Gente & Comportamento

Exclusivo! Alice Wegmann muda o visual para viver triângulo amoroso em “A Lei da Vida”: “Eles vivem uma relação delicada de atração e repulsa”

Apesar de falar muito sobre o amor, a novela também carrega um cunho político muito forte: "A maneira que a gente trata isso é com muita naturalidade. Mostrando o nosso país da forma que é: com corrupção, infelizmente"

Publicado em 18/11/2016 | Por Leonardo Rocha

Desde que surgiu na telinha da Rede Globo como a rebelde Lia Martins, de “Malhação” (2013), Alice Wegmann vem ganhando cada vez mais destaques em suas personagens. Seja pelo talento nato da jovem atriz ou pelo amadurecimento natural que o tempo costuma presentear a quem corre atrás dos seus sonhos, a atriz recebeu agora o desafio de interpretar duas personagens na nova novela das nove, “A Lei do Amor”. Na trama, escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, Alice chegou como Isabela, uma jovem estudante de medicina que protagonizou um polêmico triângulo amoroso ao lado de Humberto Carrão (Tiago) e Isabella Santoni (Letícia). Para pagar a faculdade, a personagem trabalhou como garçonete em um restaurante chiquérrimo, onde acaba ficando com a vida em risco após ouvir conversas reveladoras entre políticos da cidade. Depois do atentado – não se sabe se por vingança -, Alice retornou à novela assumindo a identidade de Maria. Segunda a atriz, ainda é um mistério quem de fato é essa mulher.

Alice Wegmann (Foto: Divulgação)

Alice Wegmann (Foto: Divulgação)

“Nessa novela eu faço duas personagens. A primeira é a Isabela: uma menina livre e independente que divide apartamento com uns amigos. E em um desses trabalhos, ela acaba conhecendo o Tiago, que vira o amor da vida dela. A partir daí eles começam um história conturbada, porque ele é noivo de uma menina que tem leucemia. É uma questão muito delicada. Porque além da história da noiva dele, eles ainda vivem uma relação de atração e repulsa. Se eu estivesse no lugar dela também ficaria bem dividida”, avaliou ela, que após denunciar um político corrupto, sofreu um atentado e volta com uma nova identidade. “Na minha primeira fase, a Isabela faz uma denúncia e acaba sendo ameaçada. Durante uma viagem com o Tiago, uma pessoa tenta matá-la, e ela desaparece. Não se sabe se por questões de política ou pelo seu relacionamento. E, logo em seguida, surge uma outra pessoa muito igual a ela. Fica esse mistério se a Maria será uma irmã gêmea da Isabela, alguém muito parecido. Nem eu mesmo sei o que se passa”, entregou ela.

A atriz mudou o visual para a novela (Foto: Divulgação)

A atriz mudou o visual para a novela (Foto: Divulgação)

A novela é uma produção que não foge aos clichês. A trama gira em torno do casal Heloisa (Claudia Abreu) e Pedro (Reynaldo Gianecchini), que rompeu as barreiras do amor proibido entre classes sociais diferentes. Eles foram separados após uma armadilha da mãe rica do rapaz. No entanto, a temática da política, muito discutida no Brasil, também ganha bastante destaque na trama. “A novela não é sobre política, ela fala sobre o amor. Mas é evidente que o tema passa por ali. A maneira que a gente vai tratar isso, vai ser com muita naturalidade. Mostrando o nosso país da forma que é: com corrupção, infelizmente. Até por que o telespectador já não aguenta mais ouvir falar de tantas maracutaias, né?”, ponderou ela, que se mostrou atenta à crise política do Brasil. “Estamos passando por uma fase muito difícil e eu acho importante colocar isso em questão, sim!”, disse.

Alice Wegmann na festa de "A Lei do Amor" (Foto: Divulgção)

Alice Wegmann na festa de “A Lei do Amor” (Foto: Divulgção)

Muita gente não sabe, mas além de atriz, Alice também faz faculdade de publicidade, na PUC-Rio, e já foi atleta federada de ginástica olímpica do nosso país. “Eu sou muito fã de esporte. Eu treinava com algumas das meninas que foram para as Olimpíadas Rio 2016. O esporte é sempre um caminho muito bom para a união”, comentou ela que falou sobre o saldo positivo dos jogos na Cidade Maravilhosa. “O país estava precisando desse momento e reconhecer que existem muitas coisas boas por aqui também. A gente passa por um momento difícil, mas foi um respiro. A gente tem um povo incrível e temos que saber administrar isso”, disse.

A atriz em "Malhação" (Foto: Divulgação)

A atriz em “Malhação” (Foto: Divulgação)

Desde que começou sua carreira, a jovem tem interpretado meninas de personalidade forte. Seja como a roqueira Lia, de “Malhação”, ou a Shirley, de “Em Família”, de Manoel Carlos. Através disso, ela revelou que passou a ter um olhar mais atento ao machismo. “Sou super feminista! Eu participo de coletivas de mulheres na minha faculdade e nas minhas redes sociais. Eu acompanho tudo e acho que o movimento desconstrói o sistema patriarcal que está enraizado na nossa cultura. É um privilégio o fato de eu ter voz para poder falar sobre isso. É por isso que eu que procuro sempre ouvir as outras pessoas para entender do que a gente está precisando e tocar no ponto certo”, completou.

Pesquisas relacionadas