Moda & Beleza

Casa de Criadores Verão 17 #day 1 – Da estreia de Lui Iarocheski a Heloisa Faria fazendo ode ao empoderamento feminino

A 39ª edição do maior evento de novos criadores da indústria brasileira conta com diversas novidades como e-commerce vendendo peças após os desfiles, shows online e uma coleção de camisetas exclusivas assinada pelos 18 estilistas e marcas participantes

Publicado em 13/04/2016 | Por Karina Kuperman

Evento badalado do meio fashion a pleno vapor: trata-se da Casa de Criadores, que começou terça-feira, dia 12, e chega em sua 39ª edição consagrada como maior plataforma de novos criadores da indústria brasileira. A edição de verão 2017 conta com várias novidades: além da parceria com o e-commerce Passarela, que venderá parte das coleções de seis estilistas, o público poderá assistir, ao vivo e online, aos desfiles. Pensa que acabou? Pois os organizadores lançaram uma coleção de camisetas Casa de Criadores assinada pelos 18 estilistas e marcas participantes. Mais uma vez, a apresentação é do Grupo Lunelli.

O primeiro dia já abriu o evento com chave de ouro: Heloisa Faria desfilou toda a fluidez de peças contemporâneas e em tons terrosos, enquanto a MRTNS, do estilista Marcello Martins, veio em tons de verde, muito animal print e recortes ousados. Rober Dognani trouxe toda sua irreverência à passarela, com beleza exótica e tons escuros e Lui Iarocheski honrou o frenesi em torno de seu nome antes da estreia no evento. Vem com a gente!

Heloisa Faria
A coleção pode ser facilmente dividida em dois blocos. Enquanto o primeiro é estampado com conchas e pérolas no maior clima praiano e adornado com acessórios de Caio Vinícius, o segundo tem transparências, pele de fora, sobreposições e tecidos leves que são a cara do verão. A coleção de Heloísa Faria misturou referências de sexo tântrico com o livro “Mountain Ecstasy”, de Penny Slinger e Nik Douglas. O resultado? Um desfile que falou sobre empoderamento feminino através da apropriação da sexualidade. A marca é uma das que disponibilizou peças selecionadas imediatamente no e-commerce Passarela. Para comprar já!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lui Iarocheski
A estreia do estilista na Casa de Criadores honrou o frenesi em torno de seu nome. Lui Iarocheski, que já chegou a participar da Semana de Moda de Vancouver, em 2015, trouxe uma coleção repleta de novidades e experimentações. Conceituais, as peças vieram estampadas à mão e materiais como seda eco friendly – vinda direto do Casulo Feliz do Paraná, e fibras naturais chamaram atenção. Não à toa, a coleção verão 2017 de Lui Iarocheski foi batizada “Ao Quadrado”, já que resultou, primordialmente, da experimentação direta com quadrados e retângulos de tecidos e peças criadas a partir de formas geométricas.  Os modelos desfilaram calças com dobras que formavam pregas e mangas infladas nos ombros. A única modelo mulher do desfile surgiu com uma blusa com capuz que promete pegar como tendência no streetstyle. O que surgiu como um desafio criativo do estilista resultou em um processo de desconstrução de peças já existentes que fez com que Lui Iarocheski apresentasse inúmeras experimentações. Além disso, o estilista tirou um pouco a rigidez da moda masculina ao criar vestidos e blazers a partir de camisas. As cabeças dos modelos, feitas através de trabalho de reciclagem de tecidos e assinadas por Felipe Capestrano, deram o tom de mistério.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MRTNS
Em sua segunda participação na Casa de Criadores, Marcello Martins propôs uma moda praia ousada e cheia de estampas e recortes autênticos. O tom verde-bandeira predominou na passarela da MRTS e, liso ou com clima tropical e estampa de folhagem assinada por Cindy Nakashima, chamou atenção no evento. A marca provou também que brilho e praia podem combinar perfeitamente e, além do maiô dourado com assimetrias, apresentou um macacão todo de paetês.O animal print de onça também se destacou na moda feminina, enquanto a masculina veio com muita personalidade, principalmente na calça larga e nos loafers bordados de linha produzidos em parceria com a Blue Bird.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rober Dognani
Misture referências a William Shakespeare, inspirações punk e o som de “Ave Maria” de Franz Schubert e você terá o clima do desfile de Rober Dognani no primeiro dia da Casa de Criadores. Com muitas peças pretas e brancas, o estilista representou a dualidade shakespeariana na passarela. Tule, malha, linho, transparências, couro e jeans foram alguns dos materiais escolhidos por Dognani, que propôs um estilo dramático para o verão 2017. A beleza foi assinada por Max Weber e contou com make exótica e cabelos brancos de talco presos em topetes altos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas