Gente & Comportamento

Dr. Alessandro Martins esclarece três mitos sobre a aplicação do botox

Frases ouvidas em consultórios como "vou colocar botox na minha boca", "vou aplicar botox no meu bigode chinês", ou vou "colocar botox na sobrancelha para ficar mais elevada” não são corretas. A coluna de hoje elucida uma por uma. Vem ler!

Publicado em 21/08/2018 | Por Junior de Paula

*Por Dr. Alessandro Martins

O que o Botox faz?

O botox é um importante componente nos tratamentos estéticos contemporâneos, mas, ainda, há muita desinformação a respeito de seu uso e indicações. É comum pacientes chegarem aos consultórios com alguns pensamentos equivocados sobre a sua utlização. E é isso que vamos desmistificar na coluna de hoje. Frases e perguntas muitos frequentes no nosso dia a dia de consultório, como “vou colocar botox na minha boca”, “vou preencher meu bigode chinês”, ou vou “colocar botox na sobrancelha para ficar mais elevada” não são corretas. E, por isso, vou elucidar ou esclarecer uma de cada vez, pois são frases e pensamentos que a gente precisa corrigir.

Leia Mais: Com especialização em reconstrução de mama pós-mastectomia, dr. Alessandro Martins explica possibilidades, aponta pesquisas e afirma: “Nada é mais importante do que você ter a sua paciente feliz” 

Os mitos e verdades sobre aplicação de botox (Foto: Divulgação)

Na boca

Não se usa botox nos lábios. O que a gente recomenda para dar brilho e aquele efeito de gloss, com lábio mais preenchido, respeitando cada biotipo de cada paciente, é, na verdade, o preenchimento com ácido hialurônico. É este procedimento que vai dar aquele efeito iluminado, como se a mulher tivesse acabado de passar um gloss, aspecto, aliás, que é muito desejado pelas pacientes.

Leia Mais: Em sua coluna sobre cirurgia plástica no site HT, dr. Alessandro Martins fala sobre o contorno corporal: “É importante respeitar o biotipo de cada um e suas diferenças corporais para se obter uma harmonia”

Dr Alessandro Martins (Foto: Sergio Baia)

Bigode chinês

Na medicina, o nome técnico do que nós, comumente, chamamos de bigode chinês é sulco nasogeniano. E é sobre ele que vamos falar agora. Trata-se daquele sulco que vai do nariz até o ângulo da mandíbula, que, com o passar do tempo e com a perda de firmeza e elasticidade, acaba se acentuando, principalmente nas mulheres, deixando o paciente com um pouco mais de ar de cansado. Aqui, neste caso, também não é recomendado o uso de botox, já que a toxina butolínica tem a função de paralisar a ação muscular temporariamente – em média, de dois a três meses – e, por isso, aos poucos, ela vai perdendo o efeito se não reaplicada. Para esse sulco, que não é um músculo, o botox também não é o mais recomendado, já que, hoje em dia, existem várias técnicas mais modernas e mais precisas, que dão um efeito de lifting e um aumento de volume, que atenuam esses sulcos de forma mais duradoura. O ideal é um preenchimento com ácido hialurônico na região malar, ou ao lado do nariz, que vai atenuar a indesejável aparência do bigode chinês de forma mais eficaz.

Leia Mais: Dr. Alessandro Martins tira as dúvidas dos leitores do site HT sobre lipoaspiração: “O mais importante é que você procure um médico que seja membro da sociedade brasileira de cirurgia plástica” 

(Foto: Divulgação)

Sobrancelha

Se a ideia é levantar a sobrancelha, que, também com a ação do tempo, tende a cair, a aplicação do botox também não é o procedimento mais recomendado, Já que ao aplicar o botox, a tendência é ela cair ainda mais. Não entendeu a lógica? Eu explico: a ação muscular de elevar o supercílio é uma ação do músculo por trás da região. Ao aplicar o botox no músculo temporal frontal para atenuar as rugas da área, por exemplo, vai acarretar uma queda do supercílio, já que músculo responsável por elevar a sobrancelha vai estar paralisado. Claro que você também não quer um supercílio supermaquiavélico, paralisado no centro, dando um aspecto de bruxa de desenho animado. Por isso, o ideal, é usar uma menor quantidade para tirar as marquinhas de expressão do canto lateral da testa, e, a mesmo tempo, acentuar a paralisia por meio do botox na região central. Assim, o ideal é dar mais ênfase na área central e menos na lateral, alinhando a musculatura temporal e frontal da cauda da sobrancelha dando aquele olhar harmonioso e sensual que as mulheres procuram. Nos homens, aliás, a gente acentua um pouco mais a aplicação na região lateral, para deixar o supercílio mais retificado, seguindo o padrão masculino, para não perder a identidade da pessoa.

Se vocês tiverem alguma dúvida, escrevam, pois terei o maior prazer em responder!

Até a próxima!

Contato: Dr. Alessandro Martins

Facebook: clique aqui 
Instagram: @dr.alessandromartins

Pesquisas relacionadas