Cinema & TV

Brazilian Film Festival of Miami: homenagem a Dira Paes e exibição especial de “Maria do Caritó”, com Lilia Cabral

A maior e mais importante mostra de filmes nacionais realizada no exterior vai reunir na Flórida cineastas e atores como Miguel Falabella, Lilia Cabral, Fabrício Boliveira, Daniel Del Sarto, Orlando Morais, Antonia Morais e Camila Morgado. “A indústria do cinema brasileiro é forte. Representamos quase 400 mil empregos e 13 mil produtoras. Falamos de cultura, impacto econômico, emprego e geração de renda”, disse Adriana Dutra, idealizadora do festival

Publicado em 14/09/2019 | Por Heloisa Tolipan

*Com Iron Ferreira

Começa hoje a 23ª edição do Brazilian Film Festival of Miami, produzido pela Inffinito, das sócias Adriana Dutra, Cláudia Dutra e Viviane B. Spinelli e promete celebrar e valorizar a cultura nacional em grande estilo. Hoje,  dia 14 de setembro, serão exibidos fora de competição, no Regal Cinemas, “Maria do Caritó”, de João Paulo Jabur, com presença da atriz Lilia Cabral, e que foi aclamado no Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, e “O Beijo no Asfalto”, dirigido por Murilo Benício.

Leia mais – Cine Ceará: homenagem a Lilia Cabral e estreia mundial de “Maria do Caritó” marcam o segundo dia 

Leia mais – “Não fizemos “Maria do Caritó” para ser apenas comédia, diz Lilia Cabral, que assina primeira co-produção

Durante oito dias, atores, diretores, produtores nacionais e estrangeiros, além de executivos americanos e latinos do setor audiovisual, estarão na Flórida para assistir a produções nacionais e discutir caminhos para a coprodução com países latino-americanos e para a distribuição internacional nas mais variadas janelas de exibição. A Mostra Panorama também apresentará, fora de competição, o inédito “Orlamundo”, filme de Orlando Morais, dirigido por Alexandre Bouchet, que foi premiado em junho no LAIFFA – Los Angeles Independent Film Festival como o Melhor Documentário em Longa-Metragem e teve exibição, mês passado, no Festival de Cinema de Gramado; “Chacrinha – O Velho Guerreiro”, de Andrucha Waddington; “Cine Holliúdy 2 – A Chibatada Sideral”, de Halder Gomes; “Minha Vida em Marte”, de Susana Garcia; “O Fantástico Patinho Feio”, de Denilson Félix, que levou o prêmio de melhor filme brasiliense do Festival de Brasília, em 2017; e “Tá Rindo de Quê?”, de Cláudio Manoel, Álvaro Campos e Alê Braga.

Leia mais – “O Caetano me apareceu como um farol”, afirma Orlando Morais sobre parceria com o cantor no filme “Orlamundo”

Leia mais – Antonia Morais solta a voz em documentário premiado e se prepara para lançar o álbum “Luiza”

A grande homenageada desta edição é a atriz Dira Paes, que receberá um prêmio pelo conjunto da obra e por sua contribuição para o desenvolvimento do atual cenário do audiovisual. “A Dira é nossa musa! Ela representa a mulher brasileira. É uma pessoa maravilhosa e uma atriz incrível. Olhando para filmografia do Brasil nos últimos vinte anos, ela é uma grande estrela. Está presente em todo o momento da retomada do cinema nacional, além de ser ativa dentro da indústria. Ela merece toda a nossa homenagem e o nosso respeito”, destacou Adriana Dutra. Além da grande homenageada,estão confirmadas as presenças de Lilia Cabral (“Maria do Caritó”), Miguel Falabella, (“Veneza”), Orlando Morais (“Orlamundo”), Antonia Morais (“Orlamundo”), Camila Morgado (convidada especial), Fabrício Boliveira (“Simonal”), entre outros.

Leia aqui – “Todos merecem ser representados da mesma forma. É a democracia”, frisa Dira Paes sobre interpretar uma prostituta

Dira Paes será a grande homenageada do Brazilian Film Festival of Miami (Foto: Leo Aversa)

Leia mais –Veneza’ é exibido em Gramado e diretor Miguel Falabella diz “Bati de porta em porta para conseguir rodar o filme”

Através da plataforma Inffinito Connect, novidade deste ano, diretores, produtores e diversos profissionais da indústria terão a oportunidade de debater caminhos para a coprodução, distribuição e exibição de obras dos mais diversos países latino-americanos. “O Brazilian Film Festival está em sua 23ª edição. Foi o único festival de cinema brasileiro criado fora do país, o que representou uma inovação em sua época. Ele conquistou um espaço único. Hoje, ele possui um impacto muito incisivo no mercado brasileiro, americano e latino de cinema e funciona como uma importante plataforma de relacionamento entre os produtores brasileiros com os internacionais. Buscamos inserir os nossos produtos e serviços no mercado internacional”, disse a produtora Adriana Dutra.

