Cinema & TV

Noite de gala para os vira-latas: o Site HT conta como foi a pré-estreia do filme “Qualquer Gato Vira-Lata 2”, que aconteceu ontem, no Rio de Janeiro

O Cinépolis Lagoon, na Lagoa, recebeu o elenco do longa, que bateu um papinho com a gente sobre o clima das gravações, as locações e mais um pouco. Vem ver!

Publicado em 28/05/2015 | Por Junior de Paula

* Com Isabella Pavão

Você já imaginou pedir o seu amado em casamento e receber um “posso pensar?” como resposta? Pois então, é exatamente isso que acontece com Tati, personagem de Cleo Pires, no longa “Qualquer Gato Vira-Lata 2”. A pré-estreia carioca foi na noite dessa quarta-feira, e o Site HT esteve por lá e te conta aqui tudo o que rolou.

“Qualquer Gato Vira-Lata 2” narra a história de Tati (que, no final do primeiro filme, aprendeu as regras do amor e conquistou Conrado, lembra?), que sente que está pronta para dar o próximo passo no seu relacionamento. Ela e Conrado viajam para Cancún, onde ela planeja pedi-lo em casamento. Mas tudo parece desmoronar quando o namorado responde ao pedido com um “posso pensar?”, e, ao mesmo tempo, seu ex Marcelo volta a ter esperança em reconquistá-la. A cereja do bolo é Ângela, ex de Conrado, que está no mesmo lugar para lançar um livro que bate de frente com o dele.

Malvino Salvador, Cleo Pires e Dudu Azevedo (Foto: Divulgação)

Malvino Salvador, Cleo Pires e Dudu Azevedo (Foto: Divulgação)

O longa tem uma longa lista de estrelas no elenco: Cleo Pires, Malvino Salvador, Dudu Azevedo, Rita Guedes, Letícia Novaes, Álamo Facó, Stela Miranda e Mel Maia, além das participações especiais de Fábio Jr, Marcelo Saback, Marcello Escorel e Fael Mondego. O clima da noite era de festa e comemoração, e dava para perceber que o elenco estava realmente em sintonia. Celebs amigas como Sheron Menezzes, Orlando Morais e Sergio Marone também prestigiaram o evento.

“A equipe foi maravilhosa, me recebeu de braços superabertos, já que eu não estava no elenco do primeiro filme. Todos os vira-latas se tornaram uma família para mim, especialmente depois da semana que passamos gravando na Bahia. Eu acho que essa nossa cumplicidade fica visível na tela, no alto-astral do filme”, disse Stella Miranda, que ainda completou: “O cinema nacional é uma glória para a gente”.
Um dos diretores do filme, Marcelo Antunes contou um pouco de como foi a preparação e a produção de “Qualquer Gato”: “Com a sequência, nós queremos trazer comédia e humor para o público. Mas eu confesso que nem tudo foi fácil, já que as gravações foram divididas em dois lugares: o sul da Bahia e Cancún, e isso exigiu um certo planejamento maior do que o normal. Mas, no final, deu tudo certo, e a gente tem aí um filme lindo e muito bem feito com a ajuda de todos os envolvidos no projeto”.

Rômulo Neto

Rômulo Neto

A protagonista Cleo Pires, que chegou acompanhada do namorado, Rômulo Neto, estava radiante. “A produção da continuação ficou em mãos diferentes do primeiro ‘Qualquer gato’, mas isso não influenciou em nada na qualidade do filme. Aliás, foi muito legal gravar a sequência de uma comédia que a gente gostou tanto de fazer, o clima sempre foi de muita amizade entre equipe e elenco. Eu sou apaixonada pela Tati, e o que nós mais temos em comum é a profundidade… Está sendo sensacional vê-la mais madura nesse segundo filme, mas sem perder a sua histeria de sempre”.

Rômulo também não poupou elogios à namorada e ao filme: “Vim prestigiar a minha mulher hoje. A gente ainda não estava junto quando ela fez o primeiro, mas hoje eu vim celebrar com ela”. Ele ainda contou que também estreia em breve nas telonas do cinema: “Em breve eu estreio no longa que vai contar a história do José Aldo, do MMA. Eu vou ser um lutador, e as preparações começam semana que vem em São Paulo. O personagem é um antagonista que gosta muito de provocar o Aldo”.

Álamo Facó e Rita Guedes também contaram um pouco sobre o filme, o clima do backstage, e seus personagens. “A Ângela é a ex-mulher de Conrado, personagem do Malvino. E, para piorar, a gente também compete no ramo dos livros, já que a obra que a minha personagem escreve, sobre relacionamentos, bate de frente com a dele. Eu estou muito orgulhosa do filme, de verdade. E como se isso não fosse bom o suficiente, as imagens das locações da Bahia são maravilhosas. Eu acho que isso contribuiu mais ainda para a energia do filme ser essa coisa bem solar, bem para cima”, nos disse Rita. E Álamo completou: “Foi um trabalho exaustivo, mas maravilhoso. Vocês já devem ter escutado isso várias vezes, mas gravar com essa galera que, acima de tudo, é amiga de muitos anos, deixou o clima do filme ainda mais leve”.

1010386_680877288683429_8657441286141396173_n

O dono do papel de principal, Malvino Salvador, falou um pouco sobre o seu personagem, que é um cara sério, mas que está envolvido em situações que acabam sendo engraçadas: “O Conrado é um desafio, pois a gente pensou em como fazer humor com um personagem mais sério, que não fosse caricato. O filme é uma comédia de situação, de costumes, e é essa situação em que os personagens estão inseridos que provoca o riso no público. Eu acho que a gente pode explorar um momento de várias maneiras. A gente pode chamar a atenção para algo excêntrico ou trabalhar uma reação de estranhamento, algo inesperado, e que vá causar a surpresa no espectador. Eu, dentro do personagem, tentei explorar o máximo que eu pude dentro dessas bases, e estou bem feliz com o resultado”.

Dudu Azevedo, o ex-namorado que quer reconquistar o coração da mocinha, admite, entre risos: “Já fiz muita loucura por namorada, bem no estilo do Marcelo mesmo. E não me arrependo de nada”. E sobre o filme, ele completou: “Foi uma delícia fazer esse filme. Os atores, a equipe de produção, os personagens, a história… Eu realmente fiquei apaixonado por ‘Qualquer Gato’, e acho que quem assistir o filme vai ter essa mesma sensação. A gente espera que faça muito sucesso, assim como o primeiro fez”.

Mais de 1,2 milhão de pessoas foram aos cinemas conferir o primeiro filme, baseado no espetáculo homônimo de Juca de Oliveira. “Qualquer Gato Vira-Lata 2”, dirigido por Roberto Santucci e Marcelo Antunes e com roteiro de Paulo Cursino e Bibi da Pieve, chega às salas de cinema de todo o Brasil no dia 4 de junho. A comédia é uma produção Raiz Produções e Tietê Produções, com coprodução da Paris Produções, Globo Filmes, Telecine Productions e RioFilme e distribuição feita pela Paris Filmes e Downtown Filmes.

Pesquisas relacionadas