Cinema & TV

Luisa Arraes reflete sobre a morte de vereadora Marielle Franco, fala sobre a problemática Manuela em ‘’O Segundo Sol’’ e sua relação com a Bahia: ‘’Fascínio quase místico”, conta

Depois de ter encarnado a personagem Afrodite na série ‘’A Fórmula", de Marcelo Saback e Mauro Wilson, em 2017, Luisa Arraes retorna às telinhas com mais um grande projeto: a instável e autodestrutiva Manuela em ‘’O Segundo Sol’’, nova novela das 21h escrita por João Emanuel Carneiro.

Publicado em 28/05/2018 | Por Thaissa Barzellai

O desafio de interpretar uma jovem autodestrutiva e instável não assustou a atriz Luisa Arraes. Na pele da personagem Manuela Batista Athayde na nova novela das 21h ‘’O Segundo Sol’’, Arraes mergulha em cada cena a fim de aprender e entender todas as nuances da personalidade e do mundo da jovem baiana. ‘’Eu estou começando a vestir a roupa da Manu agora. Os personagens têm muitos lados, eles são muito ricos e complexos, sabe? Eles vivem situações incríveis. Então, cada cena eu descubro algo novo. Ela é diferente com o irmão, com a mãe, quando está em uma situação de muita angústia. Isso me faz ir trabalhar acalorada por esse trabalho, está sendo incrível’’, conta.

A atriz Luisa Arraes caracterizada como Manuela ao lado do ator Chay Suede, que vai interpretar seu irmão na trama. (Foto: Divulgação)

Na trama, Manu, como é chamada pelos mais chegados, é abandonada pela mãe, Luzia, personagem de Giovanna Antonelli, junto do irmão Ícaro (Chay Suede). A jovem – que é adotada pelo casal de milionários Edgar (Caco Ciocler), e Karen (Maria Luisa Mendonça) – vive com um sentimento constante de instabilidade, que é agravado pela negligência por parte da mãe adotiva após o o nascimento de Rochelle (Giovanna Lancellotti), filha biológica do casal. Para Luisa, essa falta de estrutura familiar transforma a jovem em uma pessoa insegura em relação ao seu lugar na família. ‘’Ela não tem muito chão, ela não foi criada com afeto porque a mãe e a irmã implicam muito com ela. Ela é vista como o patinho feio ali. Então, isso acaba fazendo com que ela não tenha uma estrutura na qual ela possa falar ‘’ah, eu tenho segurança aqui’’, entende?’’, explica.

A atriz Luisa Arraes mostra visual da personagem Manuela. (Foto: Neandro Ferreira)

Apesar da inconstância da personagem, a atriz observa Manuela como alguém de personalidade com traços muito fortes e admiráveis. ‘’ Ela não tem medo. Uma pessoa que não tem muitos laços acaba desenvolvendo uma liberdade muito grande porque ela não tem nada a perder. Ela não deve nada a ninguém. É uma situação muito complicada’’, disse. Mesmo estando em processo de conhecimento, assim como Manu, Arraes carrega um sentimento de liberdade e coragem dentro de si. ‘’A gente ainda está se embebedando uma na outra, eu ainda estou entrando nela com toda a minha bagagem pessoal e do texto, mas posso dizer que a Manuela tem essa coisa bem irreverente, que eu tenho de forma bem modesta, viu?’’, brinca.

A polêmica não está só presente na vida da personagem Manuela. Após a liberação do primeiro trailer de divulgação de ‘’O Segundo Sol’’ em abril, a produção do folhetim sofreu fortes críticas devido à ausência de negros na trama que se passa no estado da Bahia, cuja população é composta 80% por indivíduos de cores parda e negra. No último dia 11, a emissora foi notificada pelo Ministério Público do Trabalho (MTF) para que sejam feitas mudanças no roteiro e na produção para que a diversidade racial seja exposta nas telinhas brasileiras. Segundo Luisa Arraes, esse silenciamento de uma classe, assim como foi a morte da vereadora Marielle Franco, que representava as mulheres negras, pobres e homossexuais, há dois meses, deve ser discutido e reivindicado diariamente na sociedade. ‘’Eu acho fundamental que tenha essa discussão. Não é um problema só dessa novela, é um problema de toda a televisão. Eu torço para que isso seja um ponto de mudança. Assim como foi a morte da Marielle. Ela não pode morrer em vão e essa exclusão de negros também não pode sumir. Acho excelente que cada reivindicação seja uma transformação’’, declara.

Luisa Arraes como a personagem Ariel, uma fã de Michele Brau, em Mister Brau. (Foto: Paulo Belote/Globo)

Com carreira no teatro, cinema e televisão, a jovem atriz, que recentemente participou da série Mister Brau, uma das maiores referências atuais de representatividade negra na televisão brasileira, está sempre atenta para a forma com as quais problemáticas sociais, como a ausência de negros, é tratada nos projetos que participa. ‘’Eu sempre noto, sempre. Não tem um projeto no qual eu não questiono. Sempre falo ‘’pera aí, mas por que isso?’’, afirma. No entanto, em ‘’O Segundo Sol’’ a atriz não teve tanto controle. De acordo com ela, a proximidade entre um autor e uma atriz em uma produção televisiva não é próxima o suficiente para gerar um questionamento sobre o texto ou elenco.

Luissa Arraes ao lado da mãe Virgina Cavendish durante lançamento do filme ”Aos teus olhos”. (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

Embora a produção da nova novela de João Emanuel Carneiro tenha sido marcada por muitas polêmicas na mídia, para Luisa Arraes a experiência de gravar na Bahia foi um tanto quanto espiritual. Mesmo tendo um pezinho no nordeste, a atriz, que é filha dos pernambucanos e artistas Guel Arraes e Virgina Cavendish,e frequenta desde sempre o Recife, só teve a oportunidade de visitar a região baiana duas vezes. A imagem que ela tem da Bahia é tão positiva que o pouco que ela conhecia foi o suficiente para conquistar um lugar no coração da atriz. ‘’Tudo o que eu conheço da Bahia eu gosto. Eu sou apaixonada pela música, comida, teatro, dança… Eu realmente tenho um fascínio quase místico com esse lugar e a Bahia sempre vai ambientar um espaço no meu imaginário’’, conta.

A atriz Luisa Arraes após estreia de ”Grande Sertão: Veredas” no Rio de Janeiro. (Foto: Paulo Freitas)

A maré boa não ficou só nas ondas de Itapuã. Entre os meses de janeiro e março, Luisa Arraes encantou o público com a sua interpretação na adaptação do clássico literário ‘’Grande Sertão: Veredas’’, de Guimarães Rosa. Na peça, que foi feita por Bia Lessa, a atriz dá vida ao jagunço Riobaldo na infância e depois surpreende ao se desdobrar entre outros personagens da história. Para a atriz, atuar no teatro permite um aprofundamento maior do que na televisão. ‘’Cada trabalho é um trabalho, eu não tenho um preferido. Mas com certeza o teatro oferece mais tempo para os artistas se aprofundarem e descobrirem coisas novas. Na televisão isso também acontece, descobrimos as coisas de outras maneiras, sabe? Só que no teatro, como trabalhamos com um único repertório que a gente leva para vários lugares, isso é mais profundo’’, explica. O sucesso do espetáculo no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) no Rio de Janeiro foi tanto que Arraes vai se dividir em duas para ser Manuela e Riobaldo ao mesmo tempo. ‘’A gente teve uma temporada maravilhosa aqui no Rio. Super  lotada. A gente quer voltar mais uma vez pro rio ainda esse ano e estamos planejando fazer umas viagens para alguns festivais também. Já tem Brasília e Fortaleza na lista’’, disse.

Com apenas 24 anos, Luisa Arraes já provou que sabe aproveitar as chances que a vida oferece, seja no teatro, cinema ou televisão. ‘’Eu estou sempre tendo segundas chances. A gente erra e depois tenta acertar. É um ciclo’’, disse. Em ‘’O Segundo Sol’’, será retratada exatamente essa trajetória de renovação e novas conquistas que cada indivíduo experiencia. Para ela, todo mundo merece um recomeço, pois, como disse Danilo Ferreira, parceiro de cena como o namorado e capoeirista Acácio, às vezes você vai bem e às vezes não. ‘’Segundas chances são fundamentais. Em uma conversa que tive com Danilo, ele me contou uma história linda. Um ator disse para ele ‘’muitos atores negros vem aqui e não mandam bem no teste’’ e ele ficou pensando e disse ‘’mas você é a prova de que todo mundo merece uma segunda chance, porque você não fez bem o seu primeiro trabalho, mas fez bem o seu segundo e agora você está na sua quinta novela’’. Eu acho essa fala dele linda’’, diz. Tomara que Luisa continue tendo muitas segundas chances então, né?

 

Pesquisas relacionadas