Adriana e Cláudia Dutra + Viviane Spinelli (Foto: Divulgação)

Seis filmes irão disputar o troféu Lente de Cristal, em sete categorias distintas: melhor filme no júri popular, melhor filme, melhor diretor, melhor cinematografia, melhor roteiro, melhor ator e melhor atriz. O júri é composto por Adriana Sabino, fundadora e presidente do Centro Cultural Brasil-USA; Ana François, professora da University of Miami; Maria Sanchez, Aquisições de Conteúdo na Amazon Prime Video, e Monica Sufar, consultora na WarnerMedia. Além da competição, o festival ainda irá exibir mais de dez obras inéditas ou recém-lançadas em diferentes espaços da cidade, como o Regal South Beach 18, o Colony Theater, a Florida Internacional University e o Silverpost Cinema.

Adriana Dutra também ressaltou que o público estrangeiro se interessa bastante pelo conteúdo do nosso país, atribuindo o sucesso à qualidade e à pluralidade do que é produzido no Brasil: “O cinema brasileiro está presente nos grandes festivais do mundo. Isso só acontece, pois hoje nós estamos produzindo. A produção de conteúdos nacionais vem sendo realizada com bastante frequência, o que mostra uma organização maior desse setor. O público se interessa e busca pelos filmes nacionais pelo motivo de eles serem muito bons”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Conheça os indicados:

O primeiro a figurar na lista é a elogiada cinebiografia de “Simonal”, dirigida por Leonardo Domingues. O longa conta a história de Wilson Simonal, uma das maiores vozes de todos os tempos da música brasileira. Com Fabrício Boliveira no papel principal e Isis Valverde, Caco Ciocler, Mariana Lima e Leandro Hasssum completando o elenco, a produção promete ser uma forte concorrente.

De Pernas pro Ar 3” também aparece entre os indicados. A comédia, que foi um sucesso de bilheteria, tem direção de Júlia Rezende e traz Ingrid Guimarães de volta ao icônico papel da workaholic Alice Segretto. Embora o sucesso da loja tenha feito a personagem rodar o mundo, ela percebe que não consegue dar conta do trabalho e da família ao mesmo tempo. Com isso, Alice decide se aposentar e entregar a rede de lojas Sexy Delícia para sua mãe.

O terceiro filme selecionado é o drama “Veneza”, dirigido por Miguel Falabella, que estreou na 47ª edição do Festival de Cinema de Gramado. A trama, filmada no Uruguai e na Itália, traz a estrela espanhola Carmen Maura no papel principal e conta a história de Gringa, uma velha cafetina que decide reencontrar o seu grande amor na romântica cidade italiana. Dira Paes, Carol Castro, Danielle Winits e a popular atriz argentina Georgina Barbarossa são os principais nomes do elenco.

Leia mais – “Para mim, sempre foi Deus no céu e Fernanda Montenegro na Terra”, dispara Carol Castro

Leia mais – Danielle Winits vive prostituta em “Veneza”, direção de Falabella: “Cada trabalho com ele é um renascimento”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dirigido por Daniel Filho, o suspense “Boca de Ouro” se passa nos anos 60 e conta a história do criminoso que foi abandonado pela mãe, líder de uma quadrilha de tráfico de drogas, ainda bebê. O nome surge quando ele decide arrancar todos os dentes e substituí-los por próteses feitas de ouro. Marcos Palmeira, Silvio Guindane, Thiago Rodrigues, Fernanda Vasconcellos, Lorena Comparato e Malu Mader estrelam a produção.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outro forte candidato é “Deslembro”, com direção de Flávia Castro. Joana é uma adolescente que mora em Paris com a família por conta da ditadura militar que assola o Brasil. Ao ser declarada a anistia, ela volta ao Rio de Janeiro, cidade onde seu pai desapareceu nos porões do DOPS. Jeanne Boudier, Sara Antunes, Jesuíta Barbosa e Eliane Giardini estão no elenco.

