Música & Badalo

Anos 80 em ação! Astros do rock nacional se juntam ao guitarrista do The Police, Andy Summers, para maratona de shows imperdíveis no Brasil

Rodrigo Santos, do Barão Vermelho, e João Barone, do Paralamos do Sucesso, se juntam ao astro britânico em tributo icônico

Publicado em 10/04/2017 | Por Rodrigo Cohen

Boas notícias aos rockeiros saudosos dos anos 80. A tour Call The Police chegou em terra brasileira nesse fim de semana em Belo Horizonte e Porto Alegre. Levando apenas o repertório do The Police, o show contará com três figura icônicas e amadas pelo público: Rodrigo Santos, do Barão Vermelho, João Barone, do Paralamas do Sucesso, e Andy Summers, o lendário guitarrista da banda britânica. A reunião de músicos incríveis começou a partir da relação entre Summers e Santos por conta do empresário dos dois ser o mesmo. O ás musical do Barão Vermelho contou um pouco de como surgiu a ideia dessa formação.

“Em 2012 conheci o Andy através do nosso empresário em comum, Luiz Paulo Assunção. A partir daí, e de uma ‘canja’ do Andy no meu show no Rio Scenarium, compusemos algumas músicas juntos e desenvolvemos uma amizade. Em 2014 e 2015, fizemos duas turnês grandes no Brasil, foram ótimos shows. Isso tudo foi nos aproximando. Porém, a tour que fazíamos tinha uma parte Barão e outra Police. E já estava sendo redundante fazer esse repertório, até porque Andy esperava um pouco para entrar no palco. A partir de um programa que gravei para TV, focado em The Police, tivemos a ideia de transformar esse encontro da dupla e transformar em um show”, resumiu Rodrigo.

Foto: Gustavo Gouvea

A entrada do baterista João Barone veio depois, mas caiu como uma luva para tornar esse encontro ainda mais especial. Santos comentou a necessidade de transformar essa dupla em trio para que fosse um tributo completo aos ídolos deles: “A chegada do Barone foi fundamental. Precisávamos de um especialista na posição e pra mim está sendo um sonho essa turnê, pois amamos o repertório, adoramos a musicalidade e genialidade do Andy, nos transformamos em uma ‘semi-nova-banda’ e o prazer de conviver e tocar junto está sendo único, maravilhoso. Tocar com o Barone fica fácil! E Andy é nosso ícone. Respeitamos muito o Police e toda sua história. O resto é diversão.”

O integrante do Paralamas do Sucesso não poderia ter se sentido mais lisonjeado e feliz com a oportunidade que está vivendo também. “A ideia do Rodrigo e de seu empresário, Luís Paulo, veio pra mim como um míssil. Nos encontramos faz um ano e tratamos de conciliar nossas agendas para fazer esse encontro acontecer. Para mim, o Andy poderia ter chamado outros tantos músicos ilustres para tocar seu repertório do Police, mas fez questão de realizar este show aqui no Brasil, com Rodrigo e comigo. Não é todo dia que subimos num palco ao lado de uma lenda viva do rock”, emocionou-se.

Call The Police é antes demais nada uma homenagem a uma das maiores bandas inglesas que já existiu com um toque brasileiro, o que dá um sabor especial em tudo. “Acho que essa turnê é mais de celebrar a grande obra do Police, em companhia de um deles. Esse repertório já fala por aí só. Tentamos improvisar muito durante os shows, pra dar nossa cara brazuca também. Acho que esse é o grande barato. A troca de informações, de cultura, de piadas, de tudo! A música une tudo isso. Andy já tem no DNA dele essa coisa de rodar o mundo, experimentar outras sonoridades, evoluir. Eu estou aberto a todo tipo de informação também. E Barone idem. Está sendo perfeito”, reafirmou Rodrigo.

Foto: Gustavo Gouvea

E os veteranos não param de sonhar e querer conquistar o mundo com a sua música. Barone falou sobre estender as datas devida à grande recepção do espetáculo: “Está tão bom o astral e a demanda pelos shows que gostaríamos de estendê-lo com mais datas e mais cidades. Quem sabe um registro do show?”, questionou. Já Santos arrisca em manter o trio unido para além dessa turnê: “Quem sabe algo autoral também? Acho que os fãs merecem! A química rolou, mas tem de ter tempo disponível para isso ser bem feito. Vontade temos e Andy tem também. Tudo é possível. Sonhar é de graça.”

Semana que vem o trio chega ao Rio de Janeiro se apresentando na capital no dia 13 de Abril, no Vivo Rio, e em Teresópolis, no dia 15 de Abril. Para todos os fãs enlouquecidos do rock nacional e internacional, João Barone deixou um aviso: “Corram que o Call the Police vem aí!”

Pesquisas relacionadas