Moda & Beleza

No Rio, tops brasileiras como Isabeli Fontana e Carol Trentini se encontram para a 4ª edição do SENAI Brasil Fashion

Com beleza assinada por Rodrigo Costa, as modelos desfilaram as criações de 24 alunos de dez estados brasileiros que participaram desta edição do projeto. Além de criarem e desenvolverem as peças com ajuda dos coaches, os estudantes ainda vivenciaram experiências como definir a trilha sonora, comportamento e beleza da apresentação

Publicado em 28/11/2017 | Por Julia Pimentel

Isabeli Fontana, Renata Kuerten, Carol Trentini, Cíntia Dicker e Celina Locks. Estes são alguns dos badalados nomes que fizeram parte do casting do SENAI Brasil Fashion. Ontem, no Rio de Janeiro, o projeto promoveu o desfile final após três meses de criação e desenvolvimento de moda. Na passarela, 24 estudantes de dez estados brasileiros apresentaram o futuro fashion nacional com trabalhos instruídos por quatro super coaches: Lino Villaventura, Alexandre Herchcovitch, Lenny Niemeyer e Ronaldo Fraga. Nesta experiência, mais do que a habilidade de estilista, o trabalho em dupla, com a parceria de um estudante como modelista, também revelou outras áreas de um desfile os jovens participantes. Entre as novidades, estava a beleza. Para a apresentação final ontem à noite, no Museu do Amanhã, os alunos do SENAI Cetiqt criaram com seus coaches e o beauty stylist Rodrigo Costa, que foi quem assinou a beleza de todo o desfile, o conceito que queria potencializar na passarela.

Leia também: Entre personalidades das artes e da moda, 24 estudantes de dez estados do país apresentam suas criações no SENAI Brasil Fashion, no Rio: “É o Brasil pensando moda”, disse Ronaldo Fraga

No casting, 12 nomes ilustres da passarela nacional desfilaram no SENAI Brasil Fashion, no Rio (Foto: Marcelo Soubhia /Agência Fotosite)

Neste trabalho, que resultou em doze belezas diferentes, uma para cada dupla do SENAI Brasil Fashion, Rodrigo contou que combinou as personalidades dos estilistas com a do coach e a proposta da coleção. Sendo assim, em cada um os quatro times, uma ideia conduziu a produção e definiu o que acompanhamos na passarela. “Eu segui muito a linha de cada coach para fazer a beleza. Então, no time do Ronaldo Fraga, por exemplo, optei por uma mulher diferente, que não basta ser linda. Para o Alexandre Herchcovitch, algo mais limpo, do jeito que ele gosta e, nas duplas do Lino, aquela mulher mais estranha. Para fechar, a Lenny gosta daquele perfil mais sofisticado e foi isso o que eu busquei fazer, respeitando, claro, cada conceito de dupla”, explicou Rodrigo Costa.

Relembre: No Rio, Lenny Niemeyer, Herchcovitch, Ronaldo Fraga, Lino Villaventura e outros nomes da moda se encontram no Senai Cetiqt para debater o futuro fashion: “Não é mais sobre roupa”, garante Jackson Araújo

Backstage de beleza para o SENAI Brasil Fashion 2017 (Foto: Agência Fotosite)

E isso ocorreu da forma mais variada. No caso do time de Lenny Niemeyer, por exemplo, o beauty stylist teve que aliar a sofisticação e elegância da coach com a coleção inspirada no funk de uma das duplas. Assim como ocorreu com Alexandre Herchcovitch. Embora o estilista tenha uma identidade mais limpa em sua carreira, no SENAI Brasil Fashion, a beleza de uma de suas duplas foi pesada e inspirada no punk. “Eu tive que ir fazendo este equilíbrio entre os alunos, as coleções e os coaches para chegar em um resultado que pudéssemos identificar os três elementos na beleza”, disse.

Leia também: No Fashion Talks do Senai Cetiqt, as inovações na moda ganham espaço em tarde com estudantes e Lenny Niemeyer comenta tecnologia atual: “O céu é o limite”

Backstage de beleza para o SENAI Brasil Fashion 2017 (Foto: Agência Fotosite)

Sendo assim, as criações foram um exercício nada simples para Rodrigo Costa. Após algumas horas de teste e muita conversa, o beauty stylist e os personagens deste desfile bateram o martelo e chegaram ao resultado de ontem. “No time do Ronaldo Fraga, eu fiz uma beleza com aparência mais anos 1960, outra com o cabelo molhado e um olho um pouco roxo e, na terceira, o visual é quase surfista. Em baixo dos olhos, eu fiz esse traço laranja que lembra um pouco a pasta d’água para proteger do sol e, nas pernas, uma pintura com cores fluorescentes”, detalhou.

Leia também: Inovação na base: o futuro da tecelagem foi o assunto abordado pelos estilistas Lino Villaventura e Wilson Ranieri no Fashion Talks no Senai Cetiqt do Rio

Belezas do time coordenado pelo coach Ronaldo Fraga (Foto: Agência Fotosite)

No caso de Alexandre Herchcovitch, Rodrigo foi do nada ao tudo. “Nas duplas do Herchcovitch, como eu sei que ele não gosta muito de maquiagem, eu priorizei essa aparência limpa, quase andrógena. Principalmente em uma das coleções, as modelos têm muito dessa androgenia. Na outra dupla, eu fiz um penteado meio anos 1920 com a cara limpa. E, para completar, na contramão, a terceira beleza tem um olho bem marcado com uma maquiagem mais carregada”, contou.

