Moda & Beleza

“Viva Essa Festa”: Dragão Fashion Brasil completa 18 anos e agrega à agitada programação de desfiles experiências gastronômicas, musicais e reflexivas em Fortaleza

Entre os dias 24 e 27 de maio, Fortaleza torna-se a capital da moda brasileira na 18ª edição do evento fashion mais charmoso do Nordeste. Com o conceito “Viva Essa Festa”, o Dragão passa a explorar novas experiências à beira mar cearense, em mais uma edição no Terminal Marítimo de Passageiras de Fortaleza

Publicado em 13/05/2017 | Por Julia Pimentel

A maioridade chega ao Dragão Fashion Brasil (DFB) este ano. Entre os dias 24 e 27 de maio, Fortaleza torna-se a capital da moda brasileira na 18ª edição do evento fashion mais charmoso do Nordeste. Com o conceito “Viva Essa Festa”, o Dragão passa a explorar novas experiências à beira mar cearense, em mais uma edição no Terminal Marítimo de Passageiras de Fortaleza. Mais que uma fashion week, a programação agora ganha a alcunha de festival, com cultura, música, gastronomia e formação agregados à programação do evento. Durante os quatro dias de Dragão Fashion Brasil, a pluralidade passa a dominar a vocação multidisciplinar do encontro. Além dos mais de 40 desfiles, a 18ª edição do evento abrirá espaço para a reflexão da moda contemporânea, workshops, shows e ampla variedade gastronômica.

Apesar do conceito de festival ter ampliado as experiências na capital cearense, os desfiles continuam sendo o destaque do Dragão Fashion Brasil. Em 2017, serão 43 marcas desfilando suas criações em quatro dias de catwalk. Entre estilistas estreantes e veteranos, o evento reforça sua identidade agregadora em um line-up que passeia por diversos estilos e propostas. Representando as grifes que já são conhecidas do mercado fashion brasileiro, o Dragão apresenta Aládio Marques, Almerinda Maria, André Sampaio, Bikiny Society, Caio Nascimento, Rendá por Camila Arraes, David Lee, Iury Costa, Ivanildo Nunes, Jeferson Ribeiro, João Paulo Guedes, Kallil Nepomuceno, Lindebergue Fernandes, Melk Z-Da, Ricciardo Gomes, Ronaldo Silvestre, VillÔ Ateliêr, Wagner Kallieno, Weider Silverio, Babado Coletivo e projeto Ceará Moda Contemporânea.

Desfile Almerinda Maria em edição passada do Dragão Fashion Brasil (Foto: Divulgação)

Já como vitrine dos novos talentos, a programação também traz inúmeros nomes promissores, como Mary Andrade, Lúcio Aureo, Saldanha, Centro Universitário Estácio do Ceará, Centro Universitário de João Pessoa,  ETEC Carlos de Campos, Faculdade Ateneu, Faculdade Santa Marcelina, Faculdade Técnica Senai Antoine Skaf, Universidade Federal de Minas Gerais, Unifor e Comunidade Moda.

Cada uma com uma identidade fashion, as marcas que desfilam nesta edição do Dragão Fashion Brasil exploram situações e comportamentos diferentes em suas coleções. A Babado Coletivo, por exemplo, é uma marca que, de forma democrática, aposta em cores e alegria nos modelos que se destacam pelo conforto e pelo clima urbano ou de praia. Já a estilista Mary Andrade se destaca no line-up do evento por sua proposta artesanal. Com um trabalho pautado na moda handmade, a estilista leva para a passarela do DFB a coleção “Era Uma Vez”, que revelará as descobertas em um mundo dourado e reluzente.

