Quotes

Stacy London, ex-apresentadora do ‘Esquadrão da Moda’, assume sua primeira relação com uma mulher

Aos 50 anos, a consultora ‘fashion’ americana resolve abrir o jogo sobre seu namoro com a musicista Cat Yezbak e agradece ao movimento LGBTQ pela facilidade com que saiu do armário: ‘Sou carregada nos ombros de uma comunidade que lutou bravamente para que eu fosse capaz de fazer isso aberta, orgulhosa e FACILMENTE’, afirma em seu Instagram

Publicado em 03/01/2020 | Por Heloisa Tolipan

Aos 50 anos, Stacy London resove abrir o jogo sobre sua primeira relação com uma mulher (Reprodução da internet)

*Por Jeff Lessa

Ano novo, vida nova. Amor novo também, por que não? Pelo menos está sendo assim para a television personality e consultora de moda americana Stacy London, ex-apresentadora do reality fashionEsquadrão da Moda”, do Discovery Home & Health e que ela conduzia com Clinton Kelly e que inspirou a versão brasileira que vai ao ar no SBT. Até aí Inês é morta. A questão é que, aos 50 anos, Stacy decidiu sair do armário e assumir sua primeira relação amorosa com uma mulher – no caso, a musicista Cat Yezbak, que forma a banda Local Woman com um cara chamado Zach Danger. Os dois cantam e tocam – ele fica com a guitarra e ela, com os teclados. O projeto é recente: o primeiro álbum saiu em julho passado. Stacy esperou o último dia de 2019 para dar a notícia via Instagram:

“Não que seja da sua conta, mas… Eu posso muito bem falar sobre tudo que ouço flutuando por aí. 2019 foi um ano louco por muitos motivos. Esse ano de lidar com o luto e muitos problemas de saúde imprevistos foi, muitas vezes, um lugar muito escuro para se estar. Mas, como na maior parte da vida, teve também uma felicidade incrível e a pessoa responsável por isso foi @catyezbak, que é e tem sido a minha namorada por mais de um ano. Alguns de vocês já devem ter imaginado isso. Meus amigos e minha família a conhecem bem”. Bom, não se trata de um amor tão novo assim…

Stacy e Clinton Kelly na época em que apresentavam o ‘Esquadrão da Moda’ (Reprodução da internet)

Stacy passou por uma cirurgia na coluna em 2016 que resultou em fortes dores nas costas e numa depressão. Talvez tenha sido por isso que ela bloqueou o então amigo Clinton Kelly no Twitter, no final de 2017, causando um pequeno escândalo entre os fãs. O fato é que a consultora foi bastante assertiva sobre o motivo de não falar abertamente sobre seu relacionamento antes: “Eu não a exibi nas mídias sociais por alguns motivos. 1- Tive relações que se tornaram públicas e não adoro isso. Mas quero deixar claro aqui que com a Cat eu senti que devia a ela a chance de termos a nossa privacidade, já que é a minha primeira relação séria com uma mulher e tenho certeza de que vai haver algum barulho em torno disso. Eu nunca a esconderia por vergonha. 2- É muito fácil para mim, uma mulher branca privilegiada de 50 anos, dizer de repente ‘estou namorando uma mulher’ com pouquíssimo alarde, sei muito bem disso. Diferentemente de mim, há inúmeras pessoas na comunidade LGBTQIAP que não tiveram a escolha de ser quem são, não tiveram amor da família no qual se apoiar, nenhum apoio de ninguém em nenhum lugar”.

Demonstrando que não está se importando com a reação negativa que possivelmente receberá de alguns de seus seguidores e fãs, ela afirmou que estava na hora de contar a sua verdade e batalhar por tudo que deseja que aconteça em 2020. Especialmente em relação às lutas pelos direitos LGBTQs, tanto dela própria como de outros: “Eu me apaixonei, realmente me apaixonei por essa alma linda, sexy e delicada e não vou pedir desculpas por isso, mas sou carregada nos ombros de uma comunidade que lutou bravamente para que eu fosse capaz de fazer isso aberta, orgulhosa e FACILMENTE. Uma coisa é DIZER Amor é Amor. Outra coisa é dizer Amor é Paixão e Devoção e Sexo e realmente sentir isso sem vergonha ou preconceito por se tratar do mesmo sexo. Então eu costumava namorar com homens. Agora eu namoro com ela. É isso. Isso é tudo que eu tenho a dizer. Feliz Ano Novo para cada um de vocês. Desejo a vocês o melhor de tudo nesse ano que vem. Traga isso, 2020. Vamos lá. (E TAMBÉM: qualquer comentário mau será deletado imediatamente. Minha conta não vai tolerar qualquer tipo de ódio.)”

Cat Yezbak e Stacy London abriram recentemente uma loja de presentes vintage (Reprodução da internet)

O casal acabou de inaugurar uma loja de presentes exclusivíssimos chamada Small Beautiful Things (Pequenas Coisas Bonitas, em tradução literal). Todas as peças são únicas, garimpadas em viagens que Stacy e Cat fazem pelo mundo em busca de objetos vintage manufaturados entre meados do século XIX e meados da década de 1980. Cat contou em seu Instagram que, ao longo de 2020, as duas pretendem abrir lojas popup. “Eu não fazia ideia de quanto eu gostava de caçar antiguidades até que @stacylondonreal começou a viajar pelo mundo todo procurando por elas. Joias passadas de geração em geração – todas contendo uma história em si”, escreveu Cat em seu Instagram.

Quer dar uma espiada no que as moças têm para oferecer? Ainda há poucas publicações, mas são do maior bom gosto.

@small_beautiful_things_ny

Pesquisas relacionadas