Cinema & TV

“Sou muito cobrada por ser casada e não ter filhos”, diz Maureen Miranda, que está em ‘Amor de mãe’

A atriz chega com tudo com o papel de única mulher protagonista no filme “Jesus Kid” e comenta sobre a participação na nova novela das 21h Globo: "Se tivesse vontade e não pudesse gerar uma criança, eu iria atrás de um tratamento ou entrar na fila de adoção, que eu também acredito e defendo muito"

Publicado em 27/11/2019 | Por Heloisa Tolipan

*Por Domênica Soares

Em um mundo ainda machista é importante dar todo destaque para a ocupação dos espaços pelas mulheres. Maureen Miranda é um exemplo de mulher que vem imprimindo seu estilo em suas interpretações artísticas. Atualmente está se preparando para viver a enfermeira Nurse, no filme “Jesus Kid”, de Aly Muritiba com Sérgio Marone e inspirado no livro de mesmo nome, de Lourenço Mutarelli. Maureen será a única protagonista mulher do longa. Além disso, fará uma participação em “Amor de Mãe”, novela da Globo na qual interpretará Sheila. “Estamos buscando cada vez mais nos inserir em novos espaços. As mulheres estão ocupando um lugar de certo destaque, logicamente que ainda é embrionário, mas já cresceu bastante. Leio, gosto e sigo muitas mulheres de opiniões fortes, atrizes e muitas outras. Acredito nessa força feminina que está aumentando com o passar do tempo”, frisa a atriz.

O filme tem como enredo a história de Eugênio (Paulo Miklos), um escritor de livros de faroeste que está passando por uma crise e seu novo personagem Jesus Kid (Sérgio Marone) é um fracasso de vendas. Até que então surge uma oportunidade para o autor escrever o roteiro de um filme que pode ser sua salvação.

Maureen Miranda fala sobre papel em “Amor de Mãe” (Foto: Luciana Salvaro)

Em entrevista exclusiva ao site Heloisa Tolipan, Maureen explica que todo o processo do filme aconteceu de forma rápida e divide que ficou imersa nele durante um mês e meio na cidade de Curitiba. “Jesus Kid” irá estrear em 2020. Ela conta que ficou extremamente grata pela Nurse, a única personagem feminina do longa. A artista diz que para fazer o papel passou por uma transformação radical no visual, ficando loura platinada. “Minha personagem cuida de um velho empresário, um político que está em estado vegetativo. Apesar de toda dedicação, ela sente raiva da alta burguesia na qual está inserido este homem que traiu a mulher, além de ser um ladrão. Nurse tem dedicação ao trabalho, mas não possui compaixão pelo enfermo, vivido por Luthero de Almeida”, conta. Toda essa história se passa em um hotel, onde o personagem principal, Eugênio, não pode sair enquanto escreve um livro durante três meses. Nesse enredo, Nurse e o escritor acabam se apaixonando e o desenrolar da trama vai acontecendo.

Artista conta sobre novos projetos (Foto: Luciana Salvaro)

Além do filme, a atriz também fará uma participação na nova novela das 21h, “Amor de Mãe”, interpretando Sheila, dona de um salão de beleza, onde a personagem Érica (Nanda Costa) trabalha. “O processo da novela foi diferente. Tudo mais corrido. Não temos muito tempo, mas o Felipe Barbosa é um diretor incrível e muito talentoso, fazendo com que tudo saísse como planejado”. A novela aborda temáticas relacionadas à maternidade, e Maureen relata sobre isso. Divide que ainda há inúmeros tabus e preconceitos diante dessa questão e conta que, por exemplo, a questionam de ainda não ter tido um filho já que está casada há mais de 7 anos. A artista frisa que o casal não tem nenhum problema com isso e que simplesmente ainda não aconteceu e não é um incômodo para ambos. Contudo ainda há grande cobrança da sociedade, não só com eles, mas com inúmeras pessoas que possuem opiniões e ideologias diferentes do padrão. “Se eu tivesse vontade, iria atrás de um tratamento ou entrado na fila de adoção, que eu também acredito e defendo muito. Mas, sim, existem cobranças externas, inclusive da família e sociedade como um todo. Tenho um forte instinto maternal. Não é um tabu, ou algo que me incomode, lido bem com isso. Só não sinto vontade agora”. Para ela, ser mãe é dar amor ao filho, seja ele biológico ou do coração, passando seus valores para a formação da criança e o melhor de você para que haja crescimento na outra parte. E tudo isso para que, no final das contas, quem aprendeu seja capaz de ensinar. “Isso é ser mãe. É doação”, afirma.

Além da novela e filme, a atriz já fez inúmeros trabalhos na TV, cinema e teatro. Seu último filme foi o longa “Hebe – A Estrela do Brasil”, na qual interpretou Valdete, a produtora de palco da apresentadora vivida por Andrea Beltrão. Para Maureen, esse filme foi de extremo apelo afetivo. “A Hebe teve uma importância extrema na sociedade. O filme se passa na época da censura e ela foi uma mulher que lutou pelos oprimidos, gays, travestis, pessoas com HIV e por toda essa classe que sofreu e sofre até hoje. Era uma lutadora, mulher revolucionária que brigava pelos direitos das pessoas e isso reverbera até hoje de uma maneira forte. Era feminista e defensora de toda classe artística, tinha o dom da palavra, alegria, livre de preconceitos, visionária e com uma visão artística muito forte”.

Maureen está sempre ligada aos assuntos relacionados às mulheres (Foto: Luciana Salvaro)

Presente em muitos papéis importantes, Maureen conta que fora das telinhas é uma pessoa caseira que curte ficar em casa com seus cachorros, pintando, lendo, desenhando e aproveitando o tempo de paz. Divide que é cheia de amigos e que sempre recebe muitos deles em seu lar, porque traz ainda mais felicidade. Sobre sonhos, relata que existem dois, e brinca que um deles é até infantil “Gostaria muito de sempre emendar um trabalho no outro e ser valorizada por isso. Quando fico algum tempo sem trabalhar é angustiante. Sonho em ter muitos trabalhos, onde possa usar meu dom e meu talento e que essa atitude seja valorizada. Meu outro sonho pode ser um pouco infantil, mas é conseguir enxergar seres elementais. Gostaria muito de ver um gnomo, fada, um ser espiritual da floresta, entre outros. Esse é meu segundo maior sonho, se não o primeiro”, brinca.

Pesquisas relacionadas