Arte & Literatura

O amor está no ar na Galeria Homegrown, no Rio de Janeiro. O motivo? O artista Bruno Big é puro coração em sua arte…

Em pleno mês dos Namorados, o artista plástico, ao lado do fotógrafo Felipe Diniz e da escritora Paula Gicovate, apresenta a exposição "Pulsa". Ele fala muito do coração, já conhecido de sua arte, mas com outra pegada

Publicado em 11/06/2015 | Por Lucas Rezende

Sabia que para alguns povos orientais o coração é o local onde está o espírito de cada um? E se nós ocidentais ligamos tanto o sentimento do amor ao órgão, para seu bom funcionamento o ideal é que nos entreguemos por inteiro em um relacionamento? Pois então: há mais coisas a serem desvendadas sobre o coração do que possa imaginar nossa vã filosofia. Quem tirou um tempo na vida para pesquisar e acabou virando um expert no assunto foi o artista Bruno Big. O motivo? Aprimorou o mote, já recorrente em seu trabalho, para mais uma exposição, na qual apresenta também, em primeira mão, as suas cerâmicas. Só que desta vez a pegada foi emocional: “Descobri o quão difícil é falar de amor e relacionamento”, disse.

unnamed (1)

A exposição foi batizada chama “Pulsa” e está na Galeria Homegrown, em Ipanema, no Rio, fazendo parte do cenário contemporâneo da arte urbana nacional. No projeto, Bruno Big marca seu retorno a uma casa que cuidou bem no começinho, e da qual é parceiro há oito anos. “Pulsa”, em pleno mês dos Namorados, exala amor. “Tendo em vista a intensidade com que vivemos nossos relacionamentos, para um bom funcionamento do coração, quanto maior a sua abertura, maior a entrega. Se o encontro é verdadeiro, quase viramos um só, como uma simbiose, pulsamos juntos, e não sabemos mais viver separados”, filosofa.

unnamed (2)

E para colocar esse pensamento na prática artística, ele usa e abusa de toda suas múltiplas técnicas. Exemplo? Bruno Big apresentará artes de impressão que ensina na PUC-Rio, como gravura em metal, linogravura, xilogravura, água-forte, água-tinta, ponta-seca e estêncil. O curioso de “Pulsa” é que ele vai expor suas cerâmicas pela primeira vez, motivo mais que válido para um pulinho na Homegrown. Para os interessados, os formatos vão de gravuras pequenas até telas pintadas em com tinta acrílica de 150cm x 100cm, e a faixa de preços varia entre R$300 e R$10.000.

unnamed (3)

Ah, e Bruno Big não está sozinho nessa. Ele conta com a parceria do fotógrafo Felipe Diniz e da escritora Paula Gicovate para encantar o público com mais de 15 obras em suportes, técnicas e formatos diferentes. “Tenho uma série de linogravuras que se chama ‘Coração Funcional’, na qual trabalho com diferentes técnicas de impressão. Também tenho as’ Simbioses’, que são casais entrelaçados dos mais diferentes tipos, onde trabalho com diversas técnicas de impressão. Para cada ideia, busco uma técnica que eu possa explorar”, explica ele, que já tem um desejo:  que o público se identifique com a exposição. O que não será muito difícil, convenhamos.

unnamed

Serviço:

Pulsa

Data abertura: 21 de maio (quinta), das 18h às 22h

Período de exposição: 21/05 a 21/06

Horário de visitação: segunda a sexta, das 10h às 20h, sábados e feriados, das 12h às 18h

Endereço: Rua Maria Quitéria, 68 – Ipanema – RJ

Telefone: (21) 2513 2160

Entrada Gratuita/ Classificação livre

Contato: galeria@hg68.com.br

Créditos: Divulgação

Pesquisas relacionadas