Gente & Comportamento

Cristiano Ronaldo ultrapassa Shakira no Facebook e se transforma na celebridade mais importante da internet

De like em like, de seguidor em seguidor, HT mergulha num mundo de (ir)relevância na internet dos famosos

Publicado em 17/03/2015 | Por Junior de Paula

*Com Lucas Rezende

Tudo novo no terreiro de Mark Zuckerberg. O craque do Real Madrid Cristiano Ronaldo deu um chega para lá na cantora colombiana Shakira e acaba de conquistar o primeiro lugar no ranking de pessoas com mais seguidores no Facebook. CR7, até o fechamento desta matéria, tinha 107.138.335 milhões de seguidores, batendo a loura, que era a primeira até então e tinha 107.082.560.

Cristiano Ronaldo é a celeb mais poderosa do mundo da internet

Cristiano Ronaldo é a celeb mais poderosa do mundo da internet. (Foto: Divulgação)

 

Só a título de comparação, Lionel Messi, considerado o maior jogador de futebol do mundo no momento, tem pouco mais de 78 milhões de seguidores no Facebook. Completando a lista dos cinco maiores, ao lado de Shakira e Cristiano Ronaldo, saltam aos olhos os nomes de Eminem (98.667.462 curtidas), Vin Diesel (90.599.348 curtidas) e Rihanna (89.580.192 curtiram), que fecha o top five. Pois bem.

Cristiano Ronaldo: número 1 também fora dos gramados (Foto: Divulgação)

Cristiano Ronaldo: número 1 também fora dos gramados (Foto: Divulgação)

Pegando carona nessa atualização dos bombados na rede, HT assumiu uma verve tecnológica para mostrar como as celebs contemporâneas clamam pela necessidade de serem (ir)relevantes na internet. Em pleno 2015, não basta só lotar teatros, emplacar boas novelas ou singles. Angariar curtidas, seguidores e compartilhamentos é preciso e, para chegarem lá, eles fazem coisas que até Deus duvida.

Dia desses, Madonna saiu do convencional ao lançar o clipe de Living for Love” somente para seus seguidores do Snapchat, uma rede social que permite postagem curta de vídeos. A diva pode estar até tombando por aí, mas ao menos mostrou que sabe utilizar das ferramentas contemporâneas. Isso sem falar no chat exclusivo que ela fez via Grindr, o aplicativo de pegação gay líder no segmento. Pois é, se há uma popstar que sabe como chegar até seu público é Madge.

Nessa pegada hi-tech, o ator Alexandre Nero – que há pouco aposentou as vestes pretas e nos deixou junto de seu Comendador de “Império” -, virou uma celeb além novela das 9 tirando sarro do cotidiano dos famosos e até relembrando amores antigos. Bombou o Facebook de likes e abasteceu as colunas de fofoca.

O problema é que nem sempre as coisas correm seguindo o script. Para o mal, a rede também serve para gente como o apresentador Danilo Gentilli (do “The Noite”, SBT), que não gostou de ser criticado no Twitter e, no seu bom (ou mau) humor, acabou por humilhar uma seguidora gordinha. Um festival de RT’s gongando o sobrepeso em 140 caracteres. Lamentável.

Entre acertos e derrapadas, o suplício por seguidores ou curtidas aparece como o pulo do gato. E a necessidade é tanta que atualmente chega a ser motivo de corrente entre as estrelas. Há algumas semanas, quando Gugu Liberato estava prestes a estrear seu novo programa na Rede Record, tratou de lançar um vital à la “Desafio do Gelo” para divulgar sua atração: colocou todo mundo para gravar um vídeo cantando a dança do pintinho amarelinho, de forma que quem fizesse tinha que convidar outros três para repetir a façanha.

Ivete Sangalo é outra celeb que sabe usar as redes sociais a seu favor

Ivete Sangalo é outra celeb que sabe usar as redes sociais a seu favor

Assim também foi com a nova música de Ivete Sangalo“Pra Frente”. De Paulo Gustavo a Sabrina Sato, todo mundo arriscou uns versinhos do hit da baiana. É o poder da divulgação – and coleguismo – na rede, meus caros.

Pitty mostra como se faz em 140 caracteres

Pitty mostra como se faz em 140 caracteres

Provando ainda que o terreno virtual não é espaço só para pagamento de calcinhas ou ostentação de dorsos malhados, a roqueira baiana Pitty decidiu utilizar o espaço para um assunto mais letrado e foi hostilizada ao tratar das manifestações de rua que atingem nosso país. Criticando defensores da ditadura, a cantora foi “aconselhada” por um internauta a parar de “mimimi” e voltar para a cozinha. E ela não se fez de rogada, of course: “Pois eu não volto pra cozinha, nem o negro pra senzala, nem o gay pro armário. O choro é livre (e nós também)”. RT até dizer chega. Merecido.

Em tempos de internet, em que as notícias são atualizadas minuto a minuto, qualquer derrapada pode ser fatal. Na falta de um manual de instruções, é válido ouvir Miguel Falabella: “Rede social não é lugar para desnudar a alma. Conserve-se, preserve-se, intimidade não é pra amigo de Facebook, é pra amigo de face a face”. Curtiu?

Pesquisas relacionadas