Quotes

Primo da Rainha Elizabeth II irá se casar com um diretor de serviços aéreos marcando o primeiro matrimônio gay da família real

Ivar Mountbatten irá se casar, em setembro, com James Coyle em uma capela privada no sul da Inglaterra. A cerimônia será para cerca de 120 convidados e a ex-mulher do lorde, Penny Mounbatten, irá levá-lo até o altar. “É um casamento muito moderno. Não houve um pedido, apenas a aceitação desse grande amor”, comentou Mountbatten ao DailyMail

Publicado em 18/06/2018 | Por Ana Clara Xavier

Bem-vindos ao futuro. Depois de vermos o, agora, duque Harry e Meghan Markle, atriz, divorciada e filha de uma mãe negra, teremos mais um matrimônio da família real britânica que promete desconstruir muitos paradigmas e preconceitos da nossa sociedade atual. O lorde Ivar Mountbatten, primo da rainha Elizabeth II, irá se casar com o diretor de serviços aéreos James Coyle marcando o primeiro casamento gay da história desta família. O evento será realizado em setembro em uma capela privada em Devon, no sul da Inglaterra. “É um casamento muito moderno. Não houve um pedido, apenas a aceitação desse grande amor”, comentou Mountbatten ao DailyMail.

James Coyle ao lado do lorde Ivar Mountbatten, primo da rainha (foto: Divulgação)

O lorde assumiu a sua orientação sexual há dois anos, depois de divorciar-se de Penny Mounbatten, com quem tem três filhos: Ella, de 22 anos, Alix, de 20, e Luli, de 15 anos. A cerimônia irá quebrar ainda mais paradigmas já que a sua ex-mulher será a pessoa que o levará até o altar. Este detalhe importante da cerimônia foi uma sugestão dos filhos do casal. “Foi ideia das meninas, o que me deixou bem emocionada e sensibilizada”, explicou.

De acordo com Penny, ela cultiva uma ótima relação com James e acredita que o ex-marido é uma pessoa muito mais feliz atualmente. “Ivar está muito tranquilo agora, ele é muito mais legal. Ele provavelmente não sabia que, ao esconder sua sexualidade, ele estava se atormentando. Agora que ele se assumiu, é uma pessoa completamente diferente. Todo mundo diz que nunca o viu mais feliz”, contou. O lorde sempre havia sido honesto com a sua ex-mulher quanto a sua orientação, tendo comentado que era bissexual antes de pedi-la em casamento.

O casamento será discreto para apenas 120 convidados, incluindo familiares e amigos próximos ao casal. “Nós não vamos cortar um bolo, não vamos ter uma valsa”, contou o lorde, que ainda garantiu música boa e comida gostosa

Pesquisas relacionadas