Cinema & TV

No ar em “A Força do Querer”, Totia Meireles fala sobre novela, show, relação com internet e o risco da busca pelo poder nos dias de hoje: “Falta de decência”

Na trama do horário nobre da Globo, a atriz contou que a personagem ainda terá um novo drama, além do caso das fotos e da relação com o filho. "Para piorar, o pai ainda volta nesse momento e deixa as relações meio estremecidas porque, apesar de ser o pai, ela tem um sentimento de muita mágoa"

Publicado em 18/08/2017 | Por Julia Pimentel

O que já estava tumultuado pode ficar ainda mais. Essa é a atmosfera que cerca a personagem de Totia Meireles em “A Força do Querer”. Na trama do horário nobre da Globo, Heleninha já dividia seu tempo entre a culpa por ter piorado o processo de Rubinho (Emílio Dantas) com a entrega das fotos e a incompreensão da realidade virtual do filho Yuri (Drico Alves). Agora, a personagem de Totia Meireles ainda vive um misto de sensações após a chegada de seu pai na ficção, que havia abandonado a família quando ela era criança. “Eu acho que a Heleninha fica no meio de toda a confusão da novela. Por ela ser uma pessoa muito correta, ela acaba se sentindo mal por ter entregado o Rubinho e ver que acabou com a vida de uma família. Em relação ao filho, ela está vivendo um conflito que é muito real e contemporâneo. Para piorar, o pai ainda volta nesse momento e deixa as relações meio estremecidas porque, apesar de ser o pai, ela tem um sentimento de muita mágoa”, contou.

Mas não é de hoje que a personagem de Totia Meireles está envolvida em um drama na novela. Desde quando entregou as fotos que incriminavam Rubinho, Heleninha passou a conviver com um sentimento de que teria estragado a harmonia da família do traficante. Porém, na visão de Totia, a atitude da personagem foi por pura preocupação materna. Embora hoje, para além da ficção, estejamos vivendo tempos de delações e entrega de provas, a atriz acredita que a ideia da autora Gloria Perez não foi por essa linha. “Eu acho que ela só fez isso para proteger o filho. O Yuri estava muito ligado ao Rubinho e naquele momento, o via como um ídolo. Quando ela descobriu as fotos e tudo o que estava acontecendo, ele entregou à polícia apenas para protege-lo. Mas não acho que tenha pensado nem no que isso iria impactar e nem no cenário real fora da novela”, avaliou a atriz que nunca esteve em situação parecida. “Eu, de fato, não sei o que faria se tivesse uma informação muito importante. Só mesmo se a gente estiver em uma situação, para analisar os prós e os contras, que podemos decidir o que fazer”, disse.

Totia Meireles como Heleninha em “A Força do Querer” (Foto: Divulgação/Globo)

Nisso tudo, Totia Meireles ainda mergulhou no vício contemporâneo na tecnologia. Na ficção, o filho de Heleninha passa o dia inteiro no celular e passou a substituir a comunicação oral com a mãe pelas mensagens virtuais. Embora possa parecer algo natural e já cotidiano da vida moderna, Totia problematizou a situação, assim como na novela. “Eu acho que essa é uma realidade muito nova em que não sabemos nem como lidar. Hoje, nem as crianças e nem nós adultos conseguimos viver sem a internet, que passou a ser uma extensão das nossas atitudes”, afirmou a atriz que, além da questão comportamental, destacou que o uso excessivo das tecnologias também já está gerando impactos na saúde dos jovens. “Esses dias eu estava vendo que os adolescentes estão ficando com problemas na coluna por ficar tanto tempo com a cabeça abaixada e tendinite nas mãos pelo uso intenso de uma mesma musculatura”, contou.

Com esta experiência a partir da ficção, Totia disse que está levando para casa o que tem aprendido com a Heleninha. Sem filhos, a atriz é avó dos netos de seu marido, sendo um deles de nove anos. Atenta aos problemas que cercam a idade e aos riscos que conta como Heleninha na dramaturgia, Totia Meireles disse que a novela também tem a ensinado a lidar melhor com a situação dentro de casa. “A minha própria personagem me alertou a riscos que eu nem conhecia, como a Baleia Azul. Hoje em dia, em casa, a gente tem uma super preocupação e vigia todos os sites que ele entra. Mesmo assim, temos senhas que impossibilitam algumas páginas. Até porque, a criança é muito curiosa. Ela não sabe quais problemas e o que pode encontrar na internet. Se for atrativo, ela vai entrando. E aí que está o perigo”, destacou Totia que apontou que esse dinamismo das redes empoderou muito gente para o lado bom, mas também para o ruim. “Hoje, todo mundo acha que tem uma verdade e acredita fielmente nisso. O poder da palavra está nas mãos de cada um e isso acaba gerando ataques até gratuitos a quem discorda de uma opinião, por exemplo. O mais importante é a gente saber que não existe uma verdade”, completou.

