Moda & Beleza

Zero Grau: ‘Otimismo marca crescimento da feira em 8% e internacionalização dos negócios’, diz Frederico Pletsch

"A nossa feira, que lança as coleções Outono-Inverno para o próximo ano, é um termômetro do movimento de toda a cadeia fabril. Esperamos que 2020 seja um ano marcado por uma grande internacionalização do calçado brasileiro e, internamente, e que haja um expressivo crescimento de Norte a Sul do país”, enfatiza o diretor da Merkator Feira e Eventos

Publicado em 20/11/2019 | Por Heloisa Tolipan

Todos os holofotes para Zero Grau: “Sentimos um grande entusiasmo dos expositores e lojistas”, disse Frederido Pletsch, diretor da Merkator Feiras (Foto: Dinarci Borges)

A temperatura subiu literalmente em Gramado, no Rio Grande do Sul. Não estou falando apenas no sol que tem brilhado na cidade da Serra Gaúcha, que está lotada de turistas e o seu Natal Luz a pleno vapor. Meu olhar tem sido de lince para a nona edição da Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios, palco de grandes negociações de empresários, players da indústria, varejistas de Norte a Sul do país e compradores internacionais. Os termômetros também subiram nos 30 mil metros quadrados de estandes montados no Serra Park e, apesar das oscilações da economia, o otimismo é tácito e um horizonte mais claro está se desenhando no setor calçadista brasileiro. De acordo com o diretor da Merkator Feiras e Eventos, Frederico Pletsch, “vemos nessa, que é a maior das nossas edições da Zero Grau, a realidade de um crescimento na ordem de 8% em comparação com a edição anterior”. A diretora de relacionamento da Merkator, Roberta Petsch, acrescenta que a Merkator é uma empresa especializada em negócios, turismo e lazer aliada a informação que gera conteúdo para que nossos convidados possam aplicar em suas empresas. “Temos nessa edição 320 expositores, o que resulta em 1.500 marcas sendo 11 delas estreando na feira. Vale destacar a força dos cinco grupos aqui presentes – Estação Moda Rio Grande do Sul, com 26 empresas, o Três Coroas Shoes e o Moda Franca, ambos com 12. Paraíba, com três, e Jaú com duas”, comemora.

Zero Grau tem edição histórica no Serra Park, em Gramado (Foto: Dinarci Borges – FlashTOP)

Esse otimismo também inclui o número de compradores vindo dos cinco continentes: um total de 200. Indústrias e lojistas querem materializar suas expectativas de otimismo com relação ao futuro econômico do país e do mercado. Os players do setor estão apostando em um futuro com mais confiança por conta da qualidade do produto brasileiro. “A nossa feira, que lança as coleções outono/inverno para o próximo ano, é um termômetro do movimento fabril do início de 2020, um ano que todos esperamos que seja marcado por vendas mais efetivas no varejo”, enfatiza Frederico Pletsch. E acrescenta uma simbiose perfeita realizada na edição da Zero Grau: muitos expositores além de apresentarem os lançamentos Outono-Inverno 2020, também comercializaram suas coleções de Alto Verão. Esta constatação mostra que cada vez menos as estações permeiam in totum as semanas de moda e feiras no Brasil e no mundo.

Frederico Pletsch, Joel Brando Klippel, presidente do Sindicato Calçadista de Três Coroas e Roberta Pletsch (Foto: Dinarci Borges)

Integrante do Conselho do Grupo de Importadores da Zero Grau, Luciano Schweitzer destaca que “a Merkator ao convidar 200 compradores internacionais dá a oportunidade de crescimento às fábricas e empresas, valorizando a qualidade dos calçados brasileira e a força do setor”. Com representantes dos cinco continentes, como os sul-americanos da Bolívia, da Colômbia, e do Uruguai, as maiores delegações, do Equador, do Paraguai e da Argentina, e do Peru, que tem se destacado nas importações, são a maioria entre os representantes de seus países na feira. “São mercados que conhecem profundamente as nossas marcas e têm identificação com os produtos. O consumidor desses países já está fidelizado e esses compradores vêm à feira para renovar os seus estoques”, frisa Schweitzer.

Luciano Schweitzer

Luciano Schweitzer destaca o sucesso e  a força do Grupo de Importadores (Foto: Dinarci Borges)

Leia Mais – Zero Grau: Referência de economia ativa, feira de calçados e acessórios terá recorde de expositores e importadores

O momento econômico favorável às exportações está agitando também o turismo de negócios na cidade de Gramado com visitantes da Arábia Saudita, Oman, Estados Unidos, Israel, Paquistão, África do Sul, Panamá, Rússia, França, Itália, Portugal, Coréia do Sul, Tailândia, Moçambique, Costa Rica e Romênia. “Queremos que a Zero Grau, cada vez mais, seja uma vitrine do produto brasileiro para mundo, atraindo negócios em diferentes mercados e ampliando o alcance das nossas empresas. O objetivo é estreitar sempre as relações das empresas brasileiras, além de reforçar laços já existentes”, ressalta Roberta Pletsch.

Roberta Pletsch destaca a importância de valorizar os parceiros (Foto: Dinarci Borges)

Presidente do Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas, Joel Brando Klippel destaca a importância da união entre os participantes da feira. “É emocionante. Todos unimos forças impulsionando uns aos outros em prol do crescimento das negociações. A cada edição da Zero Grau percebemos que estamos subindo mais um degrau”. Já o presidente Deliberativo do Conselho da Abicalçados, Caetano Bianco Neto, pontua que “defender e representar a indústria calçadista são suas grandes missões. As feiras realizadas em Gramado impulsionam muito o setor, afinal a Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac) estima um crescimento de 5% nas vendas do varejo ainda esse ano por conta da Black Friday e do Natal. “É um crescimento feito com muitas mãos. Nada nesse setor se faz sozinho. Valorizar a acreditar nos parceiros é de suma importância”, disse.

Como contei para vocês, de acordo com o relatório de agosto de 2019 da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), foram exportados 9,47 milhões de pares, 7,4% a mais do que no mesmo mês de 2018. O acumulado dos oito meses chegou a 76,66 milhões de pares, que geraram US$ 644 milhões, altas de 8,2% em volume e de 2,5% em receita no comparativo com igual período do ano passado.

Os diretores da Merkator, Frederico e Roberta encerraram esse nosso encontro com duas novidades: a 40 Graus, feira de calçados e acessórios realizada em João Pessoa (PB) já tem data marcada: entre 3 e 5 de fevereiro, no Centro de Convenções da capital. O poeta Bráulio Bessa já está confirmado no line up como palestrante. E a segunda é o processo de internacionalização das feiras SICC e Zero Grau. Um desejo é levar ambas para Portugal, país que tem grande representatividade nos pavilhões do Serra Park, iniciando um processo massivo de reconhecimento do calçado brasileiro no exterior. Prova desse empenho plural da Merkator e seus parceiros é a internacionalização das feiras. Frederico Pletsch garante: “Então, para esse projeto de crescimento, nós queremos fazer tudo da mesma maneira de sempre: bem feito e com muita empatia”.

Um brinde para comemorar o sucesso e o crescimento da Zero Grau (Foto: Dinarci Borges)

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO – Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,