Música & Badalo

Baladinha e happy hour espertos na Cinelândia: Pedro Mariano no Rival, oportunidade única. Veja porque!

O cantor se apresenta na casa de shows neste final de semana, com novidades da sua turnê “Trio”

Publicado em 16/05/2014 | Por Heloisa Tolipan

O cantor Pedro Mariano se apresenta no Teatro Rival Petrobrás neste fim de semana, sexta (16/5) e sábado (17/5). Presta atenção na dica de ouro! Trata-se de uma programação leve, estilo happy hour, que o Rival é craque em fazer. Lá terá um cantor romântico, especialista em baladas, drinks, climinha intimista, deu para pescar? Leva aquela paquera corporativa ou aquele caso novo depois do trabalho, que será tiro e queda! Já no sábado, você pode usar o show como estímulo para um programa mais intenso mais tarde. Estamos dando a dica cedo para dar tempo de você se programar. Tem várias novidades, dá para disfarçar bem e usar a turnê de inéditas como gancho para a cantada. Saca só!

O músico paulistano traz ao Rio a turnê “Trio”, que conta com músicas inéditas e outras novidades que estão em seu novo trabalho, o CD “Oito”. No auge de sua forma vocal, produtor e baterista de várias músicas, Pedro Mariano faz um show à moda antiga (pela variedade de gêneros e pela formação), e atualíssimo (pela sonoridade e pelo sentimento que passa). Novos compositores como Tó Brandileone e Alexandre Grooves estarão entre as novidades, bem como compositores consagrados da MPB.

Com sua variedade rítmica e temática, o show passeia por vários momentos da carreira de Pedro Mariano. O pop-rock de Frejat, George Israel e Mauro Santa Cecília “Três moedas”, o hit potencial como a linda canção romântica “Simplesmente”, de Samuel Rosa e Chico Amaral, a doce e inocente “Estrela de papel”, de Edu Tedeschi, e as canções mais complexas de Daniel Carlomagno, como “Procura”. Nesse formato Trio, Pedro se apresenta interpretando e tocando bateria em diversas músicas. O violonista Conrado Goys e o baixista Luis Gustavo Garcia, que já o acompanham há alguns anos, também fazem parte deste novo show.

O espetáculo faz parte das comemorações de 80 anos da tradicional casa de shows do Rio, o Festival Rival 80 anos, que já teve apresentações neste ano de Elza Soares, Paulinho Moska, Beto Guedes, Arlindo Cruz, Martinália, entre outros grandes artistas. Mariano está todo prosa e agradece ao teatro pelo convite em participar da festa octogenária. “A história da música brasileira se mistura com a história do Rival. Poder fazer parte desta história é motivo de muito orgulho pra mim! Rival, parabéns e obrigado!”, diz. Aproveita a empolgação do intérprete que tudo flui melhor na paquera! Boa sorte!

image001

Foto: divulgação

Pesquisas relacionadas