Leia também: No Fashion Talks, Alexandre Herchcovitch comenta modelo de negócios baseado em parcerias com outras marcas e questão da moda agênero nos dias de hoje: “Há diferenças reais na anatomia do corpo da mulher e do homem”

Belezas do time coordenado pelo coach Alexandre Herchcovitch (Foto: Agência Fotosite)

Para os alunos coordenados por Lino Villaventura, o beauty stylist buscou trabalhar com o visual diferente que o estilista prioriza em suas apresentações. Neste sentido, um elemento extra maquiagem foi fundamental em uma das produções. “Para seguir essa mulher meio estranha que é a personalidade do Lino, eu usei lentes de contato que deixam o olho um pouco maior. A ideia é dar um efeito mais intenso, mas a íris continua com a cor de cada uma. Para a outra dupla, optei por um coque mais natural, como se ela tivesse feito, com uma boca manchada de leve. Ao contrário da terceira, que os lábios são vermelho e roxo e é mais manchado”, explicou.

Leia também: A estampa e sua evoluções: no Fashion Talks do SENAI Cetiqt, Ronaldo Fraga e Angelo Frigerio debatem sobre as possibilidades de padronagem de hoje

Belezas do time coordenado pelo coach Lino Villaventura (Foto: Agência Fotosite)

Por fim, a elegância de Lenny Niemeyer foi posta à prova com belezas minimalista e over poderosas. Nestes três casos, Rodrigo Costa mostrou como ser fina e chique mesmo de batom azul, por exemplo. “A ideia foi trazer a mulher do funk e eu me inspirei na periferia de São Paulo. Lá elas estão usando muito essa beleza com boca azul, olho roxo, glitter laranja e colocando tudo o que podem na maquiagem sem medo de errar. Na segunda dupla da Lenny, eu segui bastante o que a coach gosta de cabelo molhado e aparência mais chique e sofisticada com um cobre nos olhos. Por fim, na terceira, é uma mulher mais limpa totalmente geométrica com prata nos olhos”, completou.

Leia também: A invasão das redes sociais no comportamento moderno provoca mudanças nos setores de moda e beleza e desperta debate no Fashion Talks do SENAI Cetiqt no Rio

Belezas do time coordenado pela coach Lenny Niemeyer (Foto: Agência Fotosite)

Com tantas possibilidades e criações, Rodrigo Costa teve apenas um detalhe que mudou entre coaches e alunos. Mais uma vez, o beuaty stylist abusou do que já se transformou em sua marca registrada desde a última edição da São Paulo Fashion Week: sobrancelhas livres. Nas 12 belezas do SENAI Brasil Fashion, Rodrigo reforçou o que acredita ser tendência para o Verão 2018 e penteou para cima os pelos das sobrancelhas. E, por falar nos hits da próxima estação, ele destacou que alguns deles apareceram no desfile de ontem à noite. “As bocas manchadas com os dedos vai ser super bombada no verão. E pode fazer com batom ou hidratante labial. Outro ponto forte que usei no desfile e também deve se destacar na temporada é a pele mate. Particularmente, esta não é minha preferência, mas estamos vendo essa tendência bem forte”, disse o beauty stylist que, para os cabelos, ainda apontou o mood vintage dos anos 1920 como penteado para a noite. Será?

Leia também: Educação e empreendedorismo fecham debates no SENAI Cetiqt e coordenador do curso de moda apresenta Confecção 4.0: “Em pouco tempo, todos os corpos serão mapeados”, garante Marco Aurélio Lobo

Este slideshow necessita de JavaScript.

O fato é que, mais uma vez, o SENAI Brasil Fashion cumpriu seu papel de ir além das salas de aula. Como disse o coordenador de ensino superior do SENAI Cetiqt, que patrocina o projeto, Marcelo Ramos, a ideia é fazer com que estes 24 alunos participantes se preparem ainda mais para vencer o mercado da moda quando conquistarem seus diplomas acadêmicos. “Esse projeto sintetiza a nossa ideia de educação profissional que é baseada no conceito de que se aprende fazendo. Para isso, os alunos possuem uma estrutura para pôr a teoria em prática e uma análise de competências para fazer com que eles saiam mais preparados para o mercado de trabalho”, disse o coordenador, Marcelo Ramos.

Isabeli Fontana para o SENAI Brasil Fashion 2017 (Foto: Agência Fotosite)

Não apenas no campo executivo, esta também foi uma ideia destacada por grandes nomes da moda brasileira e mundial. No casting, tops internacionais como Isabeli Fontana, Cíntia Dicker, Renata Kuerten e Carol Trentini potencializavam a força e importância do projeto para estes novos talentos que chegam ao mercado. “O Brasil tem muitos talentos escondidos. Então, dar oportunidades para os estudantes é muito importante, ainda mais em um evento tão visto como este. Eu adoraria ser uma estudante mostrando o meu trabalho entre tantas pessoas legais e renomadas no mundo da moda”, disse Cíntia Dicker.

Cíntia Dicker para o SENAI Brasil Fashion 2017 (Foto: Agência Fotosite)

Assim como a top ruiva que se divide entre o Rio e Nova York, Renata Kuerten também comentou sobre a relevância do SENAI Brasil Fashion para diferentes personagens da moda. Ela, que esteve presente em todas as edições desde a estreia em 2014, destacou que esta não é uma oportunidade apenas para os novos estilistas e modelistas. No casting, new faces também traziam frescor para o time de veteranas. “É legal estar no meio das novas modelos porque eu acabo sendo referência para elas de forma leve. Elas de vez em quando me pedem algumas dicas e eu sempre digo que o mais importante é ter foco, disciplina e tratar todos bem”, contou Renata Kuerten que possui 15 anos de carreira como modelo.

Renata Kuerten para o SENAI Brasil Fashion 2017 (Foto: Agência Fotosite)

Pesquisas relacionadas