Outra característica muito presente entre as marcas que irão desfilar neste 18º ano de Dragão é a essência cearense. No line-up, grande parte das grifes são do estado e mantém as raízes nordestina em suas coleções. Entre esses exemplos estão Almerinda Maria, Ricciardo Gomes, Caio Nascimento e Kallil Nepomuceno. Inclusive, esta é uma questão em pauta até pelo idealizador do Dragão Fashion Brasil, Cláudio Silveira. Para festejar os 18 anos do evento e reverenciar ainda mais o estado do Ceará na moda nacional, todo o casting do DFB será composto por modelos nordestinas, incluindo grandes  nomes da moda brasileira e mundial que estarão em Fortaleza para desfilar na fashion week. “A indústria da moda brasileira deve muito à tradição têxtil nordestina. Mesmo com tantas adversidades, a criatividade mantém-se como base das nossas confecções, que investem cada vez mais em ações inovadoras e consistentes, como o próprio DFB”, explicou Cláudio Silveira.

Concurso dos Novos em edição passada do Dragão Fashion Brasil (Foto: Divulgação)

Mas, como adiantamos, a maioridade trouxe experiências plurais para o Dragão Fashion Brasil. Além da extensa programação na passarela do evento, os dias em Fortaleza também serão de conhecimento e reflexão sobre o atual panorama da moda moderna. No projeto “Dragão Pensando Moda”, Alexandre Herchcovitch, Fernanda Yamamoto, Dudu Bertholini e diversos outros personagens do cenário fashion brasileiro irão participar de workshops, palestras, mesas-redondas e talkshows. Para conferir a programação completa, clique aqui.

No 10º ano da iniciativa, que tem parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/Ceará), também ocorrerão cursos de 16 horas totais com distribuição de diplomas para os inscritos. Divididos em quatro dias, esses encontros terão quatro horas de duração e irão tratar dos temas “A formação da imagem do homem brasileiro”, com Mario Queiroz, “Estratégia de linguagem de moda e digital influencer”, com Designer Phaedra Brasil (Senac/Bahia), “Workwear style – como construir uma imagem de moda adequada ao mercado de trabalho”, com o estilista Luiz Clério (Senac/Pernambuco) e “Realidade do upcycling”, com Gabriela Mazepa e convidados do Senac.

Dragão Fashion Brasil comemora 18 anos em 2017 (Foto: Divulgação)

A gastronomia também é outro quesito a ser explorado neste 18º ano de DFB. Para garantir a energia dos convidados do evento nesta maratona de desfiles e saberes, a fashion week cearense terá 28 restaurantes e bistrôs, além de dez opções de foodtrucks. Nesta edição, depois do sucesso “a lá Colômbia”  do ano passado, a culinária peruana será a contemplada no passeio do Dragão pela América Latina. Sendo assim, as opções gourmet irão recriar pratos típicos do país que é o melhor produtor de algodão do mundo em versões de comida de rua e, claro, com um bom tempero cearense.

Na trilha sonora, o Dragão Fashion Brasil terá três palcos a todo o vapor durante a programação fashion. Nos quatro dias de evento, serão sete grandes apresentações com artistas como The Dillas, In Beats e Nayra Costa em uma homenagem à diva Beyoncé. Já a DJ Marina Dias será a responsável pelas carrapetas na festa de encerramento do evento.

Boulevard Kza do Dragão em edição passada do evento (Foto: Divulgação)

Para garantir o conforto e a excelente experiência de centenas de convidados, estudantes, jornalistas e estilistas nesses quatro dias de Dragão Fashion Brasil, a estrutura do evento também terá novidades. Este ano, a fashion week resgata a tradição de nomear as salas de desfile com títulos que remetem à primeira década do evento. Assim, a Sala Fogo, com capacidade para 800 pessoas, será o destino dos grandes estilistas do line-up. Na Sala do Barro, haverá o encontro da moda e do artesanato, em desfiles que reverenciam os saberes manuais da moda brasileira. Já a novíssima terceira sala do DFB, a das Marés, será palco para apresentações mais alternativas, compostas pelos desfiles do reality show Comunidade.

Pesquisas relacionadas