Música & Badalo

Coluna da Véia: Zé Pedro traz verdades secretas e essenciais sobre o novo livro de Lobão, a volta de Gretchen e Kesha e mais. Muito mais!

No remix de assuntos da semana do nosso agitador cultural e wikipedia em carne e osso, ele ainda traz o lindo novo trabalho da imprevisível Letícia Novaes e pede um presente para os leitores. E aí, vai encarar?

Publicado em 07/07/2017 | Por Junior de Paula

*Por Zé Pedro

E Lobão está de volta. Polemizando como sempre. Seu novo livro “Guia Politicamente Incorreto dos Anos 80 Pelo Rock” chegou causando debate entre os que nem leram e já não gostaram e consumidores de fato como eu que reconheceram ali um texto estritamente bem escrito e cheio de informações pertinentes apesar da metralhadora verbal do grande lobo atacar meio mundo da MPB. Mas afinal, quanto custa ter opinião no mundo dos fofos? Qual o risco de teorizar sem pertencer a essa ou aquela “turminha” ? Confesso que tenho saudade do José Fernandes como jurado do Silvio Santos, da língua afiada do Clodovil e de outros personagens que cutucavam a unanimidade, mesmo que de forma alegórica, as questões do mundo. Concordo que precisamos cada vez mais de gente do bem nesse universo em desencanto que habitamos, mas essa apatia total que viramos em nome de uma network, celebrando tudo e todos para ter amiguinhos na rede social, me cansa. Ficamos com a síndrome do dedinho nervoso que curte compulsivamente sem nem ler os posts do facebook, mal vendo as fotos do Instagram, tudo em nome da peace & love virtual. Comigo não, população. Como diria Maysa, Só digo o que penso, só faço o que gosto e aquilo que creio. Por isso, repito: leiam o livro do Lobão.

Falando em passado e presente. me emocionei com o retorno da Gretchen ao mainstream como mito erotico dançante que afinal de contas foi a personagem que a lançou para o mundo. Suas plásticas assumidas a transformaram num ser sob medida paras os memes de internet que acabaram repercutindo no mundo lá de fora culminando com sua participação no clipe de Katy Perry e uma aparição bombástica na nova publicidade da Netflix. Para mim que, nos meus tempos de menino, ficava hipnotizado com aquela boazuda na telinha da TV dos anos 70 e 80, foi arrepiante vê-la de volta rebolativa e provocativa. Salve, Maria Odete Brito de Miranda Marques!

E Kesha está de volta com uma música chatinha e sem novidade, mas que chega com um clipe muito lindo que faz refletir. Calma, eu posso explicar minha dualidade. Sua vida conturbada nos últimos anos ao denunciar seu produtor musical Dr. Luke por assédio sexual e violação de práticas comerciais, transformou a menina hitmaker do pop dançante numa mulher cheia de questões que aparecem em seu novo trabalho. Veja:

E a lenda Morrissey é chama que não se apaga. Só nessa semana, tivemos acesso ao primeiro trailer de sua cinebiografia que tem causado amor e ódio entre seus adoradores e pessoas mais próximas como James Maker, músico e amigo de infância de Morrissey, que vociferou contra o filme ao mesmo tempo que acompanhamos o happening tragicômico envolvendo o cantor e um policial em Roma que o abordou de forma assustadora ao pedir seus documentos e tendo, segundo ele, destravado a arma para disparar em sua direção na frente de mais de cem pessoas. The king is alive and kicking!

Pegue um liquidificador e coloque pitadas de Patty Smith, PJ Harvey , Sandra Bernhard e Lena Dunham e você terá (talvez) Leticia Novaes esse menina mulher gigante (literalmente 1.83) que está lançando pelo meu selo Joia Moderna seu novo álbum “Letrux em Noite de Climão” produzido com pitacos de Marina Lima e que chegou ao mundo essa semana com esse clipe que abalou Bangu (ou Tijuca, onde fica a sweet home de Leticia). Veja, delire, consuma:

Da série, pedir não ofende. Alguém aí quer me dar essa belezinha de bicicleta da Balenciaga que custa apenas 3.500 euros? Reflita e nos vemos por aqui na semana que vem

* Zé Pedro é um artista dedicado à Música Popular Brasileira. Apesar de ser conhecido com um DJ que toca vários estilos musicais, é considerado uma enciclopédia da MPB. Nessa área, ele atua em qualquer esfera de produção de remixes, a publicação de um livro e a inauguração do selo Jóia Moderna, em 2011, que já conta com mais de 20 discos lançados até agora, resgatando o trabalho de cantoras de outras gerações, criando tributos a grandes compositores e lançando novos talentos do pop brasileiro. Zé também criou o Canal da Véia (como ele se refere a todo mundo e a si mesmo) no YouTube, que é um sucesso.

Pesquisas relacionadas