Moda & Beleza

Líder dos jeans icônicos, Levi’s armou festão em São Paulo com presença de Fernanda Lima e dá ênfase a uma linha feminina poderosa para o Verão 2016

No Terraço Itália, tendo a capital paulistana aos pés e ao som da rapper Karol Conká, os convidados brindaram a marca que identificou os principais fits e estilos que as mulheres desejam e, com as mais recentes inovações em tecido e tecnologias de slimming, criou o denim de caimento perfeito para cada tipo de corpo. HT conta os detalhes!

Publicado em 12/09/2015 | Por Heloisa Tolipan

As luzes da cidade de São Paulo, aquele mar de arranha-céus e suas marginais, o infinito do horizonte. Foi no Terraço Itália, no 41º andar do Edifício Itália, um dos marcos da arquitetura brasileira projetado por A. Franz Heep no início da década de 60, que a cúpula de diretores da Levi’s, a marca que inventou o jeans em 1873, o famoso 501, decidiu comemorar em grande estilo o lançamento da coleção Verão 2016 de jeans feminino. A festa contou com a presença iluminada da apresentadora e modelo Fernanda Lima em look total jeans e estreando o novo visual – horas antes, ela decidiu radicalizar e cortou os longos e dourados cabelos na altura dos ombros – e pocket-show da rapper Karol Conká. Naquele lugar incrível com lustres de cristais e uma decoração clássica, que já recebeu a rainha da Inglaterra, Elizabeth II, nomes da sociedade paulistana, empresários, fashionistas, modelos e o staff da Levi’s brindavam a chegada às lojas de uma série de modelos pensada para uma pluralidade de fits e gostos de mulheres.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Conheço Fernanda Lima desde que ela estreou nas passarelas e nos encontramos logo de cara no elevador do Edifício Itália. Ela usava calça e camisa jeans, que customizou a manga por iniciativa própria, e deixou alguns botões abertos o que proporcionou um ar sensual ao look. “Adorei o novo corte de cabelo”, elogiei. Com aquela fala tranquila, Fernanda disse que não se lembrava mais da última vez que teve os cabelos tão curtos. O mais recente encontro com Fernanda foi quando o site HT conversou com ela no Dia dos Namorados, no Rio, e nos contou intimidades que você pode conferir aqui. Engatamos rapidamente um papo sobre moda e ela disse que, na vida pessoal, é adepta de um estilo no qual o jeans entra em total sintonia. “Não existe nada mais prático do que o jeans. Durante o dia, uma camisa básica e um tênis. À noite, você lança mão de uma blusa social e um escarpin. Quer algo mais eclético?”, analisou.

Bem… a festa corria solta quando Karol Conká subiu ao palco improvisado no local. Outra apaixonada pelo mundo fashion, ela nos contou que moda e música estão em plena sintonia. Adora o estilo eternos de nomes como Rihanna, Vanessa da Mata e Nicki Minaj. Por falar em Nicki… Karol usava um aplique nos cabelos na cor rosa bebê que ficou o máximo. Só para lembrar: o clipe da música “Tombei” , um dos maiores sucessos da cantora e parceria com Tropkillaz, tem figurino assinado por um dos maiores nomes da moda brasileira, o estilista Alexandre Herchcovitch. Em abril, lá estava na fila A do desfile de Alê durante a São Paulo Fashion Week a rapper Karol Conká divando. E já que moda e música eu corroboro a frase de Karol com a escolha da Levi’s que convocou a cantora Alicia Keys para uma campanha mundial da marca com destaque justamente para a pluralidade de estilos e corpos das mulheres. “Todas as mulheres são tão poderosas, incríveis e tão únicas. Quando vejo as mulheres com seus jeans aonde for e seja como elas se manifestem, é belo”, afirma a diva.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vamos agora mergulhar na história da 700 Series, que tem como tônica realçar, modelar e alongar a silhueta das mulheres. Para a temporada Verão 2016, a Levi’s aproveitou esses mais de 80 anos de experiência em denim global feminino, combinou esse conhecimento com a inovação e relevância atuais para criar uma coleção transformadora de jeans femininos. Conversamos com o marketing da Levi’s no Brasil e soubemos que uma equipe de design global se aprofundou na identificação dos principais fits e estilos que as mulheres desejam. Aliando inovação em tecido e tecnologias de slimming, foi criado um jeans de caimento perfeito para cada tipo de corpo. Os fits do Lot 700 são os seguintes: 710 Super Skinny (cintura média, justa nos quadris até os tornozelos, perna super skinny e stretch avançado), 711 Skinny (cintura média, justo do quadril até as coxas e perna skinny), 712 Slim (cintura média, justo no quadril até as coxas e perna slim), 715 Bootcut (cintura média, justo do quadril até as coxas e perna bootcut) e 721 High Rise Skinny (cintura alta, justa no quadril até as coxas e perna skinny).

A linha se juntou ao célebre Jeans 501, straight fit com fecho de botões, ganhou seu status como o jeans mais cobiçado do mundo. No verão de 2015, a Levi’s lançou uma nova versão, o  501 CT, inspirado por fãs do denim que, durante anos, ajustaram seus jeans 501 favoritos ao seu gosto. O “jeans emprestado do namorado” pode ser usado justo, sexy ou relaxado, dependendo do seu estilo. E também ao PIN, com um fit straight, sexy nos quadris e detalhes vintage – incluindo o 601 Pin Skinny e 602 Pin Slim, e Curvy, para mulheres com curvas e cobertura que não sobra nas costas. O portfólio inclui o 811 Curvy Skinny e o 815 Curvy Boot Cut. Cada estilo apresenta cintura média e slim fit ao longo do quadril e coxas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para as mulheres (e os homens também, claro) que adoram História da Moda, em maio de 1918, Levi Strauss & Co. decidiu expandir seus negócios para roupas femininas, percebendo que as mulheres estavam desempenhando um papel cada vez maior na sociedade, especialmente no oeste americano. Levi Strauss & Co. criou então o “Freedom-Alls“, uma peça única para as mulheres, perfeita para o “trabalho ou lazer”. O próprio nome é revelador: a palavra “Freedom” (Liberdade) foi usada pois a América tinha acabado de entrar na Primeira Guerra Mundial. Imaginem que revolução. Mas essa revolução também tinha ocorrido no século 19, quando Levi Strauss & Co. criou o primeiro jeans, em 1873, voltado para os trabalhadores das minas de carvão.

No interior dos Estados Unidos, algumas mulheres que trabalhavam em fazendas do oeste usavam os “waist overalls” (o nome antigo do jeans). Em 1922, a Levi Strauss & Co. acrescentou hiking pants ou “togs” à sua linha. Eram calças curtas, generosamente cortadas, que dobravam no joelho e que foram projetadas para uso com botas. Uma blusa e simples e chapéu completavam o conjunto (ambos também vendidos pela Levi Strauss & Co.). Esse item era deliberadamente dirigido às mulheres que passavam muito tempo ao ar livre. Na década de 1930, mais e mais mulheres estavam usando o mesmo jeans Levi’s®que seus maridos, filhos e irmãos. Mas a Levi Strauss & Co. também sabia que as mulheres queriam se sentir estilosas usando denim e, em 1934, a marca criou o Lady Levi’s, um jeans tradicional feminino com fecho de botões, feito em denim mais leve e cortado para a silhueta feminina. O selvedge nesses jeans só para meninas era amarelo ou rosa, ao invés de vermelho. Isso foi algo tão revolucionário que a revista Vogue publicou uma ilustração de duas senhoras muito elegantes vestindo peças femininas da Levi’s em sua edição Summer Travel de 15 de maio de 1935. E tudo isso culminou com a revista Time considerando o jeans 501 como o “item de moda do século 20”, vencendo a minissaia e o vestido preto básico. Liberdade até hoje!


Pesquisas relacionadas