O último selecionado é o romance “Todas as Canções de Amor”, dirigido por Joana Mariani e com atuações de Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso, Júlio Andrade e Luíza Mariani. Quando Chico e Ana se mudam para um novo apartamento, eles descobrem uma fita K7 que Clarisse fez para seu marido Daniel, há 20 anos. Mesmo separados pelo tempo, os casais descobrem, através da música, que possuem muitas características em comum.

Os títulos passeiam pelos mais diversos gêneros, desde a comédia ao suspense, passando pelo drama e o romance. Segundo Adriana Dutra, essa diversidade só agrega valor, mostrando a versatilidade e o poder da nossa cultura: “Essa pluralidade de gêneros só atesta a qualidade da nossa indústria audiovisual. Ela se forma pela sua diversidade, apresentando as diferentes facetas do nosso país. São produções realizadas por pessoas de diferentes idades e regiões, mostrando a força do nosso país e dessa indústria”.

Criado há 23 anos, o Festival de Cinema Brasileiro de Miami já faz parte do calendário oficial da cidade e conta com o apoio do governo americano. Além do impacto econômico local, o evento ajuda a fomentar negócios fundamentais para o crescimento do setor e inspirou a realização de outras edições em diversos países: “O saldo é muito positivo. O primeiro festival foi realizado dentro de uma sala de cento e cinquenta lugares, em um cinema de Miami. Hoje, já realizamos esse festival em vários lugares ao redor do mundo. Chegamos a quase um milhão e meio de espectadores e exibimos mais de 800 filmes. É um trabalho espetacular”.

Além de sócia da Inffinito, Adriana é cineasta. Dirigiu o elogiado documentário “Quanto Tempo o Tempo Tem”, lançado em 2015. Para o Site Heloisa Tolipan, ela contou um pouco sobre o seu próximo projeto para o cinema: “Eu estou finalizando a pré-produção do meu próximo longa, intitulado “A Sociedade do Medo”. É um documentário em longa metragem que será lançado nos cinemas brasileiros. Ele abordará a cultura do medo que assola a sociedade contemporânea. Farei uma crítica a essa realidade que se abate sobre nós. Começo as filmagens em outubro, logo após o festival de Miami”.

Pensa que acabou por ai? Que nada! Ela ainda prepara o lançamento da série “Opção América”, que será exibida pelo Canal Brasil ainda em 2019. “São sete episódios, cada um representando um país da América Latina, que contarão a história de imigrantes buscando o tão querido sonho americano. Esse trabalho está muito bonito. Os imigrantes serão de Cuba, Brasil, Venezuela, Colômbia, Bolívia e Haiti. Através disso iremos contar o panorama social de cada país e o que levou essas pessoas a deixarem os seus países e famílias”, contou.

MOSTRA COMPETITIVA – CATEGORIAS E CONCORRENTES

Melhor Filme e Melhor Filme (Júri Popular)
Boca De Ouro
De Pernas Pro Ar 3
Deslembro
Simonal
Todas as Canções de Amor
Veneza

Melhor Ator
Bruno Gagliasso (Todas as Canções de Amor)
Bruno Garcia (De Pernas Pro Ar 3)
Eduardo Moscovis (Veneza)
Fabricio Boliveira (Simonal)
Julio Andrade (Todas as Canções de Amor)
Marcos Palmeira (Boca De Ouro)

Melhor Atriz
Dira Paes (Veneza)
Ingrid Guimarães (De Pernas Pro Ar 3)
Isis Valverde (Simonal)
Jeanne Boudier (Deslembro)
Luiza Mariani (Todas as Canções de Amor)
Malu Mader (Boca de Ouro)
Marina Ruy Barbosa (Todas as Canções de Amor)

Melhor Diretor
Daniel Filho (Boca De Ouro)
Flávia Castro (Deslembro)
Joana Mariani (Todas as Canções de Amor)
Julia Rezende (De Pernas Pro Ar 3)
Leonardo Domingues (Simonal)
Miguel Falabella (Veneza)

Melhor Cinematografia
Dante Belluti (De Pernas Pro Ar 3)
Felipe Reinheimer (Boca de Ouro)
Gustavo Hadba (Todas as Canções de Amor)
Gustavo Hadba (Veneza)
Heloisa Passos (Deslembro)
Pablo Baião (Simonal)

Melhor Roteiro
Euclydes Marinho (Boca de Ouro)
Flávia Castro (Deslembro)
Marcelo Saback, Rene Belmonte E Ingrid Guimaraes (De Pernas Pro Ar 3)
Miguel Falabella (Veneza)
Nina Crintz, Vera Egito E Roberto Vitorino (Todas as Canções de Amor)
Victor Atherino e Leonardo Domingues (Simonal)

Pesquisas relacionadas