De acordo com a atriz, os assuntos que ela trata na novela a alertaram para a sua vida fora das câmera (Foto: Divulgação/Globo)

Porém, assim como a internet oferece um cenário preocupante de problemas, a rede também tem sido uma importante fonte de informação, principalmente em tempos de notícias tão sérias e constantes como os atuais. Grudada em seu celular 24 horas por dia, como nos confessou, Totia Meireles disse que explora o mundo virtual para se informar. Mas a atriz destacou que, neste contexto, passam a existir novas problemáticas. “Tem tanta informação circulando que, se a gente não verifica a fonte, caímos em notícias falsas, acreditamos em montagens etc. Então, mais do que ajudar, eu acho que a internet veio para nos dar mais um trabalho, de sempre desconfiar do que estamos lendo”, apontou.

Assim, atenta e em busca das melhores informações, Totia Meireles acompanha as notícias recentes de uma posição estarrecedora, como definiu a atriz. “Não tem jeito, todo brasileiro está se sentindo assim. Está bem complicada a nossa situação”, disse a atriz que acredita que tudo o que estamos vivendo hoje é resultado do poder em mãos erradas. “Na minha vida, eu tenho um dito popular no qual eu acredito muito que diz que para conhecermos uma pessoa de verdade, basta casar com ela ou lhe dar poder. E o que estamos vendo é a falta de decência que as pessoas têm quando estão com o poder nas mãos. Hoje em dia, eles roubam para se sentir cada vez mais poderosos, não é nem para viver bem. Fora que nunca ouvimos números como mil, um milhão… Todas as notícias são na casa dos milhões para cima”, reclamou a atriz que se disse temerosa com o atual cenário. “Quando a gente acha que já viu de tudo, sempre vem algo pior para nos surpreender. Eu fico perplexa com algumas notícias que vejo e não consigo acreditar que as pessoas façam isso apenas pelo poder. É uma coisa de louco”, disse.

“Quando a gente acha que já viu de tudo, sempre vem algo pior para nos surpreender” (Foto: Divulgação/Globo)

Com isso, Totia Meireles apontou para um outro problema. De acordo com a atriz, hoje em dia estamos vivendo um ritmo tão intenso de descobertas e notícias inacreditáveis que não estamos nem conseguindo acompanhar tudo o que acontece. “O que foi destaque no jornal de hoje acaba sendo esquecido daqui a alguns dias porque outra informação pior apareceu e não tem como dar conta de tudo. Sendo que estamos falando de temas muito graves e que atingem milhares de pessoas. É um absurdo a gente ter que ‘esquecer’ de algo porque não conseguimos acompanhar tudo. Acaba que hoje vivemos uma bola de neve”, apontou.

Mas Totia tem um fôlego em meio a isso tudo. No dia 30 de agosto, a atriz sobe no palco do Teatro Porto Seguro, em São Paulo, para resgatar uma habilidade antiga que, inclusive, foi responsável por lança-la no mercado artístico brasileiro. No projeto Cantoras Musicais, Totia Meireles canta músicas que marcaram sua trajetória nos palcos e outras que são importantes em sua vida. “Eu fiz praticamente toda a minha carreira em teatro musical e sempre cantei, dancei e atuei. Nesse projeto, eu faço uma apresentação solo de músicas que eu já cantei e de outras que eu gostaria de ter cantado ao longo dos anos. Fora isso, ainda trago no repertório alguns clássicos da MPB que marcaram a minha vida”, contou.

No teatro, ainda, Totia Meireles contou dos planos de voltar em cartaz com o espetáculo “Herivelto como conheci”, baseado no livro homônimo do artista brasileiro que foi escrito por sua filha. “É uma peça que traz as cartaz de amor trocadas entre Herivelto e Lurdes, que foi a mulher pela qual ele se separou de Dalva de Oliveira”, reuniu a atriz que disse que o projeto está em fase de captação de recurso para estrear em 2018.

Pesquisas relacionadas