ToliBlog

Com Dilma Rousseff afastada do poder executivo, Letícia Sabatella parte para cima de Michel Temer: “Aceitá-lo é só pra tolos e ignorantes”

Na opinião da atriz, "o ódio já fez este golpe contra todos os direitos dos cidadãos"

Publicado em 13/05/2016 | Por Lucas Rezende

Para a atriz Letícia Sabatella, o afastamento da presidenta Dilma Rousseff (PT) do poder, e o consequente comando do executivo nas mãos do peemedebista Michel Temer é um golpe. E mais: segundo ela, “aceitar Michel Temer com menos de 1% de popularidade, simplesmente inelegível, responsável pelo pior do governo, é só pra tolos, ignorantes, ou mal-intencionados”. Defendendo que a democracia deve ser defendida pelo povo, Sabatella reiterou, nesse pós andamento de mais um passo do rito de impeachment, que “somos uma tradição de resistentes”.

leticia-sabatella-original

“Tudo o que está acontecendo hoje sempre houve e sempre resistimos, sempre existiremos. Nossa árvore é maior que um partido, nossa raiz nutre-se de pura essência do amor ao próximo, ao justo, ao impossível para os que têm medo de mudança. Nós sempre desejaremos a mudança, por isso ela sempre acontece mesmo com toda a força contrária. Nós somos movidos pela utopia e rechaçamos o comodismo. Nasceremos e renasceremos a cada morte, a cada traição, a cada golpe, cada vez mais fortes”, disse em uma rede social.

Leia também – Artistas se mobilizam contra o fim do Ministério da Cultura e escrevem carta aberta a Michel Temer 

*Em tempo: vale lembrar que Sabatella surge cantando, ao lado de atores como Camila Pitanga e Wagner Moura, no vídeo-protesto “Roda Viva“, engrossando o coro contra o processo de impeachment. Na manifestação virtual, ela reitera que “a cidadania precisa ser empoderada nesse momento” e que precisamos “fazer o voto valer”.

Pesquisas relacionadas