Moda & Beleza

Em Manaus, Levi’s constrói a segunda pista de skate da América do Sul do projeto Skateboarding com a ajuda de atletas voluntários: “Coisas impossíveis acontecem quando as pessoas se unem”, disse gerente de marketing, Marina Kadooka

Por lá, o time de skatistas que fazem parte da equipe Levi’s Skateboarding, formada por Emmanuel Rezende, Otavio Neto, Henrique Imperiano, Paulinho Barata, Thomaz Dog e Maikon Quaresma, deu novas formas e utilidades a materiais encontrados em terrenos abandonados da região

Publicado em 02/10/2017 | Por Julia Pimentel

Manaus tem uma nova e poderosa pista de skate. O espaço dedicado aos profissionais e amantes do esporte foi inaugurado ontem em um evento especial que reuniu os responsáveis e os beneficiados do projeto. Nos bastidores, a pista de skate do Parque do Mindu, na capital de Amazonas, foi viabilizada por uma iniciativa da Levi’s. Há uma década, a grife mantém o projeto DIY – Do It Yourself que constrói skateparks pelo mundo. Ao todo, já são sete pistas em funcionamento e, agora, com a novidade em Manaus, a América do Sul passa a ter a segunda da iniciativa – a outra é na Bolívia, em La Paz.

Leia também: Novidades para eles: na coleção Taper, Levi’s lança modelos de calças com opções mais ajustadas e com ou sem stretch no denim. Confira!

Construção da pista de skate em Parque do Mindu, em Manaus (Foto: Divulgação)

Leia também: Dos pés à cabeça! Levi’s lança coleção de sapatos e acessórios 100% brasileira com modelos para todos os gostos, estilos e necessidades

No novo espaço, cada detalhe foi construído por skatistas voluntários que doam suas energias e conhecimentos em prol de um bem coletivo. É assim que o Levi’s Skateboarding acredita que se faz a diferença através do esporte. “Ver uma pista de skate brotar das mãos de skatistas voluntários e pessoas da comunidade local é, para a Levi’s®, o primeiro passo da interação, inclusão e convívio social. Coisas impossíveis acontecem quando as pessoas se unem para tornar um sonho real”, afirmou Marina Kadooka, gerente de marketing da Levi’s Brasil.

Leia também: Reduz barriga e levanta bumbum: Levi’s lança coleção “Shaping Series” desenvolvida para as clientes plus size com calça que tem material inovador

Mais do que ter seus próprios personagens como engrenagens ativas deste projeto, o Levi’s Skateboarding ainda vai além nos bastidores da iniciativa. Para a construção deste novo espaço em Manaus, a grife tem o conceito de reciclagem como uma das propostas. Por lá, o time de skatistas que fazem parte da equipe Levi’s Skateboarding, formado por Emmanuel Rezende, Otávio Neto, Henrique Imperiano, Paulinho Barata, Thomaz Dog e Maikon Quaresma, deu novas formas e utilidades a materiais encontrados em terrenos abandonados da região. Além disso, parte do material usado para a construção da pista foi doado dos antigos depósitos pela prefeitura de Manaus.

Leia também: Ícone: Trucker Jacket, a terceira e clássica versão da jaqueta jeans da Levi’s, completa 50 anos de unanimidade na moda mundial. “Não tem validade”, garante Marina Kadooka

No entanto, antes de o projeto começar a ganhar forma e curvas no Parque do Mindu, na comunidade de Santa Bárbara, a equipe de voluntários responsável pela construção da pista visitou a Tribo Tuyuka, que vive às margens do Rio Negro. Por lá, os skatistas conheceram melhor a cultura indígena e puderam trocar experiências com os índios. Assim como eles ensinaram um pouco da arte sobre rodinhas, também aprenderam sobre a vida em uma aldeia.

Leia também: Depois do encontro no Rio, São Paulo recebe comemoração dos 50 anos de sucesso da Trucker Jacket, um dos ícones da Levi’s. Saiba como foi!

Com isso tudo, em uma mistura de inclusão, conhecimento e engajamento, o Levi’s Skateboarding é um projeto que vai além de uma nova pista para o esporte. Nesta experiência, os personagens assumem o papel de protagonistas e responsáveis por algo que é coletivo. “Este projeto da Levi’s é algo que vinha buscando nas minhas viagens pelo mundo. Conhecer e vivenciar o skate local é um grande presente para mim. Acredito que conhecendo e absorvendo a cultura daqui posso transcrever a maneira que enxergo o skate. Estamos construindo com amor este espaço, vamos embora ao final do projeto, mas nossa energia fica impregnada para sempre no concreto e nas vidas das pessoas. O skate em Manaus nuca será o mesmo e minha vida também”, declarou Otávio Neto, skatista e voluntário do projeto.

Leia também: É festa: no Rio, Levi’s comemora os 50 anos da Trucker Jacket e aproveita encontro badalado para apresentar as novidades da próxima coleção. Adiante-se!

Assim, a Levi’s acredita que, através da força do esporte, vidas possam ser modificadas para o bem. Com pilares que o skate e outras modalidades trazem, como o foco, disciplina e interação, a grife se dedica a um cenário de inclusão social e futuro melhor para crianças e jovens pelos quatro cantos do mundo. “O que a Levi’s segue fazendo é muito mais que moda; é vestir as pessoas com um propósito e para um propósito. É observar os acontecimentos do mundo e as necessidades reais de quem não abre mão de usar jeans nos principais momentos da vida”, completou Marina Kadooka.

Pesquisas relacionadas