Quotes

A queda dos anjos rebeldes: livro conta a trajetória polêmica de Alexander McQueen e John Galliano

Em "Gods and Kings: The Rise and Fall of Alexander Mcqueen and John Galliano", a autora Dana Thomas tira histórias do baú e comenta sobre as carreiras tão elogiadas quanto controversas dos dois estilistas

Publicado em 06/02/2015 | Por Heloisa Tolipan

*Com João Ker e Rillen Rymes

Alexander McQueen (1969-2010) e John Galliano podem ser considerados como os anjos rebeldes da moda, cada um a seu modo. Famosos pela irreverência e criatividade, eles são o exemplo de que, como ocorre na maior parte dos casos, o talento genial pede o seu preço. Amados e conhecidos por muitos, mas ainda assim indecifráveis, os dois estilistas gozaram de sucesso e prestígio, mas o topo do mundo pode ser um lugar solitário, e a excentricidade nem sempre é bem entendida. Os escândalos e dramas de suas vidas refletem a verdade agridoce de que apesar da fama, no fim, os astros são apenas humanos. E é isso que o livro “Gods and Kings: The Rise and Fall of Alexander McQueen and John Galliano” pretende mostrar.

Com lançamento previsto para o próximo dia 10, a autora Dana Thomas traça a biografia dos dois designers, incrivelmente habilidosos, mas que tiveram seus grandes momentos de queda. A ideia surgiu quando a jornalista e ex-modelo estava escrevendo um artigo sobre o infame surto anti-semita de Galliano e começou a relacionar a depressão de Tom Ford, os vícios de Marc Jacobs e a histeria criativa de Christophe Decarnin, ex-designer da Balmain. “Eu escrevi esse parágrafo e pensei: ‘Uau! Tem alguma coisa aqui”. Thomas então ligou para seu editor e começou a pesquisar entre seu arquivo sobre as histórias de ambos os estilistas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entre os entrevistados de “Gods and Kings”, estão familiares de Alexander McQueen e John Galliano, colegas de trabalho e o jornalista André Leon Talley. O livro ainda traz detalhes de todos os desfiles dos estilistas, além de alguns boatos que circularam pela indústria e suas respectivas lutas contra a depressão e os vícios. No trágico caso de McQueen, a pressão da indústria para que ele se adequasse aos moldes, o suicídio de sua alma gêmea criativa, Isabella Blow, em 2007, e a aquisição de sua marca pelo conglomerado LVMH foram pontos decisivos em uma morte que, de acordo com a autora, já teria sido planejada outras vezes.

Alexander McQueen e Isabella Blow fotografados por David LaChapelle (Foto: Reprodução)

Alexander McQueen e Isabella Blow fotografados por David LaChapelle (Foto: Reprodução)

Já no caso de Galliano, as polêmicas envolvendo o escândalo anti-semita e a sua demissão da Dior foram o estopim de um alcoolismo que estava anunciado há meses entre seus colegas de trabalho. No livro, Dana Thomas conta que tanto o diretor geral da grife, Sidney Toledano, quanto o responsável pela Louis Vuitton na LVMH, Bernard Arnault, tentaram convencer o designer a se internar em uma clínica de reabilitação, o que não surtiu efeitos. O que se seguiu  foi o exílio fashion mais comentado e noticiado dos últimos anos, que ainda está longe de um fim, por mais que o estilista esteja voltando aos poucos para o universo da moda, como prova sua recente coleção para a Maison Martin Margiela (que você viu aqui).

John Galliano fotografado para a Vanity Fair em sua primeira entrevista após sair da reabilitação (Foto: Annie Leibovitz | Reprodução)

John Galliano fotografado para a Vanity Fair em sua primeira entrevista após sair da reabilitação (Foto: Annie Leibovitz | Reprodução)

Críticos e VIPs que já tiveram acesso ao livro se dividem em opiniões: uns acham que Dana pegou pesado com McQueen, outros consideram que ela exagerou com Galliano, muitos têm certeza de que o lançamento é ofensivo para a memória e reputação de ambos, já que além de falar das conquistas profissionais, a autora também se aventura pelo universo romântico e pessoal de cada um. Seja como for, biografias nunca são bem recebidas de uma maneira geral, ainda mais quando seus retratados são pessoas polêmicas com vários esqueletos no armário.

Pesquisas relacionadas