principais influências musicais. Sobre a experiência, a artista destacou que no espetáculo “Samantha Canta” ela não imita, como no quadro do Domingão do Faustão. “No palco, eu interpreto cantores que são importantes para mim”, sintetizou.

Além do espetáculo “Samantha Canta”, a cantora também participa do quadro “Show dos Famosos”, do Domingão do Faustão (Foto: Divulgação)

De toda forma, Samantha Schmütz vem reforçando o caráter plural de sua carreira. Seja na interpretação, na música ou no humor, a atriz investe em diferentes cores para pintar a sua trajetória artística. Sobre possíveis rótulos, Samantha garantir não se preocupar. “Todo mundo é estereotipado de alguma forma. Mas eu acho que agora estamos vivendo tempos mais livres. O público está cada vez mais atento aos talentos diversos dos artistas. Além de mim, outros atores também investiram na carreira musical, por exemplo, e foi ótimo”, disse Samantha que citou Daniel Boaventura, Alessandra Maestrini e Emanuelle Araújo como exemplos.

No entanto, embora este momento da carreira de Samantha Schmütz esteja para lá de musical, a artista contou que o humor em breve volta a dominar os dias da atriz. No mês que vem, Samantha volta a ser a Jéssica, na quarta temporada de “Vai que Cola”. Com estreia prevista para o segundo semestre, a atriz não pôde adiantar nenhuma das novas aventuras de sua personagem na série humorística. Mas uma coisa é certa: muitas risadas estão por vir!

Com um humor leve, Samantha contou que não sente a comentada patrulha moderna em seu trabalho. Segundo ela, mesmo em tempos de crises ideológicas e morais, suas piadas nunca foram alvo dos críticos de plantão. “Eu não sou perseguida. Meu humor não humilha ninguém e eu tenho bom senso para saber o que eu posso ou não falar”, resumiu.

No segundo semestre, Samantha Schmütz estreia mais uma temporada da série humorística “Vai que Cola”, do Multishow (Foto: Divulgação)

Por fim, por falar nos tempos modernos, Samantha Schmutz contou que não costuma fugir de assuntos que a desagradam. Para a atriz, é importante aproveitar a visibilidade que possui em consequência de seu trabalho para defender causas das quais acredita, seja na política, na sociedade ou na economia. “A gente tem que pensar em prol do país, e não nos comentários contrários que poderemos receber dependendo do posicionamento. Eu acredito em algo maior. Para mim, ter voz e escolher ficar calado é o pior silêncio. É preciso defender o que pensamos para buscar a mudança”, argumentou a atriz, cantora e engajada Samantha Schmütz.

Serviço
Data: 05 de Maio
Local: Vivo Rio
Horário de início do espetáculo: 22h
Abertura da casa: duas horas antes do show.
Censura: 16 anos
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo
Telefone: 2272-2901

Pesquisas relacionadas