Moda & Beleza

Grupo Arezzo&Co monta exposição no centro da São Paulo Fashion Week e Alexandre Birman fala de rumos internacionais de sua marca homônima: “Teremos uma vitrine inteira na Bergdorf Goodman”

No Pavilhão das Culturas Brasileiras, o grupo Arezzo&Co lança a nova marca de seu portfólio, a Owme, focada em wellness com design e conforto

Publicado em 26/04/2018 | Por Heloisa Tolipan

*Por Karina Kuperman

Seguindo uma tradição de mais de duas décadas, a Arezzo&Co segue presente na São Paulo Fashion Week. Para a 45ª edição, o grupo preparou uma instalação nos corredores do evento, no Pavilhão das Culturas Brasileiras, para apresentar as novas coleções das marcas Arezzo, Schutz, Anacapri, Fiever e a novíssima Owme, sexta do seu portfólio. A novidade chega ao mercado com invocações tecnológicas e foco em conforto através de suas botas, scarpins, sapatilhas, flats e tênis. “Esse é o nosso lançamento, uma marca bem esperada, de wellness, com couro macio. Era uma demanda de cliente que queria design e conforto, mas que tivesse conteúdo por trás, que é a questão do bem-estar, que focamos muito na Owme”, disse Alexandre Birman, CEO do grupo Arezzo&Co, que prestigiou a mostra.

Alexandre Birman, CEO do Grupo Arezzo&Co prestigia mostra durante a SPFW (Foto: Henrique Fonseca)

Alexandre Birman, CEO do Grupo Arezzo&Co prestigia mostra durante a SPFW (Foto: Henrique Fonseca)

Nos corredores da SPFW, a Schutz lança o seu mais novo tênis S.95-18, inspirado nos anos 90, enquanto a Anacapri traz a nova aposta de flat chamada New Ana. Já a Fiever aposta na ação de customização para os convidados do evento e mostra, ainda, a sua parceria com a marca Memo de Patricia Birman, apresentada nesta noite. A neo marca do grupo, Owme, já apresenta os novos modelos do resort 2018.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vale lembrar que a relação entre a Arezzo e a São Paulo Fashion Week é intensa. A marca foi a primeira patrocinadora do Morumbi Fashion: “Criamos o estudio Arezzo e, ali, lançamos nomes como Alexandre Herchcovitch, tivemos Reinaldo Lourenço, Gloria Coelho. Temos, inclusive, em nosso acervo, esses produtos do final dos anos 90, que foi maravilhoso. Em toda edição, de alguma forma, estamos participando. Sapatos e bolsas são mais difíceis porque são raros os desfiles. Então, a nossa maneira, dessa vez, foi lançar produtos icônicos de cada marca aqui. A única que não está é a Alexandre Birman que tem foco mais internacional mesmo”, explicou.

Falando em foco internacional, a marca se prepara para passos ainda maiores. “Em maio estamos com uma série de iniciativas no mercado americano. Nesse mês começamos, no dia 3, com uma vitrine exclusiva da marca Alexandre Birman na Bergdorf Goodman, celebrando 10 anos. Depoi,s tive a honra de ser convidado pela Anna Wintour para o Baile da MET, no dia 7. Depois, dia 16, inauguramos a loja Alexandre Birman na Madison com a 75 Street e, dia 17, inauguramos a Schutz no Soho”, contou.

 

Pesquisas relacionadas