Gente & Comportamento

Grazi Massafera fala sobre o papel na nova novela das 9, sobre a maternidade e sobre a carreira: “Já pensei em desistir”

Em O Outro Lado do Paraíso, a atriz será uma das filhas da vilã Marieta Severo e, assim como a mãe, também possui um caráter dúbio

Publicado em 24/10/2017 | Por Ana Clara Xavier

 

“A equipe é incrível, já temos muita intimidade. Me sinto muito bem com o meu personagem e os outros da trama. Queremos que este programa seja o melhor possível. O Walcyr Carrasco tem a característica de conseguir amarrar muito bem a história e a cada fim de capítulo deixar todos com o gostinho de quero mais. Esta novela não vai ser diferente, porque traz muitas polêmicas”, garantiu Grazi Massafera. A expectativa da atriz se deve ao lançamento da nova novela das 9, O Outro Lado do Paraíso, que chegou às telinha da Globo nessa segunda fazendo barulho. A trama se passa no Tocantis e possui um enredo que fala de vingança, amor e Karma, conceito que Grazi afirmou acreditar. Além da atriz, a trama conta com um elenco de peso como Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg, Sergio Guizé, Bianca Bin, Marieta Severo e Rafael Cardoso.

A grande maioria do elenco defendeu o papel, explicando os motivos que levaram cada um a cometer certos atos falhos. A atriz Grazi Massafera foi uma das celebridades que teve este posicionamento. “A Lívia possui problemas psicológicos de criação por ser filha desta mãe autoritária, vivida por Marieta Severo, e de um pai que faleceu. O irmão dela, vivido pelo Sergio Guizé, tem um temperamento complicado e mais agressivo, na verdade, todas as pessoas daquela família são mais violentas, por isso tem uma forma diferente de ver a vida. Inclusive, quando vejo o Sergio e a Marieta fazendo alguma cena, procuro puxar alguns traços da atuação deles para mim para justificar ela ser assim devido a sua criação. Esta família é estranha, eles se amam do jeito deles. Eu a classificaria como a mocinha que deu errado, tenta ser boa, mas não consegue”, afirmou a atriz. Lívia é uma mulher sofisticada e faz parte da família disfuncional criada por Sophia, a personagem de Marieta Severo.

De acordo com a atriz, Lívia é tão destemida quanto Grazi. Mas as semelhanças entre ator e personagem pararam aí. “Acho difícil segurar uma personagem depressiva até o fim, então estou colocando mais humor. Brincando um pouco com a condição dela. Durante seis meses de novela, ter uma pessoa sempre para baixo seria um saco de assistir. Ninguém gosta. Pretendo mesclar com a comédia, às vezes”, explicou. Aparentemente, a personagem de Grazi é sedutora e sensual, o que acaba instigando alguns homens como o personagem de Rafael Cardoso. “O Renato se encanta com o fato dela ser uma mulher sem leis. A Lívia possui um lado selvagem que seduz os homens, mas a convivência com pessoas assim acaba sendo um pouco mais complicado, o que acaba afetando as relações”, salientou.

A figura feminina é muito importante para o desenvolvimento da trama. Dessa forma, a maternidade acaba sendo colocada em destaque, de acordo com a própria atriz. Sophia, por exemplo, tem como objetivo explorar as jazidas de esmeraldas, que estão no território da protagonista vivida por Bianca Bin, e fará de tudo para conseguir isto. No caso da Lívia, ela quer gerar um filho e não consegue e acaba se apropriando do filho da protagonista. “Mesmo sendo horrível o fato dela não poder gerar, não justifica ela ter que roubar o filho de outra pessoa para conseguir isto, porém não podemos esquecer que ela não é uma mocinha”, destacou Grazi. Nesta família disfuncional, a Lívia é mimada e consegue tudo o que quer. O fato de não poder ser mãe a fará lutar pelo seu objetivo. “Quando a Clara descobre que estava grávida, por exemplo, a minha personagem começa a sentir todas as sensações vividas pela cunhada. Naquele momento, parece que a Lívia também engravida o que se torna uma psicopatia dela. Nós convivemos com psicopatas o tempo inteiro e acho que ela é um exemplo disto”, explicou.

Grazi Massafera afirmou que já pensou em desistir da carreira de atriz (FOTO: AGNEWS)

Assim como na novela, a atriz afirmou que a sua mãe exerce uma grande influência sobre as suas decisões e a sua vida. “Venho me tornando quem queria ser. Minha mãe é um grande exemplo na minha vida. Sempre foi minha amiga, mas tinha a autoridade. Ela conseguia encontrar um equilíbrio e, por isso, conseguia falar sobre assuntos polêmicos de uma maneira simples que me deixou direcionada e encaminhada. Por causa dela penso que a minha autoestima não vem da aparência, mas do que represento na família e no amor que recebo”, agradeceu.

Grazi Massafera é a mãe, na vida real, da pequena Sofia, filha de seu relacionamento com Cauã Reymond. Assim como a sua personagem, afirma que sempre sonhou em gerar uma criança. Por esse motivo afirmou que tinha medo de não conseguir, assim como sua personagem, quando era mais nova. “As minhas amigas colocavam limão dentro do sutiã das mães, quando eram pequenas, para simularem o peito grande. Enquanto isso, eu colocava barriga de grávida. O meu pai achava isto estranho e se preocupava. No entanto, sempre coloquei na cabeça que precisava de independência financeira para ter o meu próprio filho e assim poder ter mais tempo com ela. Ganhei muita maturidade”, afirmou. A atriz já falou abertamente que queria ter mais outros três filhos, no entanto, garantiu que está desistindo da ideia devido aos perigos existentes na nossa sociedade atual. “Tenho vontade de ter apenas o segundo filho, mas não tenho nenhum planejamento. Estou trabalhando a pleno vapor com a minha carreira. As pessoas que me acompanham sabem o quanto batalhei para estar em um momento próspero como este, onde emendo os trabalhos. Estou motivada”, afirmou.

Apesar de amar a carreira de atriz, Grazi destacou a importância de saber separar dias para ter um momento ao lado da filha como, por exemplo, sair para passear na praia, levá-la para a escola e viajar para a serra. “Sinto que estou conseguindo cumprir o dever de mãe ao conseguir ter tempo para ela e criar um lar muito bom junto com o pai,mesmo separados. Ela só tem cinco anos, ainda existe muito aprendizado para ambas. A parceria com o Cauã é muito importante”, garantiu a artista. A atriz destacou que procura sempre melhorar quem ela é para poder passar melhores ensinamentos à pequena Sofia. “Meu maior desafio agora é equilibrar minha carreira com a vida pessoal. Quando nós fazemos sucesso, já existe a proposta para novos papéis. A maturidade é saber dizer não e ter em mente que preciso cuidar da minha família, para poder voltar melhor”, afirmou.

Elenco principal na coletiva de lançamento (FOTO: AGNEWS)

Devido à corrida rotina profissional, a atriz afirmou que já pensou em deixar a carreira para focar em seu lado pessoal. “Já pensei em desistir porque o ritmo de trabalho e a rotina são intensos. Além disso, recebemos cobrança da imprensa todo o tempo. Nós, os artistas, nos colocamos na linha de destaque e as primeiras críticas são para a gente. Tudo tem um preço, mas também existem os seus benefícios”, acrescentou. Apesar das dificuldades, Grazi garantiu que está satisfeita com o rumo que o lado profissional está levando. “Sinto que todo o esforço e dedicação não são em vão quando estes são genuínos. Me cobro muito e gosto de ser assim, porque consigo provar muita coisa para eu mesma. Quando tinha doze anos, por exemplo, treinava vôlei e me lembro de escutar uma conversa da professora falando que eu era muito magra, não teria sucesso e seria melhor me tirar da equipe. Aquilo me magoou, mas me motivou o que me fez virar a capitã e a campeã paranaense duas vezes. Desde pequena tenho me superar e se me apego ao que o outro diz, estarei me menosprezando”, garantiu a atriz.

Um ônus que existe na atuação, por exemplo, é precisar alterar o corte de cabelo ou o corpo para alcançar a proposta do personagem. Grazi Massafera precisou para O Outro Lado do Paraíso escurecer as madeixas. “Perdi realmente a minha identidade, quando passava pelo espelho levava um susto. Inicialmente, queriam que eu pintasse de preto, mas consegui conversar para um loiro escuro. Agora estou me achando linda”, comemorou. A atriz garantiu estar adorando o figurino de sua personagem com peças mais voltadas para o estilo cowgirl e o hippie chic. “Eu usaria algumas roupas, mas não tudo junto”, informou. Um dos vestidos que usou em cena, inclusive, Grazi pediu para ficar com ele quando a novela chegar ao fim.

Pesquisas